VENDAS: 1-800-867-1389

Carregar a mídia

Atualizado: setembro de 2014

Para realizar o gerenciamento, codificação e transmissão de vídeos, é necessário primeiramente carregar o conteúdo no Serviços de Mídia do Microsoft Azure. Uma vez carregado, o conteúdo é armazenado com segurança na nuvem para processamento e transmissão futuros.

Esse tópico fornece uma visão geral sobre os conceitos relevantes e mostra diferentes modos de carregar o conteúdo. É possível decidir qual método é o mais apropriado para a situação com base nas informações apresentadas neste artigo.

Asset – A entidade Ativo contém arquivos digitais (incluindo vídeo, áudio, imagens, coleções de miniaturas, faixas de texto e arquivos de legenda codificada) e os metadados para esses arquivos. Quando os arquivos digitais são carregados em um ativo, podem ser usados na codificação e streaming de fluxos de trabalho do Media Services.

Um ativo é mapeado para um contêiner de blob na conta de armazenamento do Azure e os arquivos no ativo são armazenados como blobs no mesmo contêiner.

Ao decidir qual conteúdo de mídia será carregado e armazenado em um ativo, são aplicadas as seguintes considerações:

  • Um ativo deve conter somente uma única e exclusiva instância de conteúdo de mídia. Por exemplo, uma única edição para um episódio de TV, filme ou anúncio.

  • Um ativo não deve conter representações ou edições diversas de um arquivo audiovisual. Um exemplo de uso inapropriado de um ativo é tentar armazenar mais de um episódio de TV, anúncio ou múltiplos ângulos de câmera a partir de uma produção única dentro do ativo. Armazenar representações ou edições diversas de um arquivo audiovisual em um ativo pode resultar em dificuldades ao enviar trabalhos de codificação, transmissão e segurança de distribuição do ativo mais tarde no fluxo de trabalho.

Asset file – A entidadeAssetFile representa um arquivo de áudio ou vídeo real que é armazenado em um contêiner de blob. Um arquivo do ativo está sempre associado a um ativo, e um ativo pode conter um ou mais arquivos. A tarefa do Media Services Encoder falha se um objeto de arquivo do ativo não estiver associado a um arquivo digital em um contêiner de blob.

Você não deve tentar alterar o conteúdo de contêineres de blob que foram gerados pelos Serviços de Mídia sem o uso de APIs de Serviço de Mídia.

Asset encryption options – De acordo com o tipo de conteúdo que se deseja carregar, o Media Services fornece várias opções de criptografia a escolher.

  • None – Nenhum tipo de criptografia é usado. Este é o valor padrão. Observe que, ao usar essa opção, o conteúdo não estará protegido em trânsito ou em rest no armazenamento.

    Caso planeje entregar um MP4 usando o download progressivo, utilize essa opção para carregar o conteúdo. O serviço de origem do Azure Media Services não suporta distribuição de ativos criptografados de armazenamento. No caso de download progressivo padrão, os arquivos ISO MP4, DRM do PlayReady não são suportados.

  • StorageEncrypted – Criptografa o conteúdo limpo localmente usando a criptografia AES de 256 bits e, então, carrega-o no Azure Storage, onde é armazenado e criptografado em rest. Os ativos protegidos pela criptografia de armazenamento são descriptografados automaticamente e posicionados em um sistema de arquivos criptografado antes da codificação, e opcionalmente recriptografado antes de retornar o carregamento como um novo ativo de saída. O caso de uso primário para criptografia de armazenamento acontece quando se deseja proteger os arquivos de mídia com entrada de alta qualidade com criptografia forte em rest no disco.

  • CommonEncryption – Use essa opção caso esteja carregando conteúdo que já foi criptografado e protegido com criptografia comum ou DRM PlayReady (por exemplo, Smooth Streaming protegido com DRM PlayReady).

  • EnvelopeEncrypted: Use essa opção se estiver carregando HSL criptografado com AES. Os arquivos deverão ter sido codificados e criptografados pelo Transform Manager.

Access policy – A entidade AccessPolicy define as permissões (como permissões de leitura, gravação e listagem) e a duração do acesso para um ativo. Normalmente, você passaria um objeto AccessPolicy para um localizador que, então, seria usado para acessar os arquivos contidos em um ativo.

Blob container – Um contêiner de blob fornece um agrupamento de conjunto de blobs. Os contêineres de blob são usados em Serviços de Mídia como ponto limite para controle de acesso, e localizadores da assinatura de acesso compartilhado (SAS) em ativos. Uma conta de armazenamento do Azure pode conter um número ilimitado de contêineres de blob. Um contêiner pode armazenar um número ilimitado de blobs.

ImportantImportante
Você não deve tentar alterar o conteúdo de contêineres de blob que foram gerados pelos Serviços de Mídia sem o uso de APIs de Serviço de Mídia.

Locator – A entidade Localizador fornece um ponto de entrada para acessar os arquivos contidos em um ativo. Um AccessPolicy é usado para definir as permissões e a duração de acesso que um cliente tem para um determinado ativo. Os localizadores podem ter relacionamentos de muitos para um com uma política de acesso, para que diferentes localizadores possam fornecer diferentes horas de início e tipos de conexão para diferentes clientes enquanto usam todos as mesmas configurações de permissão e duração; contudo, devido à restrição da política de acesso compartilhado definida pelos serviços de armazenamento do Azure, não é possível ter mais do que cinco localizadores exclusivos associados a um determinado ativo ao mesmo tempo. Para obter mais informações, consulte Usando uma assinatura de acesso compartilhado (API REST).

Storage account – Todo o acesso ao Armazenamento do Azure é feito através de uma conta de armazenamento. Uma conta do Media Service pode ser associada a uma ou mais contas de armazenamento. Uma conta pode conter um número ilimitado de contêineres, desde que o tamanho total geral seja menor que 200 TB por conta de armazenamento. O Media Service fornece o nível de ferramentas do SDK que permitem gerenciar diversas contas de armazenamento e balancear a carga da distribuição de ativos durante o carregamento nessas contas baseadas em métricas ou distribuição aleatória. Para obter mais informações, consulte Gerenciando ativos entre várias contas de armazenamento nos Serviços de Mídia do Windows Azure e definindo a estratégia de balanceamento de carga.

É possível carregar muitos tipos de arquivos de vídeos, áudio e imagem na conta do Media Service. Não há restrições para tipos ou formatos de arquivos que podem ser carregados usando o SDK do Media Service ou ferramentas de carregamento. Contudo, o Portal de Gerenciamento do Azure limita os carregamentos aos formatos suportados pelo Azure Media Encoder. Há alguns codificadores e processadores de mídia de parceiros que suportam uma variedade de formatos maior que o Azure Media Encoder. Para obter mais informações sobre codecs e formatos de contêineres de arquivos suportados pelo Azure Media Encoder, consulte Supported Codecs and File Types for Azure Media Encoder. Para obter detalhes sobre formatos de arquivos suportados disponíveis nos codificadores de parceiros, como o Digital Rapids Kayak, consulte a documentação fornecida pelo processador de mídia do parceiro ou as tarefas disponíveis na Azure Store.

O Serviços de Mídia do Microsoft Azure é um serviço REST baseado em OData que expõe objetos, tais como ativos, trabalhos, tarefas e assim por diante, como entidades que podem ser consultadas do mesmo modo que outras entidades OData. Além disso, o Media Services foi desenvolvido no OData v3, o que significa que é possível enviar corpos de solicitação HTTP em atom+pub ou JSON detalhado e receber as respostas nos mesmos formatos.

Carregar conteúdo com a API REST envolve muitas etapas. O tópico Ingestão de Ativos com o API REST de Serviços de Mídia mostra como carregar o conteúdo em uma conta do Serviços de Mídia usando JSON com as APIs REST do Media Services.

Para carregar conjuntos extensos de arquivos usando as APIs REST, consulte Ingestão de ativos em massa com a API REST.

O SDK do Serviços de Mídia do Microsoft Azure para .NET é um invólucro em torno das APIs REST. O SDK fornece um modo mais simples de realizar quase todas as tarefas que são expostas pela API REST.

O tópico Ingerir ativos demonstra como carregar um único ou arquivos diversos de um diretório local para uma conta de Serviços de Mídia.

O aplicativo WPF a seguir mostra como usar o padrão assíncrono baseado em tarefa (TAP) para carregar o conteúdo e exibir o progresso. Além disso, mostra como aproveitar várias contas de armazenamento para aumentar o total de armazenamento disponível bem além de 200 TB de uma conta de armazenamento única: Como: Gerenciar diversas contas de armazenamento anexadas a uma conta do Media Services.

Para carregar conjuntos extensos de arquivos usando o SDK do para .NET, consulte Ingerindo ativos em massa com os SDK dos Serviços de Mídia para .NET.

Pode haver blobs existentes em algumas contas de armazenamento que você deseje copiar para um novo ativo do Media Service. O tópico a seguir mostra como realizar essa tarefa: Copiando um Blob Existente em um Ativo de Serviços De Mídia.

O exemplo Como carregar um fluxo nos Serviços de Mídia do Azure demonstra o seguinte:

  • Como carregar um fluxo em um blob de armazenamento associado à conta dos Serviços de Mídia do Azure.

  • Como associar um arquivo no blob com o ativo usando as APIs REST do Media Services.

  • Como fazer uma URL SAS apontar para o arquivo carregado.

Se preferir desenvolver com o Java, baixe e instale o SDK do Azure para Java, que inclui a biblioteca dos Serviços de Mídia.

Caso prefira desenvolver com Node.js, consulte Serviços de Mídia do Azure para Node.js.

O suporte aos Serviços de Mídia do Azure agora está disponível para desenvolvedores de PHP por meio da versão mais recente do SDK para PHP do Microsoft Azure. Para obter mais informações, consulte o blog Open Source PHP SDK for Azure.

É possível carregar muitos tipos de arquivos de vídeos, áudio e imagem na conta do Media Service. Não há restrições para tipos ou formatos de arquivos que podem ser carregados usando o SDK do Media Service ou ferramentas de carregamento. Contudo, o Portal de Gerenciamento do Azure limita os carregamentos aos formatos suportados pelo Azure Media Encoder.

Carregar conteúdo com o portal de gerenciamento possui as seguintes limitações.

  • Não é possível carregar diversos arquivos em um único carregamento.

  • Não é possível carregar um arquivo maior que 200 MB. Observe que não há limite de tamanho de arquivo se você estiver carregando a partir de uma conta de armazenamento existente.

  • Não é possível carregar todos os formatos de arquivos suportados pelo Media Services.

    Os arquivos com as seguintes extensões podem ser carregados: .asf, .avi, .m2ts, .m2v, mp4, .mpeg, .mpg, .mts, .ts, .wmv, .3gp, .3g2, .3gp2, .mod, .dv, .vob, .ismv., .m4a.

O tópico Como gerenciar conteúdo no Media Services mostra como carregar conteúdo usando o portal de gerenciamento.

Caso precise da capacidade de inserir conteúdo nos Serviços de Mídia em alta velocidade, por exemplo mais de 100 Mbps, você pode aproveitar a tecnologia de inserção em alta velocidade oferecida pelos parceiros terceirizados na Azure Store.

Para expandir o armazenamento além da limitação de 200 TB por conta de armazenamento, é possível escolher diversas contas de armazenamento para uma única conta do Media Services. A capacidade de anexar muitas contas de armazenamento à conta do Media Service fornece os seguintes benefícios:

  • Balanceamento de carga do ativo entre diversas contas de armazenamento.

  • Dimensionamento do Media Services para grandes quantidades de armazenamento e processamento de conteúdo. Atualmente, uma única conta de armazenamento está limitada a 200 TB de armazenamento. 

  • Isolamento do armazenamento do arquivo mezzanine a partir do streaming ou do armazenamento de arquivo protegido por DRM.

Para obter mais informações, consulte Gerenciar ativos dos Serviços de Mídia entre várias contas de armazenamento. Também consulte a amostra WPF que apresenta como monitorar dados de capacidade para contas de armazenamento a fim de decidir em qual conta de armazenamento carregar arquivos: Como: Gerenciar diversas contas de armazenamento anexadas a uma conta do Media Services.

Consulte também

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários
A Microsoft está realizando uma pesquisa online para saber sua opinião sobre o site do MSDN. Se você optar por participar, a pesquisa online lhe será apresentada quando você sair do site do MSDN.

Deseja participar?
Mostrar:
© 2015 Microsoft