Windows Dev Center

Trabalhar com entradas e controles no jogo em DirectX

Aprenda como desenvolver métodos e controles de entrada em seu jogo com DirectX.

Os controles constituem a parte mais importante do design e desenvolvimento de jogos. Você pode criar as imagens mais belas na tela, acompanhadas pela música mais atraente... Sem controles, tudo o que você tem é um filme. Os controles que você desenvolve definem seu jogo e permitem que os jogadores participem do mundo que você criou. Seus controles não devem somente estabelecer parâmetros para as regras do jogo, mas devem representar essas regras de forma natural e intuitiva.

Os jogos da Store permitem incorporar uma ampla variedade de controles compatíveis com a plataforma; por exemplo, controles de toque para telas de toque de slates ou quiosques, ou acelerômetros e inclinômetros para entrada habilitada por movimento. Logicamente, sempre é possível usar um controlador do Xbox 360 ou o mouse e o teclado.

Considerações de design

A maioria dos gêneros de jogos têm modelos de controles bem parametrizados que os jogadores esperam encontrar quando iniciam o jogo, com um conjunto comum de metáforas, abstrações e comportamentos. Por exemplo, a maioria dos jogos imersivos em primeira pessoa implementam a configuração de controle duplo de movimento/visão, com um controle para movimentação de câmera no plano x-z e outro movendo o ponteiro de visão no plano x-y. Um jogo de estratégia em tempo real depende muito de teclas de atalho para as diversas ações individuais que são acionadas na HUD e no movimento panorâmico da câmera com base no mouse ou em toque. Além disso, um jogo tradicional de labirinto com bolinhas deve definitivamente usar um acelerômetro, inclinômetro e giroscópio.

Com títulos mais novos ou originais, que não têm muita inspiração nos gêneros existentes, é uma boa ideia mapear a entrada e os controles do usuário para a metáfora mais natural na plataforma. Os comportamentos binários, como puxar um gatilho ou definir um valor, são mais bem manipulados com entradas binárias: pressionar um botão ou tecla, clicar com o mouse e tocar a tela. Os comportamentos análogos, como fazer uma curva com um carro, mover uma câmera ou brandir uma espada, podem ser mais naturais ou divertidos usando entradas específicas de movimentos, desde deslizar o mouse até passar o deado para inclinar um acelerômetro ou girômetro. Faça com que a entrada corresponda ao comportamento na tela.

O uso de sensores específicos de plataformas pode fazer com que seu jogo se destaque na Loja do Windows e pode ajudar a deixar os jogadores empolgados com seus novos dispositivos por meio do uso eficiente de métodos de entrada novos e interessantes. Por exemplo, os jogos de realidade aumentada podem usar câmeras e sensores híbridos para projetar uma nova visão do mundo real por meio da tela do jogo e alterar a jogabilidade com base nos arredores do usuário ou no contexto do mundo real.

Em última análise, a entrada e os controles de seu jogo serão o teste do nível de êxito da mecânica do jogo com relação à compreensão dela pelo jogador. Muitas vezes, eles são o fator mais importante no sucesso comercial do jogo. Ter bons gráficos e sons é algo maravilhoso, mas é a experiência de jogo, ou seja, o relacionamento entre jogador e jogo, que faz com que os jogadores voltem.

Introdução

Veja mais informações para ajudá-lo a desenvolver estilos de controles e métodos de entrada comuns para seu jogo.

Nesta seção

TópicoDescrição

Tutorial: adicionar controles de toque a seu jogo em DirectX

Aprenda como adicionar controles de toque básicos ao seu jogo em C++ da Loja com DirectX. Mostraremos como adicionar controles baseados em toque para mover uma câmera com plano fixo em um ambiente Direct3D, no qual arrastar com o dedo ou a caneta muda a perspectiva da câmera.

Tutorial: adicionar controles move-look ao seu jogo DirectX

Aprenda como adicionar controles move-look tradicionais usando o mouse e o teclado ao seu jogo DirectX.

 

Para obter ajuda relativa à adição de suporte a controles do Xbox 360 em seu jogo, leia a documentação do XInput.

Referência

 

 

Mostrar:
© 2015 Microsoft