VENDAS: 1-800-867-1389

Cache na Função para Cache do Azure

Atualizado: maio de 2015

noteObservação
Para orientação sobre como escolher a oferta Azure Cache para seu aplicativo, consulte Qual oferta de cache do Azure é ideal para mim?.

O Cache na Função lhe permite hospedar o caching em suas funções do Azure. Esse cache pode ser usado por qualquer função dentro da mesma implantação de serviço de nuvem.

ImportantImportante
Começando com o SDK 2.6 do Azure, o Cache na Função está usando a versão 4.3 do SDK do Armazenamento do Microsoft Azure. Nas versões anteriores do SDK do Azure, o Cache na Função usou a versão 1.7 do SDK do Armazenamento do Azure. Os aplicativos que usam o Cache na Função com as versões do SDK do Azure anteriores à 2.6 devem migrar para o SDK 2.6 do Azure antes da versão 2011-08-18 do Armazenamento do Azure ser descontinuada em 9 de dezembro de 2015. Para obter mais informações, consulte  as notas de versão do SDK 2.6 do Azure - Cache na Função e Remoção da versão do serviço de armazenamento do Microsoft Azure.

Existem duas topologias de implantação principais para Cache na Função: dedicada e colocalizada. Na topologia dedicada, você define uma função de trabalho que é dedicada para o caching. Isso significa que toda a memória disponível da função de trabalho é usada para o caching e os procedimentos operacionais associados. Em uma topologia colocalizada, você usa uma porcentagem da memória disponível em funções de aplicativo para o caching. Por exemplo, você poderia atribuir 20% da memória física ao caching em cada instância de função web. Em ambos os casos, você paga apenas pelos serviços de computação necessários à execução das instâncias de função. Para obter mais informações, consulte Perguntas frequentes sobre o Cache na Função do Azure.

Nesta seção

Consulte também

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários
Mostrar:
© 2015 Microsoft