Visual Studio.NET

Visual Studio.NET: a plataforma de todo o ciclo de vida de aplicações.

Obs.: algumas características poderão não estar sendo oferecidas no Visual Studio.NET Beta 2 publicamente disponível.

A Microsoft oferece um conjunto de ferramentas de desenvolvimento de alta produtividade, com foco na fase de criação do código do ciclo de vida de uma aplicação. Com o lançamento do Microsoft Visual Studio 97, este foco teve início, através de uma perspectiva mais ampla do ciclo de vida de uma aplicação, incluindo suporte para análise, design e desenvolvimento baseado em equipes. Agora, com o Visual Studio,NET a Microsoft oferece novas características de ciclo de vida voltadas à corporação, que permitem que as empresas planejem, organizem, projetem, construam, testem e coordenem as equipes que criam aplicativos e Serviços de Web em XML. Esta apresentação cobre os seguintes tópicos:

  • O design de aplicações e a troca das melhores experiências

  • Frameworks e modelos corporativos

  • Preenchendo os requisitos de negócios

  • A comunicação da arquitetura através da modelagem de software

  • Testando os Serviços de Web e os aplicativos XML

Além disso, o Visual Studio.NET lança uma plataforma de ciclo de vida ampla e aberta, que favorece com que o ambiente de desenvolvimento integrado (IDE - integrated development environment) do Visual Studio se integre com uma grande quantidade de ferramentas líderes de mercado, melhorando ainda mais a produtividade do desenvolvedor.

Os pontos altos das características de ciclo de vida do Visual Studio.NET incluem:

  • Ferramentas de design dos principais bancos de dados do mercado, que transcendem a modelagem conceitual, lógica e física.

  • Suporte total aos modelos de software mais usados do mercado.

  • Uma nova linguagem baseada em XML voltada à especificação das políticas e orientações da arquitetura.

  • Ferramentas de testes funcionais para os Serviços de Web e aplicações em XML.

  • Ferramentas integradas para testes de carga e stress.

  • Ferramentas visuais de análise para a identificação de gargalos nas aplicações.

  • Recursos automatizados de testes de regressão

  • Componentes reutilizáveis do framework

  • Controle integrado do código-fonte.

Algumas dessas funções estão descritas abaixo. Para mais informações sobre os recursos empresariais, procure o site Visual Studio.NET Enterprise Life-Cycle Features.

O design de aplicações e a troca das melhores experiências

Uma das mais importantes maneiras de uma empresa garantir o sucesso de suas aplicações é seu cuidadoso design antes do início do processo de codificação. Em condições ideais, uma organização deveria destacar seus profissionais mais experientes para liderar esta fase. Entretanto, a maioria das organizações não possui um número significativo de profissionais sênior que tenham a experiência necessária para conduzir essa tarefa, e encontra dificuldades no recrutamento de profissionais para esta etapa de design através de todas as equipes de desenvolvimento que estejam com projetos em andamento na empresa. Muitas empresas tentaram prover os recursos necessários de design produzindo extensos documentos com orientações ou políticas de arquitetura que são distribuídos às equipes de desenvolvimento para uso em projetos individuais. O resultado deste tipo de abordagem raramente obtém sucesso. Os desenvolvedores consideram estes documentos antiquados e impositivos, e acabam por não utilizá-los.

Para ajudar seus clientes na solução deste problema, a Microsoft apresenta agora seus frameworks e modelos corporativos, um conjunto inovador de serviços e recursos que fornece às empresas as necessárias orientações de arquitetura dentro do Visual Sudio.NET IDE. Além disso, o Visual Studio.NET oferece recursos de modelagem de ponta-a-ponta, favorecendo com que o maior número de profissionais de desenvolvimento de uma empresa participe do processo de design.

Frameworks e modelos corporativos

Os frameworks e modelos corporativos oferecem a infra-estrutura e o conteúdo necessários para oferecer todas as orientações sobre arquitetura a uma empresa de desenvolvimento.

  • Os modelos oferecem serviços de infra-estrutura para a definição e a comunicação da política de desenvolvimento e da arquitetura, sendo totalmente extensíveis e personalizáveis pelos clientes e por terceiros.

  • Os frameworks trazem componentes reutilizáveis para tarefas comuns de desenvolvimento, assim como aplicativos de referência extraídos da vida real para ilustrar conceitos e decisões de arquitetura, através do uso de uma ampla gama de tecnologias Microsoft.

Os modelos foram construídos em torno de um novo tipo de projeto existente no Visual Studio.NET, que inclui uma linguagem baseada em XML (Linguagem de descrição de modelos ou Template Description Language) que descreve a política de desenvolvimento. Os modelos permitem que os clientes forneçam a seus desenvolvedores um ponto de partida para suas aplicações, além de fornecer as opções de tecnologia adequadas que foram delineadas na política de desenvolvimento definida pelo grupo de desenvolvedores sênior e pela equipe de arquitetura. Os desenvolvedores consideram muito mais fácil a construção de aplicações que seguem as orientações especificadas. Os Frameworks incluem componentes comuns, reutilizáveis, que os desenvolvedores podem utilizar para simplificar a implementação de complexas funcionalidades. A Microsoft estará continuamente desenvolvendo frameworks e publicando-os periodicamente na Web. Assim, os desenvolvedores não terão que aguardar o lançamento de novos releases ou versões do Visual Studio.NET para beneficiar-se dos novos componentes. O primeiro destes componentes de framework irá simplificar a administração e instrumentação de aplicações, reduzindo as necessidades de desenvolvimento a uma única interface de programação de aplicações (API).

Preenchendo os requisitos de negócios

Uma forma de garantir que um aplicativo atenda aos requisitos de negócios é através do envolvimento dos profissionais realmente engajados com os processos comerciais na empresa, durante a fase de design de uma aplicação. Historicamente, o envolvimento dos especialistas em negócios limitava-se a uma lista de requisitos de alto nível, que era depois traduzida pelos desenvolvedores em uma aplicação.

Com o Visual Studio.NET, a Microsoft traz novos níveis de produtividade ao ciclo de vida de uma aplicação, envolvendo o especialista em negócios diretamente no processo de design desta aplicação. Um conjunto de recursos conceituais de modelagem permite que o design de um banco de dados se inicie através de simples colocações factuais do tipo "um funcionário tem um telefone". A capacidade de envolver o especialista de negócios no processo de design irá aumentar a chance de que uma aplicação vá ao encontro das necessidades de negócios de uma corporação.

A comunicação da arquitetura através da modelagem de software

Durante o ciclo de vida de uma aplicação ocorre a interação e a comunicação de vários profissionais, de diferentes origens técnicas, para que a criação desta aplicação tenha sucesso. Os comunicadores profissionais sabem que a comunicação será mais bem compreendida se ela for apresentada em mais de uma forma e através de mais de um meio de comunicação. Este princípio também vale para a comunicação da arquitetura de uma aplicação. Além de oferecer os documentos, o framework corporativo e as características dos modelos, o Visual Studio.NET traz outro mecanismo para a especificação e a comunicação de sua arquitetura: a modelagem de software, padrão da indústria.

A modelagem de software permite a um analista de arquitetura de software ou de processos de negócios apresentar visualmente a arquitetura, o workflow e os cenários de sua aplicação. Acrescentando à documentação alguns diagramas e outras formas de comunicação, as equipes de desenvolvimento poderão compreender com mais facilidade como as várias peças de uma aplicação complexa se encaixam, melhorando incrivelmente a eficiência de seu processo de desenvolvimento.

Testando os Serviços de Web e os aplicativos XML

Vários estudos já apontaram que, quando um erro é encontrado depois que uma determinada etapa do processo é encerrada, o custo de consertá-lo aumenta significativamente. Por isso, e pela complexidade e as severas exigências de uma aplicação, os clientes têm exigido alguns recursos que suportem a execução de testes através de todo o ciclo de vida de uma aplicação.

Alguns dos erros mais caros originaram-se da construção de aplicações que não atendiam aos requisitos de escalabilidade, performance ou funcionalidade. O Visual Studio.NET oferece um grande número de recursos que ajudam os clientes a identificar erros no estágio mais preliminar possível. Esses recursos incluem um conjunto de poderosas ferramentas de testes de performance e escalabilidade e rigorosos testes de funcionalidade.

Para simplificar os testes dos Serviços de Web, o Visual Studio.NET gera, automaticamente, um formulário de teste que pode ser facilmente usado em conjunto com as ferramentas de teste de performance e funcionalidade. O Visual Studio.NET oferece também ferramentas visuais de análise que identificam gargalos nas aplicações distribuídas, permitindo testar os aplicativos e Serviços de Web em XML de ponta-a-ponta.

Sumário

Esta breve apresentação sintetiza algumas das características inovadoras que irão contribuir para o sucesso do design, construção, testes e implementação corporativa de Serviços de Web e aplicações em XML. Estes recursos incluem um poderoso conjunto de ferramentas e serviços que permitem que as empresas forneçam às suas equipes de desenvolvimento melhores orientações de arquitetura, comunicação eficiente para os vários times de desenvolvedores e identificação e reparo de erros em tempo hábil dentro do ciclo de vida do desenvolvimento. Os principais benefícios resultam em processos de desenvolvimento mais eficientes, mais previsíveis, criação de aplicações que têm sua manutenção simplificada, resultando em grande economia de tempo e dinheiro para as empresas.

Faça o download deste documento:

· Ciclo de vida

downl.gif  formato Word, compactado - 18 Kb    

Mostrar: