Visão geral da tela de bloqueio (aplicativos do Tempo de Execução do Windows)

Applies to Windows and Windows Phone

Este tópico aborda a terminologia e os conceitos da presença de um aplicativo na tela de bloqueio. A tela de bloqueio é mostrada quando você bloqueia o dispositivo e quando reinicia o dispositivo ou o desperta do estado de suspensão. Essa tela é uma superfície que o usuário pode personalizar que transmite informações e protege o computador contra uso não autorizado.

A tela de bloqueio do Windows 8 atende a três finalidades básicas:

  1. Impede tentativas de entrada acidentais em dispositivos sensíveis ao toque
  2. Fornece uma superfície personalizada para o usuário
  3. Exibe informações leves para o usuário:
    1. Data e hora
    2. Status de rede e bateria
    3. Notificações de um conjunto limitado de aplicativos

A imagem a seguir mostra a tela de bloqueio em um dispositivo com Windows.

A tela de bloqueio

Conteúdo da tela de bloqueio

A tela de bloqueio contém uma mistura de conteúdo do sistema, do usuário e do aplicativo. Uma imagem em segundo plano pode ser personalizada pelo usuário por meio das Configurações do dispositivo. Uma luz leve e transparente é aplicada à imagem selecionada para aumentar a visibilidade do texto e dos ícones da tela de bloqueio. A data e a hora são sempre mostradas e não podem ser personalizadas. O ícone de rede também é sempre mostrado, enquanto um ícone de bateria é mostrado para os dispositivos que funcionam com bateria.

Um aplicativo pode refletir três tipos diferentes de informações à tela de bloqueio:

  • A notificação atual do bloco do aplicativo
  • O texto da notificação de bloco mais recente do bloco do aplicativo
  • Notificações do sistema

Vários aplicativos podem aparecer na tela de bloqueio de uma só vez. Cada um desses aplicativos pode mostrar selos e notificações do sistema, mas apenas um deles pode mostrar o texto de sua notificação de bloco mais recente, embora sem nenhuma imagem acompanhando.

Se o seu aplicativo tiver um slot de bloco ou selo na tela de bloqueio e for declarado como habilitado para notificações do sistema no arquivo Package.appxmanifest do aplicativo, todas as notificações do sistema enviadas pelo aplicativo aparecerão na tela de bloqueio quando o dispositivo estiver bloqueado. Uma notificação do sistema mostrada na tela de bloqueio inclui imagem (se presente) e texto. A notificação do sistema é mostrada para o comprimento de um long-duration toast.

  • Applies to Windows Phone

No Windows Phone, a notificação do sistema é mostrada durante o período de tempo normal.

O aplicativo deve estar na tela de bloqueio?

A tela de bloqueio foi criada para mostrar informações fáceis para o usuário ler rapidamente. Os usuários não precisam se debruçar sobre esta tela para receber informações. Os melhores candidatos de aplicativos a aparecer na tela de bloqueio podem transmitir informações resumidas fáceis de entender e sem contexto apenas por meio de um ícone de logotipo e notificação. Por exemplo, um aplicativo de email que mostra uma notificação com uma contagem de mensagens não lidas funcionaria bem na tela de bloqueio. Um exemplo de notificação que mostra o número 3 ao lado do ícone do logotipo de estrela é mostrado na imagem acima.

Quando um usuário coloca um aplicativo em sua tela de bloqueio, ele está indicando que as informações que o aplicativo fornece são importantes, de modo que o aplicativo deve transmitir informações em tempo real pela tela de bloqueio. Por exemplo, um aplicativo de comunicação informa o usuário quando ele recebe uma mensagem ou quando está recebendo uma chamada. O usuário deve ter confiança de que está vendo o status mais recente quando olha rapidamente em sua tela para ver se há atualizações.

O conteúdo da tela de bloqueio reflete simplesmente o conteúdo do aplicativo do bloco ou da notificação da tela Iniciar do aplicativo e não necessita de nenhuma outra chamada de API. Porém, como na tela de bloqueio a notificação fica ao lado de uma imagem de logotipo e não em um bloco, e somente a parte de texto de uma atualização do bloco é mostrada, algum contexto é perdido, e isso pode ser um fator que define se seu aplicativo é um bom candidato a ser adicionado à tela de bloqueio

Deve-se considerar com atenção a possibilidade de seu aplicativo ser selecionado para mostrar o status detalhado (conteúdo da notificação de bloco) na tela de bloqueio. As imagens contidas na atualização de bloco não são exibidas na tela de bloqueio. Portanto, um aplicativo social que identifica a origem de uma atualização somente através da imagem de um contato não é um bom candidato a aparecer na tela de bloqueio, pois esse contexto seria perdido. No entanto, um aplicativo com um bloco de calendário dirigido por texto funcionaria bem.

Para obter informações mais detalhadas, veja a seção sobre a tela de bloqueio de Diretrizes e lista de verificação de blocos e notificações.

Observação  Não declare os recursos da tela de bloqueio apenas para reproduzir som ou mostrar informações sobre o que está tocando—o que ocorre automaticamente. Isso se aplica especialmente aos players de música. Fazer isso ocuparia inutilmente um dos slots limitados de tela de bloqueio, possivelmente bloqueando um aplicativo que de fato precisa que o slot funcione de forma adequada.

Declarando os recursos de tela de bloqueio do seu aplicativo

Para o seu aplicativo se tornar um candidato à tela de bloqueio, primeiro você deve declarar seus recursos de tela de bloqueio e elementos no arquivo Package.appxmanifest de seu aplicativo. Nessa estrutura XML do arquivo, essas informações são adicionadas ao elemento VisualElements, a menos que seja definido o contrário. Entretanto, no que vem a seguir, presumimos que você esteja usando o editor de manifesto do Microsoft Visual Studio.

Observação  Essas etapas estão detalhadas em Guia de início rápido: mostrando as atualizações de bloco e notificações na tela de bloqueio.

Tipo de exibição de bloco da tela de bloqueio

Se você usar o editor de manifesto do Visual Studio, escolha a opção adequada Notifica de Tela de Bloqueio na guia Interface de Usuário do Aplicativo. As opções são:

  • Badge (Notificação): seu aplicativo pode mostrar apenas uma notificação na tela de bloqueio.
  • Badge and Tile Text (Texto da Notificação e do Bloco): seu aplicativo pode mostrar uma notificação e um status detalhado na tela de bloqueio.

A seleção de qualquer opção possibilita que essas notificações de sistema para seu aplicativo apareçam na tela de bloqueio se a notificação do sistema estiver habilitado para este usuário.

Observação  Definir a opção Notificações da tela de bloqueio não coloca seu aplicativo na tela de bloqueio—apenas o usuário pode fazer isso—isso apenas dá ao usuário essas possibilidades.

Logotipo de notificação

Quando a notificação do seu aplicativo é mostrada na tela de bloqueio, ela aparece ao lado de um ícone do seu aplicativo. Este ícone é específico da sua notificação e é fornecido pelo manifesto junto com as imagens do logotipo usadas pelo aplicativo no bloco ou em resultados de pesquisas. Um exemplo é mostrado aqui: a estrela é o ícone de notificação, o número 3 é a própria notificação numérica.

Um exemplo de notificação e ícone de tela de bloqueio

Este ícone deve cumprir estes requisitos:

  • Tamanho: 24x24 pixels (para a imagem com escala 100%)
  • Tipo: .png
  • Cor: branco monocromático
  • Transparência: qualquer um

Se um bloco não mostra uma notificação no momento, nada, incluindo o logótipo, aparece no slot da notificação na tela de bloqueio.

Logotipo grande

Quando a tela de bloqueio exibe textos de uma atualização de bloco, isso só acontece em um bloco grande. Portanto, se você declarou a opção Selo e Texto de Bloco, forneça um logotipo grande para o bloco do seu aplicativo, caso contrário, seu manifesto será inválido e o aplicativo não será criado. O logotipo grande é declarado como um ativo visual no seu manifesto como parte do bloco padrão. Para saber mais, veja Guia de início rápido: criando um bloco padrão com o editor de manifesto do Microsoft Visual Studio.

Se a notificação de bloco mostrada atualmente na tela de bloqueio for removida, por exemplo, expirando, nada será mostrado em seu lugar até que uma nova notificação de bloco chegue.

Tarefa de segundo plano

Um aplicativo com uma presença na tela de bloqueio deve declarar um dos seguintes tipos de tarefas no tela de fundo:

  • Canal de Controle (somente Windows)
  • Temporizador
  • Notificação por Push

Observe que o aplicativo pode executar tarefas em segundo plano somente se o usuário colocou esse aplicativo na tela de bloqueio.

No Visual Studio, esse valor é definido na página Declarações do editor de manifesto. Adicione a declaração Tarefas em Segundo Plano e selecione as tarefas em segundo plano na lista Propriedades que é exibida. Se você estiver criando manualmente o arquivo de manifesto, a tarefa em segundo plano será declarada no elemento BackgroundTasks, que é um filho do elemento Extensions.

Blocos secundários

Além do conteúdo do bloco principal do aplicativo, o conteúdo do bloco secundário do aplicativo também pode se refletir na tela de bloqueio. O procedimento é o seguinte:

  • Obrigatório Forneça um logotipo de notificação por meio da propriedade LockScreenBadgeLogo. Esse logotipo de notificação deve ter uma imagem diferente do logotipo da notificação do aplicativo pai, mas deve atender aos mesmos requisitos.
  • Opcional Defina a propriedade LockScreenDisplayBadgeAndTileText para tornar o bloco secundário elegível para o slot de status detalhado da tela de bloqueio.

Solicitando o usuário a colocar o bloco do aplicativo na tela de bloqueio

Seu aplicativo pode pedir ao usuário para colocar o aplicativo na tela de bloqueio por meio de uma chamada à API (requestAccessAsync). Com isso, é apresentada uma caixa de diálogo através da qual o usuário pode selecionar "permitir" ou "não permitir". Em resposta à escolha do usuário, seu aplicativo recebe um valor (da enumeração BackgroundAccessStatus) que é baseado na resposta do usuário e no estado dos outros aplicativos que o usuário selecionou para sua tela de bloqueio. Esse método só pode ser usado em um bloco principal de aplicativo; o usuário deve adicionar manualmente os blocos secundários elegíveis à tela de bloqueio.

Se todas as posições da tela de bloqueio já estiverem cheias quando esta solicitação for feita, um submenu será apresentado ao usuário pedindo para escolher quais aplicativos atualmente selecionados devem ser substituídos pelo novo aplicativo. Para exibir status detalhado, o usuário deve atribuir manualmente seu aplicativo a esse slot—ele não pode receber a solicitação para fazer isso.

Observação  Um aplicativo pode pedir acesso à tela de bloqueio apenas uma vez. O usuário pode escolher apenas uma das duas opções, portanto sua preferência será informada (embora ele também possa sair da caixa de diálogo sem fazer uma opção). Outras chamadas de requestAccessAsync são ignoradas. A única exceção é quando todos os slots da tela de bloqueio estão cheios e o usuário não quer substituir um aplicativo existente pelo aplicativo que está solicitando acesso. Nesse caso, uma chamada subsequente de requestAccessAsync mostra a interface do usuário de confirmação novamente. Para saber mais, veja Windows.ApplicationModel.Background.BackgroundAccessStatus.

Gerenciamento do usuário de aplicativos de tela de bloqueio

Em última análise, o usuário está no controle do que aparece em sua tela de bloqueio. Ele pode gerenciar quais aplicativos aparecem em sua tela de bloqueio, a ordem em que aparecem, e o único aplicativo que pode exibir atualizações de texto. O usuário faz isso por meio das Configurações do seu dispositivo. A imagem abaixo mostra essas configurações em um dispositivo com Windows. Quando o usuário clica ou toca em um dos slots (as caixas cinza), um submenu é mostrado listando todos os aplicativos e blocos secundários elegíveis para escolha.

Aplicativo Configurações do computador com a página Personalizar aparecendo

  • Applies to Windows

Em um dispositivo com Windows, o usuário pode alternar os direitos de tela de bloqueio de um aplicativo (e o acesso em segundo plano associado) na seção Permissões do painel Configurações do aplicativo, mostrado aqui. Note que isso só se aplica ao bloco principal do aplicativo. O usuário deve adicionar manualmente os blocos secundários à tela de bloqueio por meio da página Personalizar em Configurações do Computador. Essas configurações não estão disponíveis no Windows Phone.

O painel de permissões

Enviando informações à tela de bloqueio

Quando seu aplicativo estiver na tela de bloqueio, não há nenhuma outra tarefa necessária para encaminhar as notificações para ela. O Windows simplesmente encaminha atualizações de notificação, atualizações de bloco e notificações do sistema normalmente e elas são exibidas na tela de bloqueio, quando essa tela está ativa. De fato, não há uma maneira de seu aplicativo saber se uma tela de bloqueio está presente. Como ele não pode alterar seu comportamento com base nessas informações, considere com atenção esse fato ao determinar se deve ou não perguntar por uma tela de bloqueio.

Observação  As notificações de bloco mostradas na tela de bloqueio não usam a fila de notificações. Somente a atualização de bloco mais recente aparece na tela de bloqueio.

Tópicos relacionados

Exemplo de aplicativo de tela de bloqueio
Guia de início rápido: mostrando as atualizações de bloco e notificação na tela de bloqueio
Diretrizes e lista de verificação de blocos e notificações
Visão geral de notificações
Guia de início rápido: enviando uma atualização de bloco
Guia de início rápido: enviando uma notificação do sistema
Visão geral dos blocos secundários
Guia de início rápido: fixando um bloco secundário

 

 

Mostrar:
© 2014 Microsoft