Visão geral do Service Bus para Windows Server 1.1

Atualizado: outubro de 2013

Aplica-se a: Service Bus for Windows Server 1.1

Service Bus for Windows Server é um conjunto de componentes instaláveis ​​que fornece os recursos de mensagens do Windows Azure Service Bus no Windows Server. O Service Bus for Windows Server permite construir, testar e executar aplicativos de acoplamento flexível, voltados para mensagens em ambientes autogerenciados e computadores do desenvolvedor.

O objetivo do Service Bus for Windows Server é fornecer funcionalidades semelhantes entre o Windows Azure e o Windows Server e permitir flexibilidade no desenvolvimento e na implantação de aplicativos. Ele é construído na mesma arquitetura que o serviço de nuvem do Service Bus e fornece funcionalidades de dimensionamento e resiliência. O modelo de programação, suporte de Visual Studio, e APIs expostas para o desenvolvimento de aplicativos é simétrico ao do serviço de nuvem, facilitando o desenvolvimento de aplicativos para ambos, bem como a alternância entre eles. Além disso, a experiência de gerenciamento de entidades no portal de gerenciamento do Azure será consistente entre as versões no local e na nuvem.

Cenários para Service Bus for Windows Server

  • Desenvolver no local, implantar na nuvem. Esta situação comum ajuda desenvolvedores de aplicativos em nuvem a desenvolver e testar aplicativos no local em um ambiente de desenvolvimento que pode ser instalado em um desktop ou laptop. Para suportar os desenvolvedores de nuvem, o Service Bus for Windows Server pode ser instalado em um sistema operacional do cliente (Windows 7 ou 8, 64 bits) e usar as edições SQL Express (SQL Express 2008 R2 SP1 ou superior). Além disso, o Service Bus for Windows Server pode ser configurado para usar contas locais (em vez de contas de domínio) para o desenvolvimento em um computador que não está integrado em um domínio, ou está offline.

  • Implantação flexível. Os fornecedores de software que oferecem suas soluções para uma ampla gama de clientes querem ser capazes de implementar sua solução como um aplicativo em nuvem, ou distribuído a seus clientes para a implantação no local. Da mesma forma, as empresas querem escolher onde implantar o aplicativo. Para dar suporte a esse cenário, o Service Bus for Windows Server oferece simetria com o Windows Azure Service Bus (a oferta do Microsoft PaaS), bem como suporte para IaaS. A simetria inicia com o conjunto de recursos suportados (sistema de mensagens agenciado apenas para esta versão), o mesmo SDK e suporte para uma cadeia de conexão configurável que permite aos clientes mudarem sua opção de implantação sem reconstruir a solução.

  • Publicação/assinatura no local. Para as empresas desenvolver serviços e aplicativos, o Service Bus for Windows Server oferece uma camada MOM (Middleware Orientado a Mensagens), com um rico conjunto de recursos de publicação/assinatura. Para dar suporte a esse cenário, o Service Bus for Windows Server oferece recursos como alta disponibilidade, escalabilidade, autenticação baseada em token do Windows (suporte para Active Directory) e muito mais.

Recursos de mensagens no Service Bus for Windows Server

O Service Bus for Windows Server suporta o mesmo conjunto de recursos do sistema de mensagens agenciado definido como Windows Azure Service Bus. As filas do Service Bus oferecem armazenamento de mensagens confiável e recuperação com uma escolha de protocolos e APIs.

Filas do Service Bus

As filas do Service Bus fornecem carga de nivelamento, permitindo que o receptor da mensagem processe mensagens em seu próprio ritmo. Além disso, as filas do Service Bus fornecem balanceamento de carga por ter vários receptores concorrentes que aceitam mensagens da mesma fila. Para obter mais informações sobre filas do Service Bus, consulte Como usar as filas do Service Bus.

Tópicos do Service Bus

Além dos recursos das filas, os tópicos do Service Bus oferecem funcionalidades completas de publicação/assinatura que permitem que múltiplos assinantes simultâneos obtenham, de forma independente, exibições filtradas ou não do fluxo de mensagem publicado. Para obter mais informações sobre tópicos do Service Bus, consulte Como usar tópicos/assinaturas do Service Bus.

Opções de Implantação e de Capacidade de Gerenciamento do Service Bus para Windows Server

O Service Bus for Windows Server suporta dois métodos de implantação, suportando diferentes cenários.

  • Somente tempo de execução do Service Bus (autônomo): Neste cenário de implantação, há um único administrador que implanta e gerencia o farm do Service Bus e cria namespaces. Todas as operações de gestão são suportadas com comandos do PowerShell e não há nenhuma interface de usuário (com exceção do assistente de configuração do Service Bus para a configuração inicial).

  • Integração do Service Bus com o Windows Azure Pack: Neste cenário de implantação, o administrador gerencia o Service Bus usando o portal do Windows Azure Pack, implantando e gerenciando o farm real (nuvem). Os locatários do Service Bus também usam o portal para criar namespaces e entidades de mensagens. A experiência do portal é semelhante à do Azure.

Use a implantação do Service Bus autônoma (sem portal) quando existe um único locatário que gerencia os recursos do Service Bus usando os cmdlets do PowerShell e as APIs do Service Bus.

Use a integração do Service Bus com o Windows Azure Pack em situações em que você quer uma experiência de gestão semelhante à nuvem, ou quando você deseja expor um pouco da experiência de gestão para seus locatários. A integração do Service Bus com o Windows Azure Pack também suporta o gerenciamento de vários farms do Service Bus (nuvens) de um único portal. Isso às vezes é o caso de grandes empresas ou hosters que querem oferecer recursos (mensagens) para vários clientes (equipes diferentes em uma empresa ou para hosters, diferentes empresas).

Decidir se deseja implantar o Service Bus em um ambiente gerenciado ou não gerenciado impacta em etapas de implantação. Para obter mais informações, consulte o guia Introdução ao Service Bus para Windows Server 1.1.

noteObservação
O Service Bus for Windows Server 1.0 oferecia somente Service Bus não gerenciado. A integração do Windows Azure Pack é uma nova adição à versão do Service Bus for Windows Server 1.1.

Para obter mais informações sobre Windows Azure Pack, vá aqui.

A tabela a seguir captura as principais diferenças entre as duas alternativas.

 

Área Somente tempo de execução do Service Bus Integração do Service Bus com o Windows Azure Pack

Service Bus implantação

Configuração usando WebPI.

Configuração usando o assistente de configuração ou o PowerShell.

  • Configuração usando WebPI

  • Configuração usando o assistente de configuração ou o PowerShell.

  • Ao criar um farm, especifique as credenciais usadas pelo portal de gestão.

Criar uma oferta (um plano) do Service Bus

Não suportado.

  • Usando o portal de administradores do Windows Azure Pack, crie um plano que oferece o Service Bus (ao lado de outros recursos, tais como gestão VM).

Criação do namespace

O administrador do farm cria namespaces e atribui proprietários.

  • Uma vez que um administrador cria um plano, os locatários podem entrar no portal do locatário do Windows Azure Pack e criar assinaturas usando o plano.

  • Uma vez que uma assinatura é criada, o locatário pode criar um namespace do Service Bus usando o portal do Windows Azure Pack.

Service Bus gerenciamento de entidades

Usando o SDK do Service Bus (com base em .NET ou REST).

  • Uma vez que um namespace é criado, os locatários podem usar o portal do Windows Azure Pack para criar entidades do Service Bus (filas, tópicos e assinaturas), semelhante ao Azure.

  • Observação: Você ainda pode usar o SDK do Service Bus.

Suportando diversos farms.

Cada farm é gerenciado separadamente.

  • Um portal único do Windows Azure Pack pode suportar vários farms do Service Bus for Windows Server.

  • Os locatários podem criar várias assinaturas utilizando os recursos de vários farms tudo dentro de um único portal de locatários do Windows Azure Pack.

Recursos da plataforma no Service Bus for Windows Server

O Service Bus for Windows Server fornece uma plataforma de mensagens para aplicativos empresariais com uma topologia de farm de vários hosts que fornece escala e alta disponibilidade. A plataforma é baseada no Windows Server e no Microsoft SQL Server. Os desenvolvedores que desejam um ambiente de desenvolvimento leve podem instalar o Service Bus for Windows Server nos sistemas de operação do cliente Windows (64 bits) e Microsoft SQL Express.

Você pode implantar o Service Bus for Windows Server em um ambiente hospedado como os computadores virtuais do Azure usando um banco de dados do Microsoft SQL Server hospedado, ou Banco de dados do SQL do Windows Azure (IaaS). Para obter mais informações sobre plataformas suportadas, consulte Supported Topologies.

Comparando Service Bus for Windows Server com Windows Azure Service Bus

Embora exista simetria entre Service Bus for Windows Server e Windows Azure Service Bus nos recursos das APIs e de mensagem, existem diferenças entre os dois produtos do Service Bus.

  • Com relação à capacidade de gerenciamento, em um ambiente de Plataforma como um serviço (Windows Azure) hospedada, o fornecedor PaaS (Microsoft) fornece o gerenciamento. Com o Service Bus for Windows Server, o administrador local implanta, garante, escala e monitora o farm do Service Bus for Windows Server.

  • Tanto no Windows Azure quanto no Windows Server, o Service Bus requer tokens de acesso para autorizar o acesso às suas entidades de mensagens. Ambos compartilham o esquema de autenticação de Shared Access Secrets (SAS) para namespaces e entidades do Service Bus (filas e tópicos). No entanto, no Windows Azure, o Service Bus também suporta o Acess Control do Active Directory do Windows Azure (também conhecido como Access Control Service ou ACS), que não está disponível no Windows Server. No entanto, no Windows Server, o Service Bus suporta autenticação integrada no Windows (usuários ingressados em um domínio e grupos de usuários do Active Directory), que não estão disponíveis no Azure.

  • Enquanto quotas e outras configurações de tempo de execução são fixadas no Windows Azure Service Bus, com o Service Bus for Windows Server, um administrador pode alterar essas configurações e personalizar o farm do Service Bus for Windows Server.

  • O esquema de endereçamento é fixado no Windows Azure Service Bus. Em outras palavras, todos os pontos de extremidade têm a pós-fixação do Service Bus adicionada à URL. Com o Service Bus for Windows Server, você pode usar o nome de domínio totalmente qualificado (FQDN) dos hosts, ou uma entrada DNS mapeada representando seu serviço.


Data de criação:

2014-04-18

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
Mostrar: