Alterar a imagem de servidor para uma função VM no Windows Azure

Atualizado: junho de 2011

[O recurso da função VM do Windows Azure está para ser retirado em 15 de maio de 2013. Depois da data de baixa, implantações da função VM serão excluídas. Para avançar com seus aplicativos existentes, você pode usar as Máquinas Virtuais do Windows Azure. Para obter mais informações sobre como usar Máquinas Virtuais para seu aplicativo, consulte Moving from VM Role to Windows Azure Virtual Machines (Mudando de Função VM para Máquinas Virtuais do Windows Azure).

Uma imagem de servidor para uma função VM é composta de um VHD de base e um VHD diferencial opcional. O VHD de base fornece o modelo para a criação de instâncias iniciais da função VM. As alterações são feitas em uma função VM usando um disco diferencial. Um disco diferencial é um disco rígido virtual que você usa para isolar as alterações feitas no sistema operacional armazenando-as em um arquivo separado. Para obter mais informações sobre discos diferenciais, consulte Usando discos diferenciais.

ImportantImportante
Você deve ter acesso ao arquivo VHD de base que foi usado para criar as instâncias iniciais da função VM.

Você pode usar tecnologias padrão de criação de imagem do Windows para criar um disco diferencial. Por exemplo, é possível usar o Gerenciador do Hyper-V para criar o VHD diferencial que será carregado no Windows Azure.

noteObservação
Embora o Hyper-V permita o uso de vários VHDs diferenciais, o Windows Azure permite apenas um VHD diferencial para uma função VM.

Consulte Também

Contribuições da comunidade

Mostrar: