VENDAS: 1-800-867-1389

Backup e restauração do Banco de dados SQL do Azure

Atualizado: fevereiro de 2015

O Banco de dados SQL do Microsoft Azure tem backups incorporados para oferecer suporte à Restauração pontual e à Geo-Restore de autoatendimento para as camadas de serviço Basic, Standard e Premium.

 

Camada de serviço Geo-Restore Restauração pontual de autoatendimento Período de retenção do backup Restaurar um banco de dados excluído

Basic

Com suporte*

Com suporte*

7 dias

Com suporte*

Standard

Com suporte*

Com suporte*

14 dias

Com suporte*

Premium

Com suporte*

Com suporte*

35 dias

Com suporte*

Web

Sem suporte

Sem suporte

n/d

n/d

Business

Sem suporte

Sem suporte

n/d

n/d

* Para obter mais informações, consulte Continuidade dos negócios no Banco de dados SQL do Azure

Se você tiver bancos de dados Web ou Business Edition, deverá criar sua própria estratégia de backup. É possível usar o recurso de cópia de banco de dados ou os serviços de Importação e Exportação para criar cópias dos dados e exportar o arquivo para uma conta de armazenamento do Microsoft Azure. Para obter mais informações, consulte Como: Usar cópia de banco de dados (Banco de Dados SQL do Azure) e Como: Usar o Serviço de Importação e Exportação no Banco de Dados SQL do Azure.

ImportantImportante
As Edições Business e Web serão desativadas em setembro de 2015. Para mais informações, consulte Perguntas frequentes sobre a descontinuação das edições Web e Business.

O Banco de dados SQL do Azure automaticamente cria backups de cada banco de dados ativo. A cada hora, um backup é feito e replicado geograficamente para habilitar o objetivo de ponto de recuperação (RPO) de 1 hora para restauração geográfica. Além disso, os backups de log de transações são aplicados a cada 5 minutos para habilitar a restauração pontual.

Armazenamento de backup

O armazenamento de backup é o armazenamento associado aos seus backups automatizados de banco de dados que são usados para Restauração pontual e Geo-Restore. O Banco de dados SQL do Azure oferece até 200% do seu armazenamento máximo de banco de dados provisionado para armazenamento de backup sem custo adicional. Por exemplo, se você tiver um banco de dados na camada de serviço Standard com um tamanho provisionado de 250 GB, receberá 500 GB de armazenamento de backup sem custo adicional. Se seu banco de dados exceder o armazenamento de backup fornecido, você poderá optar por reduzir o período de retenção entrando em contato com o Suporte do Azure ou pagar pelo armazenamento de backup extra, que é cobrado com base na taxa padrão de RA-GRS (Armazenamento Geograficamente Redundante de Acesso de Leitura). Para obter mais informações sobre a cobrança de RA-GRS, consulte Detalhes sobre o preço de armazenamento.

A Restauração pontual é projetada para recuperar um banco de dados para um momento específico no período de retenção do backup com o suporte da camada de serviço do banco de dados. A restauração cria um novo banco de dados com a mesma camada de serviço que estava em uso no ponto de restauração escolhido e com o menor nível de desempenho suportado por essa camada. Por exemplo, se você restaurar um banco de dados definido como Premium no momento de restauração especificado, o novo banco de dados também será um banco de dados Premium, e o nível de desempenho será definido como P1. Verifique se você tem cota disponível no servidor lógico para criar outro banco de dados. Para solicitar uma cota maior, entre em contato com o Suporte do Azure.

O tempo que leva para uma restauração completa depende do tamanho do banco de dados e do tamanho da cadeia de logs. Para obter uma boa estimativa do tempo de restauração, você deve testar periodicamente a restauração desse banco de dados.

Você pode monitorar a operação de restauração usando sys.dm_operation_status.

Para um banco de dados atualmente ativo, o ponto de restauração mais antigo disponível é exibido na seção Visão Rápida do Painel desse banco de dados no Portal de Gerenciamento do Azure.

Para restaurar um banco de dados, você pode usar o Portal de Gerenciamento do Azure, a API REST ou o PowerShell.

Para obter uma explicação detalhada completa sobre como restaurar um banco de dados, consulte Enviar uma solicitação de restauração do banco de dados.

Você pode restaurar um banco de dados que foi excluído durante seu período de retenção para o ponto no qual ele foi excluído. O período de retenção é determinado pela camada de serviço do banco de dados enquanto ele existia ou pelo número de dias em que o banco de dados existe, o que for menor.

A Restauração Geográfica é a opção para recuperação de desastres mais básica disponível no Banco de dados SQL do Azure. Ela está disponível nas camadas de serviço Basic, Standard e Premium. O backup semanal completo e pelo menos um backup diferencial diário são armazenados e um armazenamento com redundância geográfica para protegê-los contra falhas a nível regional. Ao enviar uma solicitação de restauração, o banco de dados será restaurado com o backup diário mais recente.

Não há encargos para os backups adicionais que estão armazenados, mas se você usar a Restauração Geográfica, as tarifas normais para o banco de dados restaurado serão cobradas quando a restauração for concluída.

Para obter um tutorial completo, consulte Enviar uma solicitação de restauração do banco de dados. Você pode automatizar essa operação usando o cmdlet do PowerShell <nome> ou a API REST <nome de operação>.

Para obter mais informações, consulte Gerenciando bancos de dados SQL do Azure com PowerShell e Gerenciando bancos de dados SQL do Azure com API REST.

A Restauração pontual possibilita a restauração de um banco de dados em um momento no passado dentro do período de retenção para a camada de serviço fornecida. No entanto, o período de retenção para a camada de serviço fornecida talvez não seja longo o suficiente para atender às necessidades dos negócios. Nesse caso, considere arquivar o banco de dados usando métodos alternativos como a exportação automatizada.

P: Quando a operação de restauração está completa e um novo banco de dados é criado, para qual camada de serviço o novo banco de dados é definido?

R: O novo banco de dados é definido para a mesma camada de serviço do banco de dados original no momento especificado por você. Conforme mostrado no exemplo abaixo, isso pode ser diferente da camada de serviço atual do banco de dados original se seu banco de dados tiver passado por upgrade ou downgrade desde então.

  • O banco de dados "mydb" foi definido para a camada Standard em 19 de maio de 2013.

  • O banco de dados "mydb" passou por upgrade para a camada de serviço Premium em 20 de maio, às 10h00.

  • O banco de dados "mydb" foi restaurado em um novo banco de dados "mynewdb" usando a restauração pontual: 19 de maio. 17h00.

  • "mynewdb" será definido para a camada de serviço Standard e o nível de desempenho S1.

P: Posso restaurar em um servidor de banco de dados diferente do meu banco de dados original?

R: Sim. Você pode usar o recurso de Restauração Geográfica para restaurar para um servidor de destino diferente. No entanto, você não pode especificar um momento determinado para essa restauração. O banco de dados é restaurado para o último backup diferencial disponível.

P: Posso apresentar solicitações de restauração de modo programático?

R: Sim. Você pode apresentar uma solicitação de Restauração pontual usando o PowerShell ou REST API.

P: Meu banco de dados Premium tem Replicação Geográfica Ativa? Posso restaurar a partir de qualquer um dos bancos de dados - primário e secundário?

R: Sim. Você pode enviar uma solicitação de restauração a partir de um banco de dados primário ou secundário.

Consulte também

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários
Mostrar:
© 2015 Microsoft