Windows Dev Center

Aplicativos médicos: pacientes internados

O manual de ideias de aplicativos para pacientes internados em hospitais mostra como os hospitais podem usar aplicativos do Windows 8.1 para cuidar de pacientes durante longos períodos de internação. Uma experiência informativa e interessante pode reduzir a ansiedade do paciente durante momentos difíceis.

Você pode obter inspiração para o design do seu próprio aplicativo para pacientes internados examinando os casos de uso deste tópico e vendo como a linguagem de design da Microsoft é utilizada no aplicativo.

Código de exemplo disponível: para ver o código do manual de ideias de aplicativos para pacientes internados em hospitais, confira o aplicativo para pacientes internados.

Cenários de aplicativo médico

O aplicativo para pacientes internados em hospitais descrito neste tópico usa recursos de design da Microsoft para fornecer informações e entretenimento, bem como facilitar interações entre o paciente e a equipe do hospital.

InformarInteragir
imagem do raio-x de um pacienteimagem de um paciente usando o aplicativo para pacientes internados

 

Informar

Você pode usar a linguagem de design da Microsoft para organizar dados e exibi-los ao usuário, permitindo que ele solicite detalhes, faça perguntas, dê opiniões e planeje atividades.

Sarah, recém-formada na faculdade, deu entrada no hospital com uma série de sintomas. Ela recebe um tablet com Windows 8.1 e com o aplicativo para pacientes internados. Sarah pode usar o aplicativo para se instruir sobre o curso do tratamento e garantir uma experiência confortável durante a internação. Primeiro, ela deseja examinar o registro de internações e se familiarizar com os tratamentos pendentes.

imagem de um paciente usando o aplicativo para pacientes internados

O tratamento de pacientes durante a internação é gerenciado por equipes profissionais. Elas são compostas de muitas pessoas vindas de diversas áreas de conhecimento. Sarah usa o aplicativo para pacientes internados para ver informações sobre os especialistas de sua equipe.

imagem da lista de uma equipe do hospital

Sarah está apreensiva com o procedimento pendente. Ela pode aprender sobre sua condição clínica e o procedimento usando o aplicativo para pacientes internados e as imagens e ferramentas de pesquisa disponíveis.

imagem de uma lista de imagens de raio-x disponíveis

O cirurgião chega para examinar a condição clínica e responder a perguntas. Ele usa o aplicativo para pacientes internados para examinar diversos raios-x e ressonâncias magnéticas com Sara, o que ajuda a explicar o escopo da lesão.

imagem do raio-x de um paciente

Sarah tem muitas perguntas. O cirurgião acredita que adicionar algumas anotações e diagramas aos raios-x ajudaria Sarah a compreender melhor a lesão e as próximas etapas corretivas. Ele usa as funções de anotação do aplicativo para pacientes internados para adicionar comentários às imagens da paciente.

imagem do raio-x de um paciente com anotações

A cirurgia é um sucesso, e Sarah dá início à sua recuperação. Ela deve tomar analgésicos e utilizar alguns outros medicamentos. Sarah pode solicitar mais analgésicos quando necessário usando o aplicativo para pacientes internados.

imagem de uma lista com remédios prescritos e disponíveis

 

Cenário de resumo das informações

Neste cenário, vemos casos de uso que tiram proveito dos seguintes elementos de design:

  • Você pode associar os dados a layouts personalizados para criar uma exibição atraente do conteúdo.
  • Você pode adicionar interações por caneta para fazer anotações em imagens e outros objetos do aplicativo.

Para saber mais sobre vinculação de dados e entrada por caneta, veja:

Interagir

Você pode usar a linguagem de design da Microsoft para criar uma experiência interessante e envolvente no aplicativo.

Sarah usa os diversos recursos de entretenimento do aplicativo para pacientes internados para passar o tempo e entrar em contato com família e amigos durante a internação.

imagem de um paciente usando o aplicativo para pacientes internados

Sarah continua a se recuperar bem. Ela decide dar as boas notícias a amigos e à família. Usando o aplicativo Skype e o redimensionamento de janelas, ela pode falar com família e amigos enquanto consulta informações da ficha médica.

imagem de janelas de um aplicativo estreito

Sarah recebe boas notícias. Sua equipe decidiu dar-lhe alta. Sarah opta por dar sua opinião sobre a internação usando o aplicativo para pacientes internados. Ela compartilha os resultados da pesquisa usando Compartilhamento.

imagem de um paciente dando sua opinião

 

Cenário de resumo da interação

Neste cenário, vemos casos de uso que tiram proveito dos seguintes elementos de design:

  • Um aplicativo que funciona bem com janelas estreitas permite que os usuários aumentem o envolvimento com ele.
  • É possível converter seu conteúdo em uma origem de Compartilhamento, e o Windows conecta você a outros aplicativos, email e redes sociais.
  • Você pode transformar seu aplicativo em um destino de Compartilhamento e receber conteúdo, links ou qualquer outro tipo de dados estruturados.

Para saber mais sobre o modo de exibição estreito e o contrato de Compartilhamento, veja:

Para auxiliá-lo a escolher qual o melhor navegador para o seu aplicativo, acesse Tipos de navegadores.

Acesse o Padrão de navegador simples atualmente em uso na seção Características para Aplicativos, da série do início ao fim.

Tópicos relacionados

Conheça os aplicativos da Windows Store
Diretrizes de UX para aplicativos da Windows Store
Aplicativo para pacientes internados em hospital
Visão geral de vinculação de dados
Exemplo de vinculação de dados (C#/VB/C++)
Vinculação de dados declarativa (JavaScript)
Vinculação de dados programática (JavaScript)
Respondendo a interações com caneta
Entrada: amostra de tinta
Orientação para tamanhos de janelas
Orientação para layouts estreitos
Orientação sobre compartilhamento
Exemplo de fonte de compartilhamento
Exemplo de destino de compartilhamento

 

 

Mostrar:
© 2015 Microsoft