Aplicativos do Windows
Recolher sumário
Expandir sumário

Aplicativos para Windows 8.1 da Windows Store: conteúdo do manifesto de pacote

 <_caps3a_sxs _xmlns3a_caps="http://schemas.microsoft.com/build/caps/2013/11"><_caps3a_sxstarget locale="pt-BR">Quando você compila um projeto de aplicativo, o Visual Studio gera um manifesto de pacote que contém informações obrigatórias para registrar o aplicativo com o Store. Este tópico descreve o conteúdo do pacote.Se essas seções não mencionarem o campo que você está procurando, ele terá sido gerado a partir de dados configurados separadamente ou de um valor padrão do esquema de manifesto.IdentidadeA seção Identity do manifesto de aplicativo contém os campos a seguir.CampoDescriçãoNameO nome do pacote, preenchido de maneira diferente nos seguintes cenários:Por padrão, o valor desse campo é um GUID gerado.Se você associar o aplicativo à Store ou invocar o comando Criar Pacote do Aplicativo e tentar entrar usando uma conta de desenvolvedor, o valor do campo será recuperado a partir do aplicativo associado na Store.Se você invocar o comando Criar Pacote do Aplicativo, mas não entrar usando uma conta de desenvolvedor da Microsoft, o valor do campo será removido do manifesto de origem.ProcessorArchitectureUm valor gerado com base na configuração de compilação especificada para o projeto. A tabela a seguir resume o mapeamento entre os valores Plataforma no Gerenciador de Configurações e o valor inserido no manifesto de aplicativo:Arquitetura da plataforma no Gerenciador de ConfiguraçõesValor correspondente no manifesto de aplicativox86 ou Win32x86x64x64Qualquer CPUNeutroARMARMSe as referências do projeto ou do arquivo no projeto se destinarem a uma arquitetura específica diferente (ou seja, não é um componente Neutro) da arquitetura do pacote do aplicativo, um erro de compilação será lançado, e você deverá alterar a arquitetura de destino do pacote do aplicativo para que ela funcione para todas as referências.PublisherO nome do editor. O nome é preenchido de maneira diferente nos seguintes cenários:Por padrão, o valor desse campo é o nome do usuário.Se você associar o aplicativo à Store ou invocar o comando Criar Pacote do Aplicativo e tentar entrar usando a conta de desenvolvedor, o valor do campo será a cadeia de caracteres do Editor associada a essa conta.Se você invocar o comando Criar Pacote do Aplicativo, mas não entrar usando uma conta do desenvolvedor, o valor do campo será correspondente ao campo de assunto do certificado de teste com o qual você assinou o pacote do aplicativo. Para obter mais informações, consulte Signing a package.O Visual Studio oferece suporte apenas à forma mais comum de nome (CN) para o editor e adicionará o prefixo CN= ao nome no manifesto.Aqui está um exemplo do XML de saída:<Identity Name="Microsoft.CoolWindowsStoreApp" ProcessorArchitecture="x86" Publisher="CN=Microsoft Corporation" /> PropriedadesA seção Propriedades do manifesto de aplicativo contém os campos na tabela a seguir.CampoDescriçãoPublisherDisplayNameA cadeia de caracteres é preenchida de maneira diferente nos seguintes cenários:Por padrão, o valor desse campo é o nome do usuário.Se você associar o aplicativo à Store ou invocar o comando Criar Pacote do Aplicativo e tentar entrar usando uma conta de desenvolvedor, o valor do campo corresponderá à cadeia de caracteres PublisherDisplayName associada à conta do desenvolvedor.Se você invocar o comando Criar Pacote do Aplicativo, mas não entrar usando uma conta de desenvolvedor, o valor do campo será o nome do usuário, a menos que especifique outra coisa.DisplayNameA cadeia de caracteres é preenchida de maneira diferente nos seguintes cenários:Por padrão, o valor desse campo é o nome do projeto.Se você associar o aplicativo à Store ou invocar o comando Criar Pacote do Aplicativo e tentar entrar usando uma conta de desenvolvedor, o valor do campo será preenchido de acordo com as seguintes regras:Se você especificar esse valor no manifesto de origem e o valor começar com @ (que indica que você deseja localizar esse valor), o valor do campo será correspondente ao especificado por você.Se o aplicativo selecionado tiver apenas um nome, o valor será esse nome.Se o aplicativo selecionado tiver vários nomes, mas o manifesto de origem não for localizado:Se o nome para exibição no manifesto de origem corresponder a qualquer nome reservado, o valor será definido como esse nome.Do contrário, o valor é definido como o primeiro nome reservado.Se você invocar o comando Criar Pacote do Aplicativo, mas não entrar usando uma conta de desenvolvedor, o valor do campo será removido do manifesto de origem.AplicativoUm manifesto de aplicativo pode conter vários elementos <application>, cada um tendo um nome para exibição mostrado no bloco do cliente. A seção Aplicativo do manifesto de aplicativo contém os campos na tabela a seguir.CampoDescriçãoDisplayNameA cadeia de caracteres é preenchida de maneira diferente nos seguintes cenários:Por padrão, o valor desse campo é o nome do projeto.Se você associar o aplicativo à Store ou invocar o comando Criar Pacote do Aplicativo e entrar usando uma conta de desenvolvedor, o valor desse campo será o nome do aplicativo selecionado se /Properties[@DisplayName] e /Applications/Application[@DisplayName] no manifesto de origem forem correspondentes. Do contrário, o valor permanecerá o mesmo do manifesto de origem.Se você invocar o comando Criar Pacote do Aplicativo, mas não entrar usando uma conta de desenvolvedor, o valor do campo será o mesmo do manifesto de origem.ExecutableO valor desse campo é o nome de saída do assembly do projeto. O token executável $targetnametoken$.exe que é usado no arquivo de manifesto de origem (package.appxmanifest) é substituído pelo nome de arquivo real quando o manifesto é criado.PackageDependenciesA seção PackageDependencies contém todas as dependências da biblioteca de componentes do Windows para esse pacote. Por exemplo, se o projeto tiver uma referência para o WinJS, o Visual Studio para irá recuperar as informações de identidade do pacote das dependências quando o manifesto for gerado. Em seguida, o Visual Studio preenche essa seção com os campos Nome e MinVersion para cada pacote dependente.Extensões de Registro do Tempo de Execução do WindowsÉ possível implementar componentes do Tempo de Execução do Windows para os aplicativos, mas você deve registrar esses componentes com o sistema operacional para que sejam executados corretamente. Para registrar um componente do Tempo de Execução do Windows, você deve colocar as informações de registro nos arquivos WinMD e no manifesto de aplicativo. Se um projeto implementar um componente do Tempo de Execução do Windows, a saída de compilação do projeto conterá um arquivo WinMD. O Visual Studio extrai as informações de registro do Tempo de Execução do Windows a partir do arquivo WinMD e gera os elementos de Extensões apropriados no manifesto de aplicativo.O sistema dá suporte a duas formas de servidores: servidores .dll (em processo) e servidores .exe (fora de processo). Esses servidores exigem informações de registro semelhantes, mas diferentes, que devem ser copiadas para o manifesto de aplicativo. O Visual Studio dá suporte à geração de manifesto apenas para servidores .dll, e a extensão DLLServer é obrigatória para registrar servidores .dll. Os seguintes valores no manifesto de aplicativo são utilizados dos arquivos WinMD para construir a Extensão DLLServer:DllPathActivatableClassIdThreadingModelActivatableClass (atributo ActivatableClassId)Aqui está um exemplo do XML de saída:<extension category=”Microsoft.Windows.ActivatableClass”> <dllServer> <dllPath>Fabrikam.dll</dllPath> <activatableClass activatableClassId="Fabrikam.MyClass" threadingModel="sta" /> </dllServer> </extension>RecursosA seção Resources contém uma entrada para cada idioma compatível com o aplicativo. Você deve ter pelo menos um idioma de Recurso especificado no manifesto de aplicativo. O Visual Studio gera automaticamente a lista de idiomas compatíveis com base nas informações de localização no projeto. O token Idioma de Recurso "x-generate", que é usado no arquivo de manifesto de origem (package.appxmanifest), é substituído pelo código de idioma real quando o manifesto é criado. Aqui está um exemplo do XML de saída:<Resources> <Resource Language=”en-us”> <Resource Language=”fr-fr”> </Resources>A primeira entrada na lista é o idioma padrão para o aplicativo.Pré-requisitosA seção Pré-requisitos contém os seguintes valores:OSMinVersionOSMaxVersionTestedAmbos os elementos são preenchidos a partir de propriedades MSBuild (AppxOSMinVersion e AppxOSMaxVersionTested, respectivamente). O valor padrão para ambos os elementos é 6.3.0.Packaging your app using Visual Studio <_caps3a_sxssource locale="en-US">When you build an app project, Visual Studio generates a package manifest, which contains information that’s required to register the app with the Store. This topic describes the contents of the package.If these sections don’t mention the field that you’re looking for, it’s generated from either data that you configured separately or a default value from the manifest schema.IdentityThe Identity section of the app manifest contains the following fields.FieldDescriptionNameThe name of the package, which gets populated differently in the following scenarios:By default, the value of this field is a generated GUID.If you associate the app with the Store or you invoke the Create App Package command and then sign in with a developer account, the value of this field is retrieved from the associated app on the Store.If you invoke the Create App Package command but don’t sign into a Microsoft developer account, the value of this field is taken from the source manifest.ProcessorArchitectureA value that’s generated based on the build configuration that you specified for the project. The following table summarizes the mapping between the Platform values in Configuration Manager and the value that’s inserted in the app manifest:Platform architecture in Configuration ManagerCorresponding value in the app manifestx86 or Win32x86x64x64Any CPUNeutralARMARMIf project references or file references in the project target a different specific architecture (that is, not a Neutral component) than the app package, a build error is thrown, and you must change the target architecture of the app package to work for all references.PublisherThe name of the publisher. This name gets populated differently in the following scenarios:By default, the value of this field is your user name.If you associate the app with the Store or you invoke the Create App Package command and then sign in with your developer account, the value of this field is the Publisher string that’s associated with that account.If you invoke the Create App Package command but don't sign in with a developer account, the value of this field matches the subject field of the test certificate with which you signed the app package. For more information, see Signing a packageVisual Studio supports only the common name (CN) form for publisher and will add the prefix CN= to the name in the manifest.Here's an example of the output XML:<Identity Name="Microsoft.CoolWindowsStoreApp" ProcessorArchitecture="x86" Publisher="CN=Microsoft Corporation" /> PropertiesThe Properties section of the app manifest contains the fields in the following table.FieldDescriptionPublisherDisplayNameThis string gets populated differently in the following scenarios:By default, the value of this field is your user name.If you associate the app with the Store or you invoke the Create App Package command and sign in with a developer account, the value of this field matches the PublisherDisplayName string that’s associated with your developer account.If you invoke the Create App Package command but don't sign in with a developer account, the value of this field is your user name, unless you specify otherwise.DisplayNameThis string gets populated differently in the following scenarios:By default, the value of this field is the name of the project.If you associate the app with the Store or you invoke the Create App Package command and sign in with a developer account, the value of this field is populated according to the following rules:If you specify this value in the source manifest and the value starts with @ (which indicates that you want to localize this value), the value of this field will match what you specified.If the selected app has only one name, the value will be that name.If the selected app has multiple names but the source manifest isn’t localized:If the display name in the source manifest matches any name that’s reserved, the value is set to that name.Otherwise, the value is set to the first reserved name.If you invoke the Create App Package command but don't sign in with a developer account, the value of this field is taken from the source manifest.ApplicationA app manifest can contain multiple <application> elements, each of which has a display name that appears on the tile in the client. The Application section of the app manifest contains the fields in the following table.FieldDescriptionDisplayNameThis string gets populated differently in the following scenarios:By default, the value of this field is the name of the project.If you associate the app with the Store or you invoke the Create App Package command and sign in with a developer account, the value of this field is the app name for the selected app if the /Properties[@DisplayName] and the /Applications/Application[@DisplayName] in the source manifest match. Otherwise, the value remains the same as in the source manifest.If you invoke the Create App Package command but don't sign in with a developer account, the value of this field is the same as in the source manifest.ExecutableThe value of this field is the output name of the project assembly. The Executable token $targetnametoken$.exe that's used in the source manifest file (package.appxmanifest) is replaced with the actual file name when the manifest is built.PackageDependenciesThe PackageDependencies section contains all the Windows component library dependencies for this package. For example, if your project has a reference to the WinJS, Visual Studio retrieves the package identity information of the dependencies when the manifest is generated. Visual Studio then populates this section with the Name and MinVersion fields for each dependent package.Windows RunTime Registration ExtensionsYou can implement Windows RunTime components for your apps, but you must register those components with the operating system for them to run correctly. To register a Windows RunTime component, you must put the registration information in the WinMD files and in the app manifest. If a project implements a Windows RunTime component, the build output of the project will contain a WinMD file. Visual Studio extracts the Windows RunTime registration information from the WinMD file and generates the appropriate Extensions elements in the app manifest.The system supports two forms of servers: .dll servers (in-process) and .exe servers (out-of-process). These servers require similar but different registration information that must be copied into the app manifest. Visual Studio supports generating manifest only for .dll servers, and the DLLServer extension is required to register .dll servers. The following values in the app manifest are taken from the WinMD files to construct the DLLServer Extension:DllPathActivatableClassIdThreadingModelActivatableClass (ActivatableClassId attribute)Here's an example of the output XML:<extension category=”Microsoft.Windows.ActivatableClass”> <dllServer> <dllPath>Fabrikam.dll</dllPath> <activatableClass activatableClassId="Fabrikam.MyClass" threadingModel="sta" /> </dllServer> </extension>ResourcesThe Resources section contains an entry for each language that the application supports. You must have at least one Resource language specified in the app manifest. Visual Studio automatically generates the list of supported languages based on the localization information in the project. The Resource Language token "x-generate" that's used in the source manifest file (package.appxmanifest) is replaced with the actual language code when the manifest is built. Here's an example of the output XML:<Resources> <Resource Language=”en-us”> <Resource Language=”fr-fr”> </Resources>The first entry in the list is the default language for the app.PrerequisitesThe Prerequisites section contains the following fields:OSMinVersionOSMaxVersionTestedBoth elements are populated from MSBuild properties (AppxOSMinVersion and AppxOSMaxVersionTested, respectively). The default value for both elements is 6.3.0.Packaging your app using Visual Studio
Mostrar:
© 2017 Microsoft