10 Razões para adotar o Visual Studio .NET 2005

Por Renato Haddad

Por Renato Haddad, Microsoft Most Valuable Professional .NET Mobile Devices. Editor da revista MSDN Magazine Brasil, autor de diversos livros e ministra palestras e treinamentos sobre a tecnologia .NET.

O Visual Studio .NET 2005 é a mais nova versão da consagrada ferramenta Visual Studio .NET 2003. O ponto forte de toda a ferramenta é a produtividade e as novas funcionalidades das classes, controles e layout. Saiba as dez principais razões para sua equipe adotar o VS.NET 2005.

1 - Equipe atualizada

Ter uma equipe de desenvolvimento integrada é um grande desafio para toda empresa. Com o VS.NET 2005 você poderá integrar a equipe através do Visual Studio Team System, o qual permitirá controlar todas as atividades, definir classes e gerenciar todas as atividades da equipe.

2 - Layout

Uma das principais mudanças em relação à disposição das diversas janelas na tela é a maneira de mover e posicionar as janelas, aplicar estilos, salvar configurações de todo o Visual Studio em um arquivo para que quando você abrir outro VS.NET em outra máquina, estas configurações sejam mantidas, permitindo assim, personalizar o ambiente de desenvolvimento. Uma das melhores implementações é o uso de Smart Tags, o qual encapsula automaticamente funcionalidades específicas de cada controle.

3 - ADO.NET 2

Aqui as novidades são consideráveis, pois existem novas classes como: DataSet.GetDataReader que retorna uma DataTableReader, proporcionando jogar num DataTable o conteúdo de um DataReader; Cache na tabela, o qual permite atribuir um cache diretamente a uma tabela do SQL Server; Serialização binária. O System.Data.Commom provê DataTable com Enum dos Providers, DataTable com GetSchema DbProviderFactory, DataAdapter.FillLoadOption e a propriedade AcceptChangesDuringUpdate, DataRow com as propriedades SetAdded e SetModified, ReadXml, ReadXmlSchema, WriteXml, WriteXmlSchema, Clear, Clone, Copy, Merge, GetChanges, System.Data.SqlTypes.SqlXml. Enfim, toda a parte de manipulação de XML tornou-se mais fácil por ter classes prontas. Mas, o destaque ocorre por conta de atualizações em Batch, ou seja, você pode determinar que operações como Insert, Delete e Update pode ser feita em Batch em horários que não compromete o desempenho da aplicação.

4 - Códigos

Digitar códigos tornou-se uma atividade simples e rápida. O recurso de snipets auxiliará em blocos prontos padrão de códigos. Isto significa errar menos nas classes, sintaxes prontas e produtividade. Por exemplo, imagine que você queira enviar emails e não sabe qual classe, propriedades e métodos a serem usados. Para isto, basta inserir um snipets de SendMail. Quando você digita uma classe e não sabe a qual namespace pertence, existe um recurso de inserir automaticamente o namespace no using/import. Outra novidade para quem programa em VB.NET é o uso de documentação direto no código através das Tags '''.

5 - ASP.NET 2

Se o ASP.NET 1.1 já é produtivo, a versão 2 é algo inacreditável. Com os novos controles de acesso à dados como GridView, FormView e DetailsView tornaram a criação de páginas e a manutenção de registros extremamente simples, rápida e o melhor, sem nenhum código escrito. Acreditem, cerca de 70% dos códigos digitados no ASP.NET 1.1 deixarão de existir, pois estão encapsulados diretamente nos controles. É importante ressaltar que existem mais de 50 novos controles como: Login, Segurança, TreeView, Themes, etc.

6 - Novos Controles

Para Windows Application, os novos controles deixarão a aplicação mais robusta e com novas funcionalidades transparentes para o usuário. Vejam alguns novos: WebBrowser (permite exibir páginas WEB dentro deste controle), GridView, SoundPlayer, SplitContainer, MaskEdit, ToolStrip, Focus, Document OutLine, WinXP Visual Style,

7 - ClickOnce

Sinceramente, você já precisou instalar aplicações desenvolvidas em .NET? Com certeza é muito fácil, mas é preciso alguns cliques ou criar um aplicativo de instalação. Já no VS.Net 2005, existe o conceito de ClickOnce onde a idéia é instalar qualquer tipo de aplicação apenas com um clique, inclusive toda a parte de configuração de segurança e .NET no cliente ou servidor.

8 - Data Source

Imagine a seguinte situação: você tem 10 páginas ou formulários e precisa fazer acesso a dados em todas as páginas. A novidade é que existe uma janela chamada Data Source, o qual permite criar conexões com fontes de dados, assim como todas as tabelas ou fontes. Tudo o que estiver definido nesta janela você poderá usar em qualquer lugar, exatamente isto, em qualquer formulário ou página. Isto evita ter que definir a mesma conexão e a fonte de dado em todas as páginas. Outra excelente funcionalidade é que é possível armazenar em arquivos de configuração XML todas as strings de conexões com as fontes de dados.

9 - Melhorias no Framework e linguagens

As melhorias no framework são consideráveis, snedo: Generics, coleções de classes, coleção de interfaces, coleções de classes base, classes utilitárias, Reflection, Trace, Listener, compressão e descompressão de arquivos com GZIPStream, Console Application, Localização, Partial Class, métodos Anônimos, Delegates, My., Porta Serial.

10 - Integração total com o VSTO

O Visual Studio Tools for the Microsoft Office System permite desenvolver aplicações em .NET para serem usadas no MS-Office. A linguagem a ser utilizada pode ser em C# ou VB.Net e tudo irá rodar em um ambiente gerenciado. VBA? Esquece isso, agora tudo é em .NET integrado ao MS-Office. Não que o VBA deixará de existir, mas não é possível usar VBA no .NET. Em alguns casos você pode integrar planilhas já existentes que tenham códigos VBA. No entanto, com o .NET você irá manipular os objetos do MS-Office usando todos os recursos e classes nativas no .NET.

 

Bons estudos e lembre-se: No Stress, think VS.NET 2005

Renato Haddad (rehaddad@msn.com) é MVP, editor da revista MSDN Magazine Brasil, ministra treinamentos e palestras sobre .NETe autor de diversos livros e treinamentos em CD multimídia de ASP.NET, SQL Reporting Services, Visual Studio .NET 2003 e Aplicações Móveis para celulares e Pocket PC, tanto no Brasil como em outros países da América Latina.

Mostrar: