Requisitos de certificação V3.0

Applies to Windows only

Versão do documento: 3.0

Data do documento: segunda-feira, 9 de julho de 2012

Neste documento, descrevemos os critérios que um aplicativo deve atender para ser elegível para aparecer na Windows Store.

Bem-vindo

Obrigado por seu interesse em criar aplicativos para Windows. Estamos comprometidos com um relacionamento com você que apoie suas ambições e incentive um catálogo diversificado de aplicativos e alta qualidade e atraentes para clientes do Windows no mundo todo. Criamos estes requisitos de certificação com essas metas em mente. Por isso, eles devem ajudá-lo a fazer escolhas que aprimorem o apelo de seu aplicativo e acelerem sua listagem na Windows Store.

Revisamos todos os aplicativos antes de inseri-los na Loja. Em caso de mudanças nos requisitos de certificação, identificaremos as atualizações para facilitar a identificação. Em caso de comentários sobre as políticas, entre em contato conosco através de nosso fórum. Levaremos todos os comentários em consideração.

Os aplicativos são essenciais para a experiência de centenas de milhões de clientes. Estamos ansiosos para ver o que você cria e estamos muito felizes em ajudar a fornecer seus aplicativos para o mundo.

1. Os aplicativos da Windows Store agregam valor ao cliente

1.1 Seu aplicativo deve oferecer aos clientes uma utilidade ou um valor criativo único em todos os idiomas e mercados compatíveis

1.2 O aplicativo deve estar totalmente funcional quando o cliente o obtém da Windows Store

A Windows Store oferece somente os aplicativos totalmente funcionais para fornecer aos clientes a melhor experiência. Tudo que pode fazer com que nossos testadores pensem que o aplicativo não está totalmente concluído causará a falha do aplicativo na certificação.

Você pode nos ajudar testando o aplicativo cuidadosamente antes enviá-lo e fornecendo as informações de que precisamos para testar seu aplicativo completamente. Por exemplo, se o aplicativo requer credenciais de login, forneça-nos uma conta de demonstração. Se seu aplicativo requer acesso a um servidor, diga-nos o que precisamos fazer para verificar se ele está funcionando corretamente.

1.3 A funcionalidade de avaliação do aplicativo deve ser razoavelmente semelhante à funcionalidade completa

Uma avaliação pode limitar o acesso a alguns dos recursos do aplicativo ou limitar o período de tempo durante o qual o aplicativo funciona.

1.4 Cada aplicativo deve exibir somente um bloco depois que é instalado

A imagem em um bloco do aplicativo deve estar razoavelmente relacionada ao conteúdo do aplicativo.

2. Os aplicativos da Windows Store podem exibir anúncios, mas eles são mais do que anúncios ou sites

2.1 O aplicativo deve exibir mais do que somente anúncios

Se o aplicativo incluir ou exibir anúncios, ele deverá fornecer mais funcionalidade além dos anúncios.

2.2 Os anúncios nos aplicativos devem estar em conformidade com as políticas de conteúdo

Nossas políticas de conteúdo são descritas na Seção 5. Os aplicativos da Windows Store são voltados para um público global.

2.3 O aplicativo não deve usar os blocos, as notificações, a barra de aplicativos ou as manipulações de passar o dedo da borda para mostrar anúncios

Os elementos da descrição do aplicativo, como imagens, texto e imagens promocionais, devem descrever o aplicativo e não podem conter publicidade adicional.

2.4 As experiências principais que seu aplicativo proporciona devem ocorrer dentro do aplicativo

2.5 Os anúncios não devem executar código de programa que não veio do provedor de anúncios

3. Os aplicativos da Windows Store se comportam de forma previsível

3.1 Você deve usar apenas as APIs do Tempo de Execução do Windows para implementar os recursos de seu aplicativo da Windows Store

Nós descrevemos essas APIs na Referência de API de aplicativos da Windows Store. Seu aplicativo pode depender somente de softwares listados na Windows Store.

3.2 O aplicativo não deve parar de responder, fechar inesperadamente ou conter erros de programação

3.3 O aplicativo deve fornecer a mesma experiência de usuário em todos os tipos de processador

Se seu aplicativo tiver uma interface de usuário ou funcionalidade diferentes quando for executado em tipos de processadores distintos, envie um aplicativo separado para cada tipo de processador e indique as diferenças na Descrição de cada aplicativo.

3.4 As atualizações não devem reduzir a funcionalidade do aplicativo de forma inesperada para um cliente

3.5 O aplicativo deve fornecer suporte total à entrada a toque, assim como à entrada por teclado e mouse

O aplicativo deve fornecer feedback visual quando os usuários tocam em elementos interativos.

Seu aplicativo não pode usar um gesto de interação de maneira diferente de como o Windows usa o gesto. A linguagem de toque do Windows 8 está descrita no Design de interação por toque.

3.6 O aplicativo deve usar os mecanismos fornecidos pelo sistema para aquele recursos que os têm

O aplicativo deve dar suporte a um layout ajustado. Na orientação de paisagem, a funções do aplicativo devem estar totalmente acessíveis quando a resolução de tela do aplicativo é 1024 x 768. O aplicativo deve permanecer funcional quando o cliente ajusta e desajusta o aplicativo.

O aplicativo não deve ser fechado programaticamente nem oferecer possibilidades de interface do usuário para fechá-lo. O Gerenciamento do Tempo de Vida do Processo do Windows 8 fecha os aplicativos da Windows Store automaticamente.

O aplicativo deve suspender e continuar com um estado razoável.

Se seu aplicativo implementar uma barra de aplicativos, essa barra deverá aparecer com um passar de dedo de baixo para cima.

Se seu aplicativo implementar uma barra de navegação, essa barra deverá aparecer com um passar de dedo de cima para baixo.

3.7 Excluído

Consulte o histórico de revisões.

3.8 O aplicativo deve atender aos critérios básicos de desempenho em um computador de baixo consumo de energia

  • O aplicativo deve ser iniciado em 5 segundos ou menos
  • O aplicativo deve ser suspenso em 2 segundos ou menos

Os computadores de baixo consumo de energia estão descritos em Como testar o aplicativo com o Kit de Certificação de Aplicativos Windows.

3.9 Toda a lógica do aplicativo deve ter origem e residir no seu pacote do aplicativo

Seu aplicativo não deve tentar mudar ou ampliar o conteúdo empacotado usando qualquer forma de inclusão dinâmica de código ou dados que altere a forma como o aplicativo interage com o Tempo de Execução do Windows ou como ele se comporta em relação à política da Loja. Não é permitido, por exemplo, baixar um script remoto e depois executar esse script no contexto local do seu pacote do aplicativo.

3.10 Os aplicativos Direct3D devem dar suporte a um nível de recurso mínimo

Esse requisito se aplica quando você depende de recursos de hardware gráfico 3D específicos.

Se o seu aplicativo inclui um pacote ARM ou Neutro, ele deve ser compatível com o nível de recurso 9_1 do Direct3D. Se o aplicativo não dá suporte ao ARM, ele deve ser compatível com o nível de recurso mínimo escolhido no portal da Loja.

Como os clientes podem mudar o hardware gráfico de seus computadores depois que o aplicativo é instalado, se você escolhe um nível de recurso mínimo maior que 9_1, ao ser iniciado, o aplicativo deve detectar se o hardware atual atende ou não aos requisitos mínimos. Em caso negativo, o aplicativo deve mostrar uma mensagem ao cliente detalhando os requisitos do Direct3D.

Além de dar suporte ao nível de recurso mínimo do Direct3D escolhido, seu aplicativo pode usar níveis de recurso superiores, quando disponíveis.

3.11 Se o seu aplicativo contém componentes de Tempo de Execução do Windows, eles devem estar de acordo com o sistemas do tipo de Tempo de Execução do Windows

Especificamente, todos os tipos de Tempo de Execução do Windows:

  • Devem estar localizados no arquivo do pacote com o maior nome correspondente ao namespace.
  • Devem ser os únicos tipos com visibilidade pública em um arquivo de metadados do Windows (.winmd).
  • Devem ter um nome exclusivo que não diferencie maiúsculas de minúsculas.
  • Não devem estar localizados no namespace do Windows ou global.
  • Devem ter visibilidade pública, a menos que o tipo seja uma interface marcada como exclusiva para uma classe de tempo de execução específica.
  • Devem ser selados, a menos que o tipo seja uma classe de tempo de execução marcada como combinável.
  • Devem compor uma classe de sistema não selada, se o tipo é uma classe de tempo de execução combinável.
  • Não devem incluir propriedades somente gravação.
  • Não devem implementar interfaces marcadas como exclusivas de outra classe.
  • Não devem ser genéricos ou parametrizados.
  • Não devem definir métodos que sobrecarregam as operadoras.
  • Não devem mudar a assinatura ou os nomes de parâmetros entre declarações de método da interface e de tempo de execução.
  • Não devem incluir valores padrão de parâmetros de métodos.
  • Não devem incluir getters de propriedade que usem parâmetros de entrada.
  • Não devem incluir setters de propriedade que usem mais que o único parâmetro de valor definido.
  • Não devem definir métodos de fábrica com parâmetros de saída adicionais, além do valor de retorno.
  • Não devem usar IReferenceArray<T> ou IReference<string> como tipo de parâmetro.
  • Não devem usar o tipo fundamental de byte assinado.
  • Devem definir enumerações somente com um tipo subjacente de Int32 ou UInt32.
  • Devem aplicar o FlagsAttribute a enumerações UInt32.
  • Não devem aplicar o FlagsAttribute a enumerações Int32.

4. Os aplicativos da Windows Store colocam os clientes no controle

4.1 Seu aplicativo deve obedecer aos seguintes requisitos relacionados a privacidade:

4.1.1 Seu aplicativo deve ter uma política de privacidade, se coleta informações pessoais

Se o aplicativo coleta ou transmite qualquer informação pessoal do usuário, incluindo um endereço IP, você deve manter uma política de privacidade que esteja de acordo com as leis e normas aplicáveis, informar os usuários sobre as informações coletadas pelo aplicativo e como essas informações são usadas, armazenadas, protegidas e divulgadas e que descreva os controles que o usuário tem sobre o uso e o compartilhamento de suas informações, e como eles podem acessar essas informações.

Você também deve dar acesso a sua política de privacidade na página Descrição do aplicativo e nas configurações do aplicativo, como exibido no botão de configurações do Windows.

4.1.2 Seu aplicativo deve obter a aceitação ou consentimento equivalente para compartilhar informações pessoais

Seu aplicativo poderá publicar as informações pessoais de um cliente para um serviço ou outra pessoa somente depois que o cliente autorizar por meio de aceitação.

Autorização por meio de aceitação significa que o cliente concederá permissão explícita para a atividade solicitada após você:

a) Descrever ao cliente como as informações serão usadas ou compartilhadas; e

b) Fornecer ao cliente um mecanismo por meio do qual ele pode revogar essa permissão no futuro e recusá-la.

Se seu aplicativo publicar as informações pessoais de uma pessoa, mas ela não for um cliente, você deverá obter autorização explícita por escrito para publicar as informações pessoais, além de permitir que a pessoa cujas informações são compartilhadas volte atrás em relação à autorização a qualquer momento. Se o aplicativo permite que o cliente acesse as informações pessoais de outra pessoa, esse requisito também se aplica.

Informações pessoais incluem todas as informações ou dados que poderiam ser usados de maneira aceitável para identificar uma pessoa. Exemplos de informações pessoais: contatos, fotos, telefones, gravações de áudio e vídeo, localização, SMS ou outras comunicações por texto, imagens da área de trabalho ou capturas de tela do computador, identificadores exclusivos baseados no hardware do computador e, em alguns casos, o histórico de navegação combinado.

4.2 O aplicativo deve respeitar as configurações do sistema para notificações e permanecer funcional quando elas são desabilitadas.

Isso inclui a apresentação de anúncios e notificações para o cliente, que também deve ser consistente com as preferências do cliente, independentemente das notificações serem fornecidas pelo Serviço de Notificação por Push do Windows ou qualquer outro serviço. Se um cliente desabilitar a função de notificação, de forma específica a um aplicativo ou em todo o sistema, o aplicativo deverá permanecer funcional.

4.3 O aplicativo não deve prejudicar ou comprometer a segurança ou funcionalidade do sistema Windows

Além disso, o aplicativo não deve incluir, vincular, distribuir por meio do Serviço de Notificação por Push do Windows ou fornecer de qualquer outra maneira um ponto de entrada para vírus, malware ou qualquer outro software mal-intencionado, para acessar o sistema Windows do cliente. O aplicativo não deve modificar nem excluir os dados do clientes sem seu consentimento.

O sistema Windows inclui o computador que executa o Windows, todos os softwares sendo executados nesse computador e todos os computadores ou softwares que se comunicam com esse computador.

4.4 O aplicativo não deve ser projetado ou anunciado para executar, instruir ou encorajar as tarefas que poderiam causar dano físico a um cliente ou qualquer outra pessoa

Vamos considerar um aplicativo que permite o controle de um dispositivo sem manipulação humana, ou que seja vendido para resolver situações de emergência ou perigo para violar esse requisito.

4.5 O aplicativo deve proteger os clientes de transferências grandes de dados não intencionais por meio de redes limitadas

Ao operar em ume rede limitada, seu aplicativo deve oferecer ao cliente a opção de permitir essas transferências sem limitas ou limitar as transferências de áudio e vídeo às seguintes taxas de dados:

  • Fluxos de vídeo, que incluem somente download e mensagens de vídeo bidirecionais, devem usar uma tecnologia de taxa de bits adaptável e ter a taxa de transferência limitada a no máximo 256 Kbps.

  • Fluxos de áudio, que incluem VoIP, devem ter sua taxa de dados limitada a no máximo 64 KBps.

Quando o computador do cliente estiver conectado a uma rede limitada, seu aplicativo deverá obter permissão do cliente ou aguardar até ter acesso a uma rede sem restrições antes de realizar qualquer sincronização, upload ou download que exija uma transferência total maior que Windows.Networking.Connectivity.DataPlanStatus.MaxTransferSizeInMegabytes.

Quando o computador do cliente está operando fora da rede doméstica ou conectado a uma rede limitada enquanto ultrapassa o limite de dados, o aplicativo deve obter permissão do cliente antes de executar qualquer transferência de dados maior que 1 megabyte.

4.6 O aplicativo deve estar em conformidade com os requisitos do WNS (Serviço de Notificação por Push do Windows) quando usa as notificações do WNS

Se seu aplicativo usar o WNS (Serviço de Notificações por Push do Windows) para transmitir notificações por push, ele deverá fazer isso conforme descrito neste requisito.

a) Você só pode usar o WNS para aplicativos distribuídos pela Windows Store. As notificações fornecidas pelo WNS são consideradas conteúdo do aplicativo e estão sujeitas a todas as políticas de aplicativos da Windows Store, inclusive os requisitos de certificação.

b) Seu aplicativo deve estar associado a apenas um Identificador de Segurança de Pacote.

c) Você não pode ocultar ou tentar disfarçar a origem de mensagens do WNS ou Identificador de Segurança de Pacote, nem de outro identificador de referência exclusivo.

d) Você não pode incluir, em uma notificação, informações que um cliente possa considerar confidenciais ou secretas.

e) Seu aplicativo não deve usar recursos de rede ou largura de banda do WNS em excesso, nem sobrecarregar indevidamente o sistema Windows com notificações do WNS. Por exemplo, usar o WNS para transferir conteúdo ou arquivos viola este requisito.

4.7 Se usar um provedor de transação que não seja a Loja, você deve identificar o provedor no momento da operação ou quando recolher qualquer informação de pagamento do cliente

Se o aplicativo usar o namespace Windows.ApplicationModel.Store para compras no aplicativo, esta mensagem será fornecida para você. Se o aplicativo usar qualquer outro método para compras no aplicativo ou coletar pagamentos, ele deverá exibir uma mensagem para o cliente informando que você é responsável pela transação e não pela Windows Store.

Por exemplo, nas compras em aplicativo feitas de aplicativos produzidos pela Contoso que não usam a Windows Store para a transação exibiriam uma mensagem como, "Este item está disponível na Contoso" no momento da transação.

4.8 Se o seu aplicativo não usa o namespace Windows.ApplicationModel.Store para compras no aplicativo, seu aplicativo deve solicitar a autenticação do usuário para que uma operação possa ser realizada.

O aplicativo pode oferecer ao usuário a capacidade de salvar esta autenticação, mas o usuário deve ter a capacidade de requerer uma autenticação em cada operação ou desativar transações em aplicativos.

4.9 Se o aplicativo coleta informações de cartões de crédito ou usa um processador de pagamentos de terceiros que coleta informações de cartões de créditos, o processamento de pagamentos deve obedecer o PCI DSS (Padrão de Segurança de Dados PCI) atual.

5. Os aplicativos da Windows Store são apropriados para um audiência global

Esta seção descreve os tipos de conteúdo que não são permitidos nos aplicativos da Windows Store.

O conteúdo engloba as mensagens, os sons e o texto contido no aplicativo, os blocos, as notificações, as mensagens de erro ou os anúncios expostos por meio do aplicativo ou qualquer coisa que for entregue de um servidor ou com a qual o aplicativo se conecta. Como o Windows e os aplicativos na Windows Store são usados ao redor do mundo, esses requisitos serão interpretados e aplicados no contexto de normas regionais e culturais.

5.1 Seu aplicativo não deve conter conteúdo adulto, e os metadados devem ser adequados para todos

Os aplicativos com uma classificação acima de PEGI 16, ESRB MATURE ou que contêm conteúdo que garante tal classificação não são permitidos. Os metadados e outro conteúdo que você enviar para acompanhar seu aplicativo podem conter somente conteúdo que receber uma classificação PEGI 12, ESRB EVERYONE, ou Windows Store 12+, ou inferior.

Nós entendemos que, em alguns casos, os aplicativos fornecem um gateway para conteúdo de varejo, conteúdo gerado pelo usuário ou conteúdo baseado na Web. Nós classificamos esses aplicativos como aplicativos de Vitrine, cuja função principal é agregar e vender mídia ou aplicativos de terceiros, ou aplicativos de Streaming, cuja função principal é agregar e transmitir imagens, músicas, vídeos ou outros conteúdos de mídia baseados na Web. Em alguns casos, pode ser aceitável para um aplicativo de Vitrine ou de Streaming incluir conteúdo que possa ser proibido em um aplicativo de finalidade única.

5.2 O aplicativo não deve conter conteúdo que defende a discriminação, o ódio ou a violência com base na participação em um grupo racial, étnico, nacional, o, religioso ou outro grupo social, ou com base no sexo de uma pessoa, na idade ou orientação sexual

5.3 O aplicativo não deve conter conteúdo ou funcionalidade que incentiva, facilita ou glamoriza atividade ilegal

5.4 O aplicativo não deve conter ou exibir conteúdo que uma pessoa razoável consideraria obsceno

5.5 O aplicativo não deve conter conteúdo que seja difamatório, calunioso ou ameaçador

5.6 O aplicativo não deve conter conteúdo que incentiva, facilita ou glamoriza uso excessivo ou irresponsável de produtos de álcool ou tabaco, drogas ou armas

5.7 O aplicativo não deve conter conteúdo que incentiva, facilita ou glamoriza violência extrema ou gratuita, violações dos direitos humanos, ou a criação ou uso de armas contra uma pessoa ou animal no mundo real

5.8 O aplicativo não deve conter linguagem obscena ou gratuita

6. Os aplicativos da Windows Store são identificados e compreendidos facilmente

6.1 O aplicativo deve ter um nome exclusivo

O nome do aplicativo que usamos para listar seu aplicativo na Windows Store. Você deve fornecer ao aplicativo um nome exclusivo em todo o catálogo da Windows Store. Você pode fornecer ao aplicativo um nome em outro idioma; mas os nomes adicionais também devem ser exclusivos na Loja.

6.2 O aplicativo deve ter uma classificação etária do Windows e deve enviar as classificações de terceiros para o aplicativo caso as tenha

Você deve atribuir uma classificação de idade da Windows Store que corresponda com mais precisão ao seu aplicativo. A página Classificação de idade contém descrições mais detalhadas do conteúdo adequado para cada classificação de idade da Windows Store.

Se o aplicativo dá ao usuário: (i) acesso não controlado a redes sociais online ou ao (ii) compartilhamento de informações pessoais com terceiros, inclusive outros jogadores ou contatos online, você deve atribuir a ele uma classificação da Windows Store igual ou superior a 12+. Para que essas atividade sejam consideradas "controladas", o aplicativo deve incluir recursos de controle dos pais, que exigem a permissão dos pais para usar esses recursos de compartilhamento, e você deve identificá-los e explicar sua funcionalidade nas Notas para testadores.

Se você enviar um aplicativo de Vitrine ou Streaming, deve classificar seu aplicativo de acordo com esta seção. Considere também o público-alvo de seu aplicativo de Vitrine ou Streaming na classificação, com base no conteúdo que os usuários do aplicativo podem acessar. Se uma classificação de qualquer sistema de classificação específico for exigida por lei em qualquer país, você deverá incluir a documentação de classificação desse sistema de classificação junto com aplicativo.

Se seu aplicativo for classificado por um conselho de classificações opcionais identificado em Conselhos de classificação para aplicativos do Windows, você também deverá enviar o certificado de classificações do aplicativo e fornecer os descritores de conteúdo adequados.

Se o aplicativo tiver alguma classificação de terceiros existente, a classificação etária da Windows Store para o aplicativo deverá ser determinada a partir da tabela a seguir. Se o aplicativo tiver classificações do conselho que correspondem a diferentes classificações etárias da Windows Store, você deverá atribuir a classificação etária da Windows Store que corresponde ao público mais velho.

Não são permitidos aplicativos com classificação acima de PEGI 16, ESRB MATURE ou que corresponda a uma classificação abaixo dos outros sistemas de classificação, conforme descrito na tabela a seguir.

Classificação etária da Windows StorePEGIESRBCEROGRBUSK

3+ Adequado para crianças pequenas

PEGI 3

PEGI 4 em Portugal

EARLY CHILDHOOD (infantil)

A (todas as idades)

A (todas as idades)

USK ab 0

7+ Adequado para maiores de 7 anos

PEGI 7

PEGI 6 em Portugal

EVERYONE (livre)

USK ab 6

12+ Adequado para maiores de 12 anos

PEGI 12

EVERYONE 10+ (maiores de 10 anos)

B (12+)

12+

USK ab 12

16+ Adequado para maiores de 16 anos

PEGI 16

TEEN (adolescente)

MATURE (maiores de 17)

C (15+)

D (17+)

15+

USK ab 16

Conteúdo adulto

Observação  O conteúdo adulto não é permitido na Loja.

PEGI 18

ADULT (adulto)

Z (18+)

18+

USK ab 18

 

6.3 Você deve dar suporte técnico ao aplicativo

Não fornecemos suporte ao cliente ou técnico para seu aplicativo. Você deve fornecer esse suporte e especificar informações de suporte técnico precisas e facilmente localizáveis para seu aplicativo no campo de informações de contato de suporte da Descrição.

Se o aplicativo exigir a autenticação, como um nome e senha de usuário ou de conta, você deverá fornecer um mecanismo de autenticação para as informações da conta (como por meio de uma conta de email secundária ou suporte pelo telefone) e responder aos clientes em 24 horas.

6.4 Você deve listar o aplicativo em pelo menos um dos mercados geográficos da Windows Store

Se o seu aplicativo contém conteúdo ou recursos limitados a determinadas regiões, essas restrições devem estar indicadas claramente na página Descrição do aplicativo.

6.5 Você deve localizar o seu aplicativo para todos os idiomas que ele suporta

Seu aplicativo só pode dar suporte aos idiomas permitidos da Windows Store e pelo menos um desses idiomas deve ser um idioma de certificação. A experiência oferecida por um aplicativo deve ser relativamente semelhante em todos os idiomas compatíveis.

Você deve fornecer uma descrição completa de seu aplicativo para seus clientes em cada idioma que declarar no pacote do aplicativo. Os outros elementos da descrição do aplicativo, como capturas de tela, texto e imagens promocionais, devem estar traduzidos.

6.6 As funcionalidades que você declara devem estar relacionadas com as principais funções e a proposta de valor do seu aplicativo da Windows Store, e a utilização dessas declarações deve ser compatível com as nossas declarações de funcionalidade do aplicativo.

Saiba mais sobre nossas declarações de recursos de aplicativos.

6.7 Você deve descreva todas as alterações no seu aplicativo quando enviar uma atualização para a Loja

Ao enviar uma atualização para a Loja, você deve descrever as alterações nas características do aplicativo. Além disso, você também deve descrever as alterações nos elementos do manifesto do aplicativo Package/Capabilities.

Essas descrições estão no campo de Descrição de atualização.

6.8 Você deve fornecer pelo menos uma captura de tela do aplicativo

Você deve fornecer pelo menos uma (mas não mais do que oito) capturas de tela localizadas do aplicativo para cada idioma com suporte pelo aplicativo. Cada imagem de captura de tele deve:

  • Ser um arquivo .png com tamanho de 1366x768 pixels.

  • Ser adequada para pessoas a partir de 12 anos.

  • Ter uma legenda no idioma da descrição.

As capturas de tela graficamente aprimoradas não são permitidas, a menos que tenha sido claramente indicado que foram aprimoradas.

6.9 Os pacotes do aplicativo da Windows Store devem ter o manifesto correto do aplicativo

Em cada um dos pacotes do aplicativo, os elementos do manifesto de aplicativo devem conter os valores corretos, conforme descrito nos requisitos de metadados de pacotes.

6.10 Os pacotes do aplicativo da Windows Store devem ser formatados corretamente

Os pacotes de seu aplicativo devem estar em conformidade com os requisitos de formatação de pacotes.

6.11 A categoria e subcategoria do aplicativo devem corresponder ao caráter ou finalidade do aplicativo

7. Aplicativos de desktop devem seguir requisitos adicionais

Além desses requisitos, você deve certificar aplicativos de desktop no programa de Certificação de Aplicativos de Desktop do Windows.

7.1 O link da página de compra fornecido para o seu aplicativo deve enviar os usuários para um local onde possam fazer download do aplicativo, e não devem levar os usuários para outro site intermediário ou um site que menciona a página de compra

Os usuários devem poder comprar o seu aplicativo de forma rápida e fácil depois de serem direcionados para a página de compra da Windows Store.

Você pode fornecer dois links de páginas de compra para seu aplicativo. Você deve usar esses links para fornecer aos usuários acesso a versões 64 bits e 32 bits de seu aplicativo.

7.2 As informações que você fornecer para a Loja sobre seu aplicativo devem coincidir com as informações utilizadas na página de compra para esse aplicativo. Isso inclui o nome do aplicativo, preços e números de versão maiores e menores

Conclusão

À medida que esses requisitos evoluem, anotaremos as alterações no histórico de revisão aqui. Os requisitos estáveis ​​são fundamentais para obter o melhor trabalho. Portanto, nosso objetivo é garantir as alterações feitas sejam sustentáveis ​​e continuem a proteger e melhorar os aplicativos.

Obrigado novamente por se juntar a nós neste compromisso de oferecer experiências fantásticas.

 

 

Mostrar:
© 2014 Microsoft