O que são Pontes?

Atualizado: julho de 2015

As pontes são entidades que ajudam na mediação de mensagens. A mediação de mensagens envolve a execução de uma série de etapas de processamento, como decodificação, validação, enriquecimento e transformação da mensagem à medida que ela se desloca da fonte original até o destino. Se considerarmos o padrão ESB no qual os sistemas estão acoplados de forma flexível e se comunicam por meio de mensagens, as pontes podem ser consideradas como uma combinação de uma on-ramp, uma pipeline e uma off-ramp. Veja a seguir as características de pontes fornecidas com a Serviços BizTalk:

  • As pontes são compostas por estágios e atividades em que cada estágio é uma unidade de processamento de mensagem.

  • Cada estágio de uma ponte é atômico, o que significa que uma mensagem completará um estágio ou não. Um estágio pode ser ativado ou desativado, indicando se deve processar uma mensagem ou simplesmente deixá-la passar.

O diagrama a seguir apresenta uma representação visual de como os diferentes estágios de um pipeline são vinculados:

Estágios de uma ponte

Há dois tipos de modelos de pontes –genéricos e específicos. Um modelo genérico é um modelo personalizável e é o ponto de início dos modelos específicos. É possível usar esse modelo para criar uma ponte personalizada que atenda aos seus requisitos. Um modelo específico é um caso especializado do modelo genérico, desenvolvido para um uso específico. Um exemplo de um modelo específico é o modelo ponte XML especializado no processamento de mensagens XML. Essa versão do Serviços BizTalk fornece apenas os modelos de ponte específicos – Ponte unidirecional XML, Ponte de solicitação-resposta XML e Ponte de passagem. Esta seção fornece mais informações sobre essas pontes, incluindo os estágios, usos do modelo, e assim por diante.

Consulte também

Mostrar: