VENDAS: 1-800-867-1389

Configurar uma conexão site a site entre locais para uma Rede Virtual do Azure

Atualizado: abril de 2015

Você tem duas opções para criar e configurar uma rede virtual. Você pode configurar sua rede manualmente usando um arquivo de configuração de rede ou pode usar o assistente no Portal de Gerenciamento. Na primeira vez em que você criar uma rede virtual no Azure, recomendamos usar o assistente de Criação Personalizada no Portal de Gerenciamento. Esse assistente cria um arquivo de configuração de rede (.xml) para sua rede virtual. Depois que você criar sua primeira rede virtual usando o Portal de Gerenciamento, poderá exportar o arquivo e usá-lo como um modelo para criar redes virtuais adicionais.

Antes de começar:

  • Verifique se o dispositivo VPN que você deseja usar atende aos requisitos necessários para criar uma conexão de rede virtual entre locais. Consulte Sobre dispositivos VPN para conectividade da rede virtual para mais informações.

  • Obtenha um IPv4 IP voltado para o seu dispositivo VPN externamente. Este endereço IP é necessário para uma configuração site a site e é usado para o seu dispositivo VPN, que não pode ser localizado por trás de um NAT.

ImportantImportante
Se você não estiver familiarizado com a configuração de seu dispositivo VPN ou com os intervalos de endereços IP localizados na configuração de rede no local, será necessário coordenar com alguém que possa fornecer os detalhes para você.

  1. Faça logon no Portal de Gerenciamento.

  2. No canto inferior esquerdo da tela, clique em Novo. No painel de navegação, clique em Serviços de Rede e depois em Rede Virtual. Clique em Criação personalizada para iniciar o assistente de configuração.

  3. Na página Detalhes da Rede Virtual, insira as informações a seguir. Para obter mais informações sobre as configurações na página de detalhes, consulte a Virtual Network Details page.

    • Nome - o nome da sua rede virtual. Por exemplo, EastUSVNet. Você usará esse nome de rede virtual quando implantar suas VMs e instâncias de PaaS, portanto, é melhor usar um nome simples.

    • Local – O local está diretamente relacionado ao local físico (região) onde você deseja que seus recursos (VMs) sejam armazenados. Por exemplo, se você quiser que as VMs que estão sendo implantadas em sua rede virtual estejam fisicamente localizadas no East US, selecione este local. Você não pode alterar a região associada à sua rede virtual depois que ela é criada.

  4. Na página Conectividade entre Servidores DNS e VPN, insira as informações a seguir e clique na seta Avançar no canto inferior direito. Para obter mais informações sobre as configurações nesta página, consulte a DNS Servers and VPN Connectivity page.

    • Servidores DNS - Insira o endereço IP e o nome do servidor DNS ou selecione um servidor DNS previamente registrado no menu suspenso. Essa configuração não cria um servidor DNS, ela permite que você especifique os servidores DNS que deseja usar para a resolução de nome para essa rede virtual.

    • Configurar VPN Site a Site - Marque a caixa de seleção para Configurar VPN Site a Site.

    • Rede Local – Uma rede local representa sua instalação local física. Você pode selecionar uma rede local criada anteriormente ou criar uma nova rede local.

  5. Se for criar uma nova rede local, você verá a página Conectividade Site a Site. Se você quiser usar uma rede local criada anteriormente, essa página não aparecerá no assistente e você poderá avançar para a próxima seção. Observe que se você usar uma rede local que tiver criado anteriormente, você precisa ir na página de configuração Redes Locais e certificar-se que o endereço IP do dispositivo VPN (endereço IPv4 voltada para o público) para o dispositivo VPN seja apropriado para esta rede local. Para configurar uma nova rede local, insira as informações a seguir e clique na seta Avançar. Para obter mais informações sobre as configurações nesta página, consulte a Site-To-Site Connectivity page.

    • Nome - O nome que você deseja atribuir à instalação da sua rede local.

    • Endereço IP do Dispositivo de VPN - Este é um endereço IPv4 voltado para o público de seu dispositivo VPN local que você usará para conectar-se ao Azure. O dispositivo VPN não pode ficar localizado por trás de uma NAT.

    • Espaço de Endereço - Incluindo IP Inicial e CIDR (Contagem de Endereço). É aí que você especifica o(s) intervalo(s) de endereços que deseja que seja(m) enviado(s) pelo gateway da rede virtual para o local. Se um endereço IP de destino estiver dentro dos intervalos especificados aqui, ele será encaminhado através do gateway de rede virtual.

    • Adicionar espaço de endereço - Se você tiver vários intervalos de endereços que deseja que sejam enviados pelo gateway da rede virtual, aqui é onde especifica cada intervalo de endereços adicional. Você pode adicionar ou remover intervalos posteriormente na página Rede Local.

  6. Na página Espaços de Endereço de Rede Virtual, especifique o intervalo de endereços que você deseja usar em sua rede virtual. Estes são os endereços IP dinâmicos (DIPs) que serão atribuídos às VMs e outras instâncias de função implantadas nesta rede virtual. Há inúmeras regras sobre o espaço de endereço de rede virtual, então convém consultar o artigo Virtual Network Address Spaces page para obter mais informações. É especialmente importante selecionar um intervalo que não coincida com algum dos intervalos que são utilizados para a sua rede no local. Será necessário coordenar com o seu administrador de rede, que pode precisar formar uma faixa de endereços IP a partir de seu espaço de endereço de rede local para que você possa usar para a rede virtual.

    Digite as seguintes informações e clique na marca de seleção no canto inferior direito para configurar a rede.

    • Espaço de Endereço - Incluindo IP Inicial e Contagem de Endereço. Verifique se os espaços de endereço que você especificou não se sobrepõem a nenhum espaço de endereço que você tenha em sua rede local.

    • Adicionar sub-rede - Incluindo IP Inicial e Contagem de Endereço. Sub-redes adicionais não são obrigatórias, mas convém criar uma sub-rede separada para VMs que terão DIPs estáticos. Se preferir, você pode colocar suas VMs em uma sub-rede separada de outras instâncias de função.

    • Adicionar sub-rede de gateway - Clique para adicionar a sub-rede de gateway. A sub-rede de gateway é usada somente para o gateway de rede virtual e é necessária para esta configuração.

  7. Clique na marca de seleção na parte inferior da página. Em seguida, sua rede virtual começará a ser criada. Após a conclusão do processo, você verá Criada em Status na página Redes do Portal de Gerenciamento.

  8. Em seguida, você configurará o gateway de rede virtual para criar uma conexão segura site a site. Consulte Configurar um gateway de rede virtual no Portal de Gerenciamento para obter as próximas etapas.

Consulte também

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários
Mostrar:
© 2015 Microsoft