Esta página foi útil?
Seus comentários sobre este conteúdo são importantes. Queremos saber sua opinião.
Comentários adicionais?
1500 caracteres restantes
Biblioteca MSDN

Planejando sua implementação do Traffic Manager

Atualizado: julho de 2013

[Este tópico contém conteúdo preliminar da versão de visualização do Gerenciador de Tráfego do Microsoft Azure. Para começar a usar esse recurso, vá para Gerenciador de Tráfego no Portal de Gerenciamento do Microsoft Azure.]

Você pode usar o Windows Azure Traffic Manager para controlar a distribuição do tráfego do usuário para serviços de nuvem similares em execução no mesmo data center ou em data centers diferentes pelo mundo. Talvez você queira enviar tráfego ao melhor data center para obter desempenho, continuidade de negócios, preço, conformidade, propósitos jurídicos ou fiscais.

O Traffic Manager funciona aplicando um mecanismo de política inteligente às consultas DNS nos seus nomes de domínio. A Figura 1 (abaixo) descreve o seguinte:

  • Fluxo de tráfego conceitual – um fluxo do tráfego do usuário de um ponto de vista conceitual. Para obter mais informações sobre o fluxo real, consulte Traffic Manager Overview.

  • As etapas para criar uma política e um domínio ativos do Traffic Manager – os números mostram a ordem que você deve seguir para criar uma política e um domínio funcionais do Traffic Manager.

Como definir o Gerenciador de Tráfego

Figura 1

As etapas numeradas a seguir abaixo estão alinhadas com as etapas na Figura 1. Essas etapas podem ser executadas em uma ordem ligeiramente diferente quando você tem uma compreensão sólida da configurações do Traffic Manager e as práticas recomendadas.

Para criar um perfil e um domínio do Traffic Manager (etapas básicas de alto nível):

  1. Implante seus serviços de nuvem no ambiente de produção. Quando você cria um perfil, é preciso associá-lo a uma assinatura. Desse modo, é possível adicionar os pontos de extremidade de serviço em produção que fazem parte da mesma assinatura. Se um serviço de nuvem não estiver em um ambiente de produção do Windows Azure ou na mesma assinatura, ele não estará disponível para adição. Para obter mais informações, consulte Práticas recomendadas do Traffic Manager para serviços de nuvem, monitoramento e políticas e Plataforma Windows Azure. Para obter mais informações sobre serviços de nuvem, consulte Serviços de nuvem (serviços hospedados).

  2. Escolha o método de balanceamento de carga que você quer usar. Três métodos diferentes de balanceamento de carga estão disponíveis. É importante entender cada uma dessas opções. Para obter mais informações sobre os métodos de balanceamento de carga, consulte About Traffic Manager Load Balancing Methods.

  3. Escolha a configuração de monitoração que você quer usar. O Traffic Manager monitora serviços de nuvem para garantir que eles fiquem online, independentemente do método de balanceamento de carga. Ele não envia tráfego para serviços de nuvem que estejam offline de acordo com o sistema de monitoramento a menos que detectar que todos os serviços estejam offline ou não possam detectar o status de nenhum dos serviços contidos na política. Para obter mais informações sobre monitoramento, consulte About Traffic Manager Monitoring e Práticas recomendadas do Traffic Manager para serviços de nuvem, monitoramento e políticas.

  4. Escolha um nome para o Domínio do Traffic Manager. Pense em um nome para seu domínio com um prefixo exclusivo. A segunda parte do domínio é fixa. Para obter mais informações sobre monitoramento, consulte Práticas recomendadas para configurar seus perfis e domínios do Traffic Manager.

  5. Crie seu perfil e configure os parâmetros. Para esta etapa, você usará as informações das etapas 2, 3 3 4 no Portal de Gerenciamento.

  6. Teste a política do Traffic Manager. Verifique se a política e o domínio estão funcionando corretamente. Para obter informações sobre como fazer isso, consulte Testing Traffic Manager Settings.

  7. Aponte o registro do recurso DNS do domínio da sua empresa para a política para ativá-lo. Para obter mais informações, consulte Point a Company Internet Domain to a Traffic Manager Domain.

    Por exemplo, altere o registro do recurso DNS em seus servidores para incluir a linha a seguir, de modo a apontar o domínio da empresa para o domínio do Traffic Manager, conforme descrito na Figura 1:

    www.contoso.com IN CNAME contoso.trafficmanager.net

Consulte também

A Microsoft está realizando uma pesquisa online para saber sua opinião sobre o site do MSDN. Se você optar por participar, a pesquisa online lhe será apresentada quando você sair do site do MSDN.

Deseja participar?
Mostrar:
© 2015 Microsoft