Backups diferenciais de bancos de dados

Backups diferenciais de bancos de dados

Um backup de banco de dados diferencial registra apenas os dados que mudaram desde o último backup de banco de dados completo. Esse backup cheio é chamado base diferencial. Backups de banco de dados de diferencial são menores e mais rápidos do que backups de banco de dados completos. Isso economiza tempo de backup a custa de complexidade aumentada. Para bancos de dados grandes, backups diferenciais podem ocorrer a intervalos mais curtos do que backups de banco de dados. Isso reduz a exposição da perda de trabalho.

Backups de banco de dados de diferencial são especialmente úteis se um subconjunto de um banco de dados é modificado mais freqüentemente do que o restante do banco de dados. Nesses casos, backups de banco de dados de diferencial lhe permitem fazer backup freqüentemente sem a sobrecarga de backups de banco de dados completos.

ObservaçãoObservação

Backups diferenciais de um banco de dados de leitura/escrita operam corretamente mesmo se um dos grupos de arquivos for somente leitura quando a base diferencial foi criada. Assim como com qualquer backup diferencial de um banco de dados de leitura/escrita, o Mecanismo de Banco de Dados registra a base diferencial no arquivo primário.

Para bancos de dados grandes, um backup de banco de dados completo exige espaço em disco significativo. Para economizar tempo e espaço em disco, pode-se seguir um backup de banco de dados completo com uma série de backups diferenciais. Cada backup de banco de dados de diferencial sucessivo é maior do que seu antecessor, exigindo mais tempo, espaço e tempo de restauração de backup. Portanto, recomendamos que você faça um novo backup completo em intervalos adequados para fornecer uma base diferencial nova.

Como prática recomendada, ao usar backups de banco de dados de diferencial, recomendamos a consulta das seguintes diretrizes:

  1. Depois de um backup de banco de dados completo, agende backups de banco de dados diferenciais periodicamente. Por exemplo, pode-se fazer um backup de banco de dados diferencial a cada quatro horas ou, para sistemas altamente ativos, até mesmo com mais freqüência.

  2. Com intervalos que não deixem seus backups diferenciais muito grandes, agende novos backups de banco de dados completos. Por exemplo, pode-se fazer um backup de todo o banco de dados uma vez por semana.

ObservaçãoObservação

Seguindo o modelo de recuperação completa, também deve-se programar backups de log de transações. Recomendamos que você faça backups de log com mais freqüência do que backups de banco de dados de diferencial. Para obter mais informações, consulte Trabalhando com backups de log de transações.

Segundo o modelo de recuperação simples, exposição da perda de trabalho entre backups aumenta com o passar do tempo. A ilustração a seguir mostra uma estratégia de backup que reduz exposição da perda de trabalho usando backups de banco de dados complementados por backups de banco de dados diferencial. Após o primeiro backup de banco de dados, uma série de três backups diferenciais é realizada. O terceiro backup diferencial é grande o bastante para que o próximo backup seja um backup de banco de dados. Esse backup de banco de dados estabelece uma base diferencial nova.

Backups diferenciais e completos de bancos de dados

Com modelos de recuperação completa e bulk-logged, os backups de banco de dados diferencial minimizam o tempo necessário para efetuar roll forward de backups de log de transações quando da restauração de um banco de dados. Um backup de banco de dados diferencial restaura o banco de dados para quando o backup diferencial foi completado.

A ilustração a seguir mostra uma estratégia de backup que complementa backups de banco de dados completos com backups de banco de dados diferenciais e mostra também uma série de backups de log rotineiros. A presença de backups de log de transações reduz a exposição da perda de trabalho potencial para o momento seguinte ao backup de log mais recente. Após o primeiro backup de banco de dados, uma série de três backups diferenciais é realizada. O terceiro backup diferencial é grande o bastante para que o próximo backup seja um backup de banco de dados completo. Esse backup de banco de dados completo estabelece uma base diferencial nova.

Backups completos & diferenciais de bancos de dados & backups de log

Antes do primeiro backup de banco de dados nessa ilustração, o banco de dados é exposto à perda de trabalho potencial (de t0 a t1). Feito isso, backups de log rotineiros reduzem a exposição da perda de trabalho ao risco de perder alterações feitas depois do último backup de log (em t14). No caso de uma falha de disco, o administrador de banco de dados deve tentar, imediatamente, fazer um backup do log ativo (a parte final do log). Se esse backup do final do log for bem-sucedido, o banco de dados poderá ser restaurado até o momento da falha.

ObservaçãoObservação

Os backups de log de transações lhe permitem fazer a recuperação até o momento da falha. Para obter mais informações, consulte Restaurando um banco de dados para um ponto em um backup.

A sintaxe BACKUP exigida para a criação de um backup de banco dados de diferencial é:

BACKUP DATABASE database_name TO <backup_device> WITH DIFFERENTIAL

Para criar um backup de banco de dados diferencial

ObservaçãoObservação

Para obter mais informações sobre como usar backups diferenciais, inclusive práticas recomendadas, consulte Usando backups diferenciais .

Para agendar trabalhos de backup

Antes de você restaurar um backup diferencial, é necessário restaurar sua base. Ao enviar uma série de diferenciais completos para uma base determinada, você terá de restaurar apenas a base e o diferencial mais recente no momento da restauração. Para obter mais informações, consulte Executando uma restauração completa de banco de dados (modelo de recuperação simples) ou Executando uma restauração completa de banco de dados (modelo de recuperação completa).

Observação importanteImportante

Recomendamos que você mantenha todos os backups diferenciais que criar, enquanto mantiver a base. Se o backup diferencial mais recente for danificado, será possível usar um diferencial anterior para restaurar o banco de dados.

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
Mostrar:
© 2016 Microsoft