Esta página foi útil?
Seus comentários sobre este conteúdo são importantes. Queremos saber sua opinião.
Comentários adicionais?
1500 caracteres restantes
Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Compilação da linha de comando do Windows Azure

Atualizado: maio de 2015

Você pode criar um pacote para implantação do Windows Azure executando o MSBuild em um prompt de comando. Você pode configurar e definir compilações para depuração, preparo e produção, além da automação de parte do processo de compilação.

Neste tópico

Usando o Microsoft Build Engine (MSBuild), você pode criar produtos em ambientes de laboratório de compilação onde o Visual Studio não esteja instalado. O MSBuild usa um formato XML para arquivos de projeto extensíveis e com total suporte da Microsoft. Nesse formato de arquivo, é possível descrever quais itens devem ser criados para uma ou mais plataformas e configurações.

Você também pode executar o MSBuild em um prompt de comando, e este tópico descreve essa abordagem. Definindo propriedades em um prompt de comando, você pode criar configurações específicas de um projeto. Da mesma forma, você também pode definir os destinos que o comando do MSBuild criará. Para obter mais informações sobre parâmetros de linha de comando e o MSBuild, consulte MSBuild Command Line Reference.

Conforme descrito no procedimento a seguir, você deve primeiro instalar o software e as ferramentas no servidor de compilação para poder criar um pacote do Windows Azure usando o MSBuild:

  1. Instale o .NET Framework 4 ou o .NET Framework 4.5, que inclui o MSBuild.

  2. Instale as ferramentas de criação do Windows Azure.

  3. Copie o arquivo Microsoft.WebApplication.targets de uma instalação do Visual Studio em outro computador.

    O arquivo está localizado no diretório C:\Arquivos de Programas (x86)\MSBuild\Microsoft\Visual Studio\v10.0\WebApplications, e você deve copiá-lo no mesmo diretório no servidor de compilação.

  4. Instale as ferramentas do Windows Azure para Visual Studio.

A maneira mais simples de criar um pacote é executar o MSBuild com a opção /t:Publish. Por padrão, este comando cria um diretório relativo à pasta raiz do projeto, como ProjectDir\bin\Configuration\app.publish\. Quando você cria um projeto do Windows Azure, gera dois arquivos, o próprio arquivo de pacote e o arquivo de configuração de rastreamento:

  • Project.cspkg

  • ServiceConfiguration.TargetProfile.cscfg

Por padrão, cada projeto do Windows Azure inclui um arquivo de configuração de serviço para compilações locais (depuração) e outro para compilações em nuvem (preparo ou produção), mas você pode adicionar ou remover arquivos de configuração de serviço conforme necessário. Ao criar um pacote no Visual Studio, você será solicitado a indicar o arquivo de configuração de serviço a ser incluído junto com o pacote. Quando você cria um pacote usando o MSBuild, o arquivo local da configuração de serviço é incluído por padrão. Para incluir outro arquivo de configuração de serviço, defina a propriedade TargetProfile do comando MSBuild (MSBuild /t:Publish /p:TargetProfile=ProfileName).

Se você quiser usar um diretório alternativo para o pacote e os arquivos de configuração armazenados, defina o caminho usando a opção /p:PublishDir=Directory\, incluindo o separador de barra invertida à direita.

Após a criação do pacote, é possível implantá-lo no Windows Azure. Para obter um tutorial que demonstre esse processo, consulte o site do Windows Azure. Para obter mais informações sobre como automatizar o processo, consulte Continuous Delivery for Cloud Services in Windows Azure.

Mostrar:
© 2015 Microsoft