Requisitos de certificação de aplicativos para a Windows Store

Applies to Windows only

Versão do documento: 6.1

Data do documento: terça-feira, 29 de julho de 2014

Neste documento, descrevemos os critérios que um aplicativo deve atender para ser qualificado para aparecer na Windows Store.

Bem-vindo

Obrigado por seu interesse em criar aplicativos para Windows. Estamos comprometidos com um relacionamento com você que encoraje suas ambições e incentive um catálogo diversificado de aplicativos, de alta qualidade, extremamente atraentes para clientes do Windows no mundo todo. Criamos estes requisitos de certificação com essas metas em mente. Por isso, eles devem ajudá-lo a fazer escolhas que aprimorem o apelo de seu aplicativo e acelerem sua listagem na Windows Store.

Em caso de mudanças nos requisitos de certificação, identificaremos as atualizações para facilitar a identificação. Em caso de comentários sobre as políticas, entre em contato conosco através de nosso fórum. Levaremos todos os comentários em consideração.

Os aplicativos são essenciais para a experiência de centenas de milhões de clientes. Estamos ansiosos para ver o que você cria e estamos muito felizes em ajudar a fornecer seus aplicativos para o mundo.

1. Os aplicativos da Windows Store agregam valor ao cliente

Seu aplicativo deve ser totalmente funcional e oferecer aos clientes uma utilidade ou um valor criativo único em todos os idiomas e mercados compatíveis

Por exemplo, seu aplicativo não pode usar um nome ou ícone semelhante ao de outros aplicativos.

1.2 Seu aplicativo deve ser testado quando for enviado à Windows Store

Se, por qualquer motivo, não for possível testar algumas partes do seu aplicativo, seu aplicativo poderá falhar neste requisito. Por exemplo, se o aplicativo requer credenciais de login, forneça-nos uma conta de demonstração ativa usando o campo Notes to Tester. Se seu aplicativo requer acesso a um servidor, diga-nos o que precisamos fazer para verificar se ele está funcionando corretamente. Se o seu aplicativo permitir que o usuário adicione um saldo de cartão de presente, dê-nos um número de cartão de presente que possa ser usado nos testes.

2. — Excluído

Consulte o histórico de revisões.

3. Os aplicativos da Windows Store se comportam de forma previsível

3.1 Você deve usar apenas as APIs do Tempo de Execução do Windows para implementar os recursos de seu aplicativo da Windows Store

Nós descrevemos essas APIs na Referência de API de aplicativos da Windows Store.

O seu aplicativo da Windows Store não deve incitar os usuários a instalar o software de desktop para completar o valor principal do aplicativo, a menos que seu aplicativo seja uma Vitrine para o software.

O seu aplicativo não deve se comunicar com aplicativos de desktop ou serviços locais via mecanismos locais, incluindo arquivos e chaves do Registro. Seu aplicativo só pode depender de software listado na Windows Store ou que seja identificado como compatível com o Windows 8 no Centro de Compatibilidade do Windows.

3.2 Seu aplicativo não deve parar de responder, ser encerrado inesperadamente nem exibir erros que afetem significativa ou negativamente a experiência do usuário

3.3 — Mesclado com o requisito 6.13

Veja o Requisito 6.13.3.

3.4 — Excluído

Consulte o histórico de revisões.

3.5 — Mesclado com o requisito 6.13

Veja o Requisito 6.13.4.

3.6, 3.7 e 3.8 — Excluído

Consulte o histórico de revisões.

3.9 Toda a lógica do aplicativo deve ter origem e residir no seu pacote do aplicativo

O seu aplicativo não deve tentar mudar ou ampliar o conteúdo empacotado usando qualquer forma de inclusão dinâmica de código que altere a forma como o aplicativo se comporta em relação aos requisitos de certificação da Loja. O seu aplicativo não pode, por exemplo, baixar um script remoto e depois executar esse script no contexto local do pacote do aplicativo.

3.10 e 3.11— Mesclado com o requisito 3.12

Veja o Requisito 3.12.2.

3.12 O aplicativo deve obedecer aos seguintes requisitos técnicos:

3.12 O aplicativo deve passar nos testes que acompanham a versão mais recente do Kit de Certificação de Aplicativos Windows

3.12.2 Os aplicativos Direct3D devem permitir um nível de recurso mínimo

Esse requisito se aplica quando você depende de recursos de hardware gráfico 3D específicos.

Se o seu aplicativo inclui um pacote ARM ou Neutro, ele deve ser compatível com o nível de recurso 9_1 do Direct3D. Se o aplicativo não dá suporte ao ARM, ele deve ser compatível com o nível de recurso mínimo escolhido no portal da Loja.

Como os clientes podem mudar o hardware gráfico de seus computadores depois que o aplicativo é instalado, se você escolhe um nível de recurso mínimo maior que 9_1, ao ser iniciado, o aplicativo deve detectar se o hardware atual atende ou não aos requisitos mínimos. Em caso negativo, o aplicativo deve mostrar uma mensagem ao cliente detalhando os requisitos do Direct3D.

Além de dar suporte ao nível de recurso mínimo do Direct3D escolhido, seu aplicativo pode usar níveis de recurso superiores, quando disponíveis.

3.12.3 Se o seu aplicativo inclui componentes do Tempo de Execução do Windows, eles devem estar de acordo com o sistema do tipo de Tempo de Execução do Windows

Especificamente, todos os tipos de Tempo de Execução do Windows:

  • Devem estar localizados no arquivo do pacote com o maior nome correspondente ao namespace.
  • Devem ser os únicos tipos com visibilidade pública em um arquivo de metadados do Windows (.winmd).
  • Devem ter um nome exclusivo que não diferencie maiúsculas de minúsculas.
  • Não devem estar localizados no namespace do Windows ou global.
  • Devem ter visibilidade pública, a menos que o tipo seja uma interface marcada como exclusiva para uma classe de tempo de execução específica.
  • Devem ser selados, a menos que o tipo seja uma classe de tempo de execução marcada como combinável.
  • Devem compor uma classe de sistema não selada, se o tipo é uma classe de tempo de execução combinável.
  • Não devem incluir propriedades somente gravação.
  • Não devem implementar interfaces marcadas como exclusivas de outra classe.
  • Não devem ser genéricos ou parametrizados.
  • Não devem definir métodos que sobrecarregam as operadoras.
  • Não devem mudar a assinatura ou os nomes de parâmetros entre declarações de método da interface e de tempo de execução.
  • Não devem incluir valores padrão de parâmetros de métodos.
  • Não devem incluir getters de propriedade que usem parâmetros de entrada.
  • Não devem incluir setters de propriedade que usem mais que o único parâmetro de valor definido.
  • Não devem definir métodos de fábrica com parâmetros de saída adicionais, além do valor de retorno.
  • Não devem usar IReferenceArray<T> ou IReference<string> como tipo de parâmetro.
  • Não devem usar o tipo fundamental de byte assinado.
  • Devem definir enumerações somente com um tipo subjacente de Int32 ou UInt32.
  • Devem aplicar o FlagsAttribute a enumerações UInt32.
  • Não devem aplicar o FlagsAttribute a enumerações Int32.

3.12.4 Se o aplicativo chama drivers de dispositivo de terceiros, ele tem de ser privilegiado

Um aplicativo privilegiado é aquele que recebeu autorização do fabricante do dispositivo para executar operações no dispositivo. Para saber mais, veja Sincronização e atualização de dispositivo para aplicativos de dispositivo da Windows Store no Windows 8.1.

3.12.5 Os pacotes do aplicativo da Windows Store devem ter o manifesto correto do aplicativo

Em cada um dos pacotes do aplicativo, os elementos do manifesto de aplicativo devem conter os valores corretos, conforme descrito nos requisitos de metadados de pacotes.

3.12.6 Os pacotes do aplicativo da Windows Store devem ser formatados corretamente

Os pacotes de seu aplicativo devem estar em conformidade com os requisitos de formatação de pacotes.

3.12.7 Se o seu aplicativo declarar uma associação com um determinado tipo de arquivo, ele deverá fornecer a funcionalidade que um cliente razoável esperaria, tendo em conta essa associação.

Por exemplo, se seu aplicativo declarar uma associação com o tipo de arquivo .jpg, o aplicativo deverá ser capaz de abrir a imagem para visualização ou edição.

4. Os aplicativos da Windows Store colocam os clientes no controle

4.1 Seu aplicativo deve obedecer aos seguintes requisitos relacionados a privacidade:

4.1.1 Seu aplicativo deve ter uma política de privacidade caso seja compatível com rede

Se o aplicativo tiver capacidade técnica de transmitir dados para você ou terceiros, será necessário manter uma política de privacidade. Você deve fornecer acesso à sua política de privacidade na página Descrição do aplicativo, bem como nas configurações do aplicativo, conforme exibidas no botão Configurações do Windows.

As declarações de funcionalidade do aplicativo que o tornam compatível com rede incluem: internetClient, internetClientServer e privateNetworkClientServer.

Sua política de privacidade deve informar os usuários sobre as informações pessoais acessadas ou transmitidas pelo aplicativo e como essas informações são usadas, armazenadas, protegidas e divulgadas. Deve também descrever o tipo de controle que os usuários têm sobre o uso e compartilhamento de suas respectivas informações e como eles podem acessar essas informações. Além disso, sua política de privacidade deve estar em conformidade com as leis e os regulamentos aplicáveis.

4.1.2 Seu aplicativo deve obter a aceitação ou consentimento equivalente para compartilhar informações pessoais

Seu aplicativo poderá publicar as informações pessoais do cliente para um serviço externo ou terceiros somete depois de obter uma autorização por meio de aceitação.

Autorização por meio de aceitação significa que o cliente concederá permissão explícita na interface do usuário do aplicativo para a atividade solicitada após você:

a) Descrever ao cliente como as informações serão acessadas, usadas ou compartilhadas.

b) Fornecer ao cliente um mecanismo por meio do qual ele pode revogar essa permissão no futuro e recusá-la.

Se seu aplicativo publicar as informações pessoais de uma pessoa para um serviço ou terceiros, mas a pessoa cujas informações são compartilhadas não for um cliente do seu aplicativo, você deverá obter uma autorização explícita por escrito para publicar as informações pessoais, além de permitir que a pessoa cujas informações são compartilhadas volte atrás em relação à autorização a qualquer momento. Se o aplicativo permite que um cliente acesse as informações pessoais de outra pessoa, esse requisito também se aplica.

Informações pessoais incluem todas as informações ou dados que poderiam ser usados de maneira aceitável para identificar uma pessoa. Exemplos de informações pessoais: contatos, fotos, telefones, gravações de áudio e vídeo, localização, SMS ou outras comunicações por texto, imagens da área de trabalho ou capturas de tela do computador, identificadores de conta exclusivos, identificadores exclusivos baseados no hardware do computador e, em alguns casos, o histórico de navegação combinado.

4.1.3 Seu aplicativo deve respeitar as escolhas do usuário quanto à ID de anúncio

Quando o aplicativo tem a capacidade de usar a ID de anúncio, ele não poderá coletar nem usá-la se o usuário tiver desabilitado esse recurso. Caso o usuário tenha redefinido a ID de anúncio, seu aplicativo não poderá usar nenhum valor anterior da ID de anúncio nem associá-lo ao novo valor.

4.2 O aplicativo deve respeitar as configurações do sistema para notificações e permanecer funcional quando elas são desabilitadas.

Isso inclui a apresentação de anúncios e notificações para o cliente, que também deve ser consistente com as preferências do cliente, independentemente das notificações serem fornecidas pelo Serviço de Notificação por Push do Windows ou qualquer outro serviço. Se um cliente desabilitar as notificações, de forma específica a um aplicativo ou em todo o sistema, o aplicativo deverá permanecer funcional.

4.3 Seu aplicativo não deve arriscar ou comprometer a segurança do usuário ou funcionalidade dos dispositivos Windows, do sistema ou sistemas relacionados e não deve ter o potencial de causar danos aos usuários do Windows ou qualquer outra pessoa

4.4 e 4.5 — Excluído

Consulte o histórico de revisões.

4.6 O aplicativo deve estar em conformidade com os requisitos do WNS (Serviço de Notificação por Push do Windows) quando usa as notificações do WNS

Se seu aplicativo usar o WNS (Serviço de Notificações por Push do Windows) para transmitir notificações por push, ele deverá fazer isso conforme descrito neste requisito.

a) As notificações fornecidas pelo WNS são consideradas conteúdo do aplicativo e estão sujeitas a todas as políticas de aplicativos da Windows Store, inclusive os requisitos de certificação.

b) Seu aplicativo deve estar associado a apenas um Identificador de Segurança de Pacote.

c) Você não pode ocultar ou tentar disfarçar a origem de qualquer notificação que é iniciada pelo seu aplicativo.

d) Você não pode incluir, em uma notificação, qualquer informação que um cliente possa considerar confidencial ou secreta.

e) Seu aplicativo não deve usar recursos de rede ou largura de banda do WNS em excesso, nem sobrecarregar indevidamente o sistema Windows com notificações do WNS.

4.7 Se o seu aplicativo incluir compra no aplicativo, funcionalidade de faturamento ou captura de informações financeiras, os seguintes requisitos se aplicam:

4.7.1 Se o seu aplicativo usa a API de compra no aplicativo da Loja (namespace Windows.ApplicationModel.Store) para compras no aplicativo:

  • Seu aplicativo pode vender somente itens ou serviços digitais. O produto de aplicativo vendido em seu aplicativo deve ser consumido ou usado em um aplicativo que você disponibiliza em uma plataforma Microsoft.
  • Os produtos de aplicativo vendidos em seu aplicativo não podem ser convertidos para nenhuma moeda legalmente válida (por exemplo, dólares, euros, etc.), ou bens materiais ou serviços, exceto quando o aplicativo usa compra no aplicativo para vender uma representação física de conteúdos digitais criados pelo usuário inteiramente em um dispositivo Windows, incluindo fotos, música, vídeo, texto ou documentos.

4.7.2 Se o seu aplicativo incluir a funcionalidade de faturamento no aplicativo ou captura de informações de conta financeira, mas não usa o namespace Windows.ApplicationModel.Store, o seguinte se aplica para os tipos de conta listadas:

  • Para todas as contas:

    No momento da operação ou quando o você coletar qualquer pagamento ou informações financeiras do cliente, seu aplicativo deve identificar o provedor de transações comerciais, autenticar o usuário e obter a confirmação do usuário para a transação. O aplicativo pode oferecer ao usuário a capacidade de salvar essa autenticação, mas o usuário deve ter a capacidade de exigir uma autenticação em cada operação ou desabilitar transações no aplicativo.

    Se o aplicativo coletar informações de cartões de crédito ou usar um processador de pagamentos de terceiros que coleta informações de cartões de créditos, o processador de pagamentos deverá atender ao PCI DSS (Padrão de Segurança de Dados PCI) atual.

  • Para contas individuais:

    Seu aplicativo não pode coletar informações financeiras confidenciais ou pagamentos dentro do aplicativo.

    Você pode aceitar o pagamento fora do aplicativo através de uma relação de faturamento preexistente e pode coletar o pagamento e informações de conta pessoal fora da experiência do aplicativo por meio de um processador de pagamento de terceiros aprovado ou através de um site HTTPS seguro.

4.7.3 A descrição do aplicativo deve incluir informações sobre os tipos de compras no aplicativo oferecidas e a faixa de preços

4.8 e 4.9 — Mesclado com o requisito 4.7

Consulte Requisito 4.7.

4.10 Você não pode usar o mecanismo de comércio da Microsoft para facilitar contribuições beneficentes ou sorteios.

Se o aplicativo for usado para facilitar ou coletar contribuições beneficentes ou para realizar concursos ou sorteios promocionais, você deve fazer isso em conformidade com as leis aplicáveis. Você também deve declarar claramente que a Microsoft não está levantando fundos, nem é patrocinadora da promoção.

4.11 O seu aplicativo não pode vender, se conectar ou de outra forma promover planos de voz

5. Os aplicativos da Windows são apropriados para um audiência global

Esta seção descreve os tipos de conteúdo que não são permitidos nos aplicativos da Windows Store.

O conteúdo engloba as mensagens, os sons e o texto contido no aplicativo, os blocos, as notificações, as mensagens de erro ou os anúncios expostos por meio do aplicativo ou qualquer coisa que for entregue de um servidor ou com a qual o aplicativo se conecta. Como o Windows e os aplicativos na Windows Store são usados ao redor do mundo, esses requisitos serão interpretados e aplicados no contexto de normas regionais e culturais.

5.1 O aplicativo deve estar de acordo com nossas diretrizes para conteúdo e classificação etária, e os metadados devem ser adequados a todos

Seu aplicativo e todos os seus anúncios devem estar em conformidade com as nossas diretrizes de conteúdo e classificação etária, e os metadados devem ser apropriados.

5.1.1 Os aplicativos com classificação acima de PEGI 16, ESRB MATURE, ou que apresentem conteúdo com garantia de tal classificação, não são permitidos, a menos que o aplicativo seja um jogo, seja classificado por um conselho de classificação de terceiros e, de alguma forma, atenda a esses requisitos de certificação.

5.1.2 Os metadados e outro conteúdo que você enviar para acompanhar seu aplicativo podem incluir somente conteúdo com mérito de classificação PEGI 12, ESRB EVERYONE ou Windows Store 12+, ou inferior.

5.1.3 Nós sabemos que, em alguns casos, os aplicativos oferecem um gateway para conteúdo de varejo, conteúdo gerado pelo usuário ou conteúdo baseado na Web. Nós classificamos esses aplicativos como aplicativos de Vitrine, cuja função principal é agregar e vender mídia ou aplicativos de terceiros, ou aplicativos de Streaming, cuja função principal é agregar e transmitir imagens, músicas, vídeos ou outros tipos de conteúdo de mídia baseados na Web. Em alguns casos, pode ser aceitável para um aplicativo de Vitrine ou de Streaming incluir conteúdo que possa ser proibido em um aplicativo de finalidade única. Caso seu aplicativo tenha alta probabilidade de incluir algum conteúdo gerado pelo usuário que de outra forma seria proibido sob esses requisitos, inclua um mecanismo para que os usuários mencionem sobre a presença de tal conteúdo, além disso forneça ferramentas de filtragem de forma que os usuários tenham que aceitar o acesso a feeds ou conteúdos que tenham maior probabilidade de violarem os requisitos.

5.2 O seu aplicativo não deve conter conteúdo que defende a discriminação, ódio ou violência com base em considerações de raça, etnia, nacionalidade, língua, sexo, idade, deficiência, religião, orientação sexual, qualidade de veterano ou participação em qualquer outro grupo social

5.3 O aplicativo não deve conter conteúdo ou funcionalidade que incentive, facilite ou glamorize atividade ilegal no mundo real

5.4 O aplicativo não deve conter ou exibir conteúdo que uma pessoa razoável consideraria obsceno

5.5 O aplicativo não deve conter conteúdo que seja difamatório, calunioso ou ameaçador

5.6 O aplicativo não deve conter conteúdo que facilite ou glamorize o uso excessivo ou irresponsável de produtos com álcool ou tabaco, drogas ou armas

5.7 O aplicativo não deve conter conteúdo que facilite ou glamorize violência extrema ou gratuita, violações dos direitos humanos ou a criação ou o uso de armas contra uma pessoa ou animal no mundo real

5.8 O aplicativo não deve conter linguagem obscena ou gratuita

5.9 O aplicativo não deve conter ou exibir conteúdo que uma pessoa razoável consideraria pornográfico ou sexualmente explícito.

5.10 Todo o conteúdo no seu aplicativo e metadados associados devem ser criados por você (o provedor do aplicativo), devidamente licenciado do detentor dos direitos de terceiros, usados conforme permitido pelo detentor dos direitos ou usado de outra forma permitida por lei

6. Os aplicativos da Windows Store são identificados e compreendidos facilmente

6.1 — Excluído

Consulte o histórico de revisões.

6.2 O aplicativo deve ter uma classificação etária do Windows e deve enviar as classificações de terceiros para o aplicativo caso as tenha

6.2.1 Você deve atribuir a classificação etária da Windows Store mais adequada ao seu aplicativo. A página Classificação de idade contém descrições mais detalhadas do conteúdo adequado para cada classificação de idade da Windows Store.

6.2.2 Se o seu aplicativo permite ao usuário: (i) acesso não controlado a redes sociais online ou (ii) compartilhamento não controlado de informações pessoais com terceiros, inclusive outros jogadores ou contatos online, você deve atribuir a ele uma classificação da Windows Store igual ou superior a 12+. Para que essas atividade sejam consideradas "controladas", o aplicativo deve se reger por controles que exigem a permissão dos pais para usar esses recursos de compartilhamento, e você deve identificá-los e explicar sua funcionalidade nas Notas para testadores.

6.2.3 Se você enviar um aplicativo de Vitrine ou Streaming, terá de classificá-lo de acordo com esta seção. Considere também o público-alvo de seu aplicativo de Vitrine ou Streaming na classificação, com base no conteúdo que os usuários do aplicativo podem acessar.

6.2.4 Se a classificação em qualquer sistema de classificação específico for exigida por lei em algum país, inclua a documentação de classificação desse sistema de classificação juntamente com o aplicativo.

6.2.5 Se o seu aplicativo for classificado por um conselho de classificação opcional identificado nos Conselhos de classificação para aplicativos do Windows, envie também esse certificado de classificação referente ao aplicativo e forneça os descritores de conteúdo adequados.

6.2.6 Se seu aplicativo tiver classificações diversas do conselho de classificação que correspondam a diferentes classificações etárias da Windows Store, atribua a classificação etária da Windows Store que corresponda ao público mais velho. Os aplicativos com uma classificação acima de ESRB MATURE geralmente não são permitidos.

6.2.7 Se o seu aplicativo for um mecanismo de pesquisa que permita aos usuários pesquisar amplamente na Internet, ele deverá ser classificado como 12+. Os aplicativos que habilitam pesquisas de um conteúdo diferente definido (como somente notícias ou somente vídeo) não são mecanismos de pesquisa de acordo com essa definição. A classificação etária desses aplicativos deve ser determinada pela finalidade, pela função e pelo conteúdo do aplicativo.

6.2.8 Se o seu aplicativo for um navegador da Web, que permita amplo acesso ao conteúdo da Internet, ele deverá ser classificado como 12+.

6.3 — Excluído

Consulte o histórico de revisões.

6.4 e 6.5 — Mesclado com 6.13

Veja o Requisito 6.13.5.

6.6 As funcionalidades que você declara devem estar legitimamente relacionadas com as funções e a proposta de valor do seu aplicativo da Windows Store, e a utilização dessas declarações deve ser compatível com as nossas declarações de funcionalidade do aplicativo.

Saiba mais sobre nossas declarações de recursos de aplicativos.

6.7 — Excluído

Consulte o histórico de revisões.

6.8 — Mesclado com 5.1 e 6.13

Veja o Requisito 5.1 e o Requisito 6.13.8.

6.9 e 6.10 — Mesclado com 3.12

Veja o Requisito 3.12.5.

6.11 e 6.12— Mesclado com 6.13

Veja o Requisito 6.13.5.

6.13 Os metadados e outros materiais oferecidos para descrever seu aplicativo devem refletir de forma clara e precisa a origem, a função e os recursos do aplicativo

As capturas de tela, o nome do aplicativo, o nome do desenvolvedor, o bloco, a categoria e a descrição inseridos em seu aplicativo devem facilitar para que o usuário entenda as funções, os recursos e quaisquer limitações importantes que possam existir. Se seu aplicativo contiver conteúdo ou recursos restritos para determinadas regiões geográficas ou determinados hardwares, ou tiver outras limitações importantes, elas devem ser claramente descritas. Não represente seu aplicativo como sendo de alguma empresa, órgão governamental ou outra entidade sem ter permissão para isso.

6.13.1 e 6.13.2— Excluídos

Consulte o histórico de revisões.

6.13.3 Seu aplicativo deve oferecer a mesma experiência do usuário em todos os tipos de processadores e sistemas operacionais de destino permitidos

Se seu aplicativo tiver uma interface de usuário ou funcionalidade diferente quando for executado em tipos de processadores ou sistemas operacionais de destino distintos, envie um aplicativo separado para cada tipo de processador e indique as diferenças na Descrição de cada aplicativo.

6.13.4 Se o seu aplicativo não permite nenhuma entrada por toque, e sim a entrada por teclado e mouse, isso deve ser divulgado nos elementos de descrição do aplicativo

6.13.5 e 6.13.6 — Excluídos

Consulte o histórico de revisões.

6.13.7 Seu aplicativo deverá cumprir as diretrizes de acessibilidade, se for declarado dessa forma

Se o aplicativo for marcado com a caixa de seleção de Acessibilidade, ele deverá atender aos requisitos de linha de base de exposição de informações sobre os elementos da interface do usuário, implementação da acessibilidade do teclado, suporte a alto contraste e cumprimento dos requisitos de texto acessível.

6.13.8 Você deve traduzir seu aplicativo para todos os idiomas que ele permite

Seu aplicativo só pode permitir os idiomas aceitos pela Windows Store e, no mínimo, um desses idiomas deve ser um idioma de certificação. A experiência oferecida por um aplicativo deve ser relativamente semelhante em todos os idiomas compatíveis.

Você deve fornecer uma descrição completa de seu aplicativo para seus clientes em cada idioma que declarar no pacote do aplicativo. Os outros elementos da descrição do aplicativo, como capturas de tela, texto e imagens promocionais, devem estar traduzidos. Se seu aplicativo está traduzido de forma que alguns recursos não estão disponíveis em uma versão localizada, você deve declarar ou exibir claramente os limites da tradução na descrição do aplicativo.

7. Aplicativos de desktop devem seguir requisitos adicionais

Além desses requisitos, você deve certificar aplicativos de desktop no programa de Certificação de Aplicativos de Desktop do Windows.

7.1 O link da página de compra fornecido para o seu aplicativo deve enviar os usuários para um local onde possam fazer download do aplicativo, e não devem levar os usuários para outro site intermediário ou um site que menciona a página de compra

Os usuários devem comprar seu aplicativo de forma rápida e fácil depois de serem direcionados para a página de compra da Windows Store.

Você pode fornecer dois links de páginas de compra para seu aplicativo. Você deve usar esses links para fornecer aos usuários acesso a versões 64 bits e 32 bits de seu aplicativo.

7.2 As informações que você fornecer para a Loja sobre seu aplicativo devem coincidir com as informações utilizadas na página de compra para esse aplicativo. Isso inclui o logotipo do aplicativo ou da empresa, o nome do aplicativo e números de versão posteriores e anteriores

Conclusão

Agradecemos por você reservar um tempo para examinar esses requisitos. Estamos comprometidos em fornecer um catálogo de aplicativos de alta qualidade na Windows Store e reservamo-nos o direito de remover do catálogo qualquer aplicativo que não atenda a esses requisitos.

Obrigado novamente por se juntar a nós neste compromisso de oferecer uma experiência fantástica.

Histórico de revisão

DataVersão Resumo das alteraçõesLink para o documento
29 de julho de 20146.1

4.7.2 ADICIONADO— já havia sido apresentado em 4.7.1.

4.7.3 ADICIONADO— adicionado requisito para incluir informações sobre compras no aplicativo na descrição do aplicativo.

6.2.2. REVISADO— requisito esclarecido.

10 de abril de 20146.0

1.1 REVISADO— requisito esclarecido.

1.2 REVISADO— requisito esclarecido.

2 EXCLUÍDO— requisito removido em relação ao uso de anúncios em aplicativo da Windows Store.

3.1 REVISADO— requisito esclarecido.

3.4 EXCLUÍDO— requisito removido em relação ao impacto percebido das atualizações de aplicativos em um aplicativo da Windows Store.

3.12.7 ADICIONADO— introduzido novo requisito em relação a associações de arquivo e funcionalidades esperadas em um aplicativo da Windows Store.

4.3 REVISADO— requisito esclarecido.

4.4 EXCLUÍDO— requisito removido em relação ao modo como um aplicativo da Windows Store é comercializado.

4.7 REVISADO— revisado para incluir detalhes adicionais.

4.8 MESCLADO— agora detalhado no requisito 4.7.

4.9 MESCLADO— agora detalhado no requisito 4.7.

4.10 ADICIONADO— introduzida nova entrada para um requisito anteriormente detalhado no Contrato de Desenvolvedor de Aplicativos em relação ao uso do mecanismo de comércio da Microsoft.

4.11 ADICIONADO— introduzido novo requisito em relação a planos de voz móveis.

5.2 REVISADO— requisito esclarecido.

5.9 ADICIONADO— introduzida nova entrada para material de exigência da entrada 5.4 detalhando o uso de conteúdo explícito.

5.10 ADICIONADO— introduzida nova entrada para um requisito anteriormente detalhado no Contrato de Desenvolvedor de Aplicativos em relação ao direito de utilizar o conteúdo.

6.1 EXCLUÍDO— requisito removido em relação à nomeação de um aplicativo da Windows Store.

6.3 EXCLUÍDO— requisito removido em relação ao suporte técnico fornecido para um aplicativo da Windows Store.

6.13.1 EXCLUÍDO— requisito removido em relação à funcionalidade de teste.

6.13.2 EXCLUÍDO— requisito removido em relação à imagem em bloco fornecida para um aplicativo da Windows Store.

6.13.5 EXCLUÍDO— agora detalhado no requisito 6.13

6.13.6 MESCLADO— agora detalhado no requisito 6.13

Requisitos da certificação V6.0
23 de janeiro de 20145.0

1.2 REVISADO— requisito esclarecido.

1.3 MESCLADO— agora detalhado no requisito 6.13.

1.4 MESCLADO— agora detalhado no requisito 6.13.

2.3 EXCLUÍDO— requisito removido de que um aplicativo não deve usar sua descrição, blocos, notificações, barra de aplicativos ou interações de passar o dedo a partir da borda para mostrar anúncios.

2.4 EXCLUÍDO— requisito removido de que as experiências principais que seu aplicativo proporciona devem ocorrer no aplicativo.

3.3 MESCLADO— agora detalhado no requisito 6.13.

3.5 MESCLADO— agora detalhado no requisito 6.13.

3.6 EXCLUÍDO— requisito removido de que um aplicativo deve usar os mecanismos fornecidos pelo sistema para os recursos que os possuem.

3.8 EXCLUÍDO— requisito removido sobre os critérios básicos de desempenho em um computador de baixo consumo de energia.

3.10 MESCLADO— agora detalhado no requisito 3.12.

3.11 MESCLADO— agora detalhado no requisito 3.12.

3.12 REVISADO— requisito expandido e esclarecido.

3.13 MESCLADO— agora detalhado no requisito 3.12.

4.5 EXCLUÍDO— requisito removido sobre transferências de dados pesadas em redes limitadas.

5.1 REVISADO— requisito esclarecido.

5.1.4 MESCLADO— agora detalhado no requisito 6.2.

5.1.5 MESCLADO— agora detalhado no requisito 6.2.

6.4 MESCLADO— agora detalhado no requisito 6.13.

6.5 MESCLADO— agora detalhado no requisito 6.13.

6.8 MESCLADO— agora detalhado nos requisitos 5.1 e 6.13.

6.9 MESCLADO— agora detalhado no requisito 3.12.

6.10 MESCLADO— agora detalhado no requisito 3.12.

6.11 MESCLADO— agora detalhado no requisito 6.13.

6.11 MESCLADO— agora detalhado no requisito 6.13.

6.12 REVISADO— requisito expandido e esclarecido.

Requisitos de certificação V5.0
17 de outubro de 20134.7

2.5 EXCLUÍDA — requisito removido sobre os anúncios que não devem executar código de programa que não veio do provedor de anúncios.

3.1 REVISADO — informações adicionadas sobre o uso de protocolos.

3.2 REVISADA — requisito esclarecido.

3.3 REVISADOS—requisitos para que o aplicativo forneça a mesma experiência de usuário por todos os sistemas operacionais de destino.

3.5 REVISADA — removido o requisito de comentários visuais em elementos de toque.

3.6 REVISADA — o requisito de "estado ajustado" foi substituído por "manter-se em funcionamento quando a janela é redimensionada".

3.12 ADICIONADA — adicionado o requisito de que o aplicativo deve ser aprovado no Kit de Certificação de Aplicativos Windows.

3.13 ADICIONADA — Requisito sobre o aplicativo ter de ser privilegiado quando ele utiliza drivers de dispositivo de terceiros no dispositivo.

4.1.3 ADICIONADA — política incluída para respeitar a opção do usuário no que diz respeito à "ID de anúncio".

4.3 REVISADA — adicionados dispositivos periféricos à definição do que faz parte de um "sistema Windows".

4.4 REVISADA — requisito atualizado sobre o aplicativo não instruir nem encorajar o usuário a causar danos físicos, para incluir o computador ou seus periféricos.

5 REVISADA — requisito segmentado em subitens.

5.1.3 ADICIONADA — requisito para incluir configurações de filtro de conteúdo somente para adultos nos aplicativos de Vitrine/Streaming.

6 REVISADA — requisito segmentado em subitens.

6.2.6 REVISADA — requisito esclarecido.

6.7 EXCLUÍDA — removido o requisito para descrever as alterações no aplicativo ao enviar uma atualização.

6.8 REVISADA — o requisito sobre as capturas de tela que foram "graficamente aprimoradas" passou a fazer parte do requisito de certificação 6.13.

6.13 ADICIONADA — novo requisito sobre fidelidade no anúncio nos metadados do aplicativo.

7.1 REVISADO — linguagem de política esclarecida.

Requisitos de certificação V4.7
20 de março de 20134.6

3.1 REVISADA—linguagem de política esclarecida.

4.3 REVISADA—linguagem de política esclarecida.

6.8 REVISADA—linguagem de política esclarecida.

6.12 ADICIONADA—inclusão de informações exigindo que os aplicativos estejam em conformidade com as diretrizes de acessibilidade se o aplicativo for identificado como dando suporte à acessibilidade.

Requisitos da certificação V4.6
11 de dezembro de 20124.5

4.1.1 REVISADA—linguagem modificada para fazer referência à transmissão de dados, em vez de apenas informações pessoais.

5.1 REVISADA—informações adicionadas sobre os tipos de aplicativos que podem ter uma classificação etária acima de PEGI 16 ou ESRB Mature. Informações adicionais incluídas sobre classificações etárias para aplicativos considerados mecanismos de pesquisa.

5.3 REVISADA—linguagem de política esclarecida.

5.4 REVISADA—linguagem de política esclarecida.

5.6 REVISADA—linguagem de política esclarecida.

5.7 REVISADA—linguagem de política esclarecida.

6.2 REVISADA—classificações adicionadas para conteúdo classificado como 18+.

Requisitos da certificação V4.5
19 de outubro de 20124.0

2.3 REVISADO - informações adicionadas sobre descrição de aplicativos.

3.1 REVISADO - informações adicionadas sobre a comunicação entre os aplicativos da Windows Store e de desktop.

4.1.1 REVISADO - informações adicionadas sobre aplicativos que se conectam à Internet

4.1.2 REVISADO - esclarecimento aos usuários de que eles podem cancelar a permissão e ainda assim usar o aplicativo.

4.7 REVISADO - informações esclarecidas sobre o uso de provedores de transações comerciais diferentes da Windows Store.

4.8 REVISADO - informações adicionadas sobre avisos ao usuário quando ocorrer uma compra no aplicativo.

6.5 REVISADO - esclarecimento sobre o fornecimento de informações de tradução na descrição do aplicativo.

6.8 REVISADO - informações adicionadas sobre o fornecimento de capturas de tela traduzidas.

7.2 REVISADO - informações adicionadas sobre o logotipo do aplicativo ou da empresa.

Requisitos de certificação V4.0
segunda-feira, 9 de julho de 20123.0

Números de versão sincronizados entre o Contrato de Desenvolvedor de Aplicativo e os Requisitos de Certificação

1.1 REVISADO - texto adicionado para ajudar a esclarecer a política.

2.3 REVISADO - texto adicionado para ajudar a esclarecer a política.

3.1 REVISADO - texto adicionado para ajudar a esclarecer a política.

3.9 ADICIONADO - informações incluídas na lógica do aplicativo.

3.10 ADICIONADO - informações incluídas sobre aplicativos que dependem dos recursos de hardware gráfico 3D.

3.11 ADICIONADO - requisitos incluídos sobre a conformidade dos aplicativos com o sistema do tipo de Tempo de Execução do Windows.

4.1 REVISADO - informações expandidas relacionadas a políticas de privacidade. Inclui duas novas subseções: 4.1.1 e 4.1.2.

4.3 REVISADO - esclarecimento de que os aplicativos não podem modificar nem excluir dados do cliente sem consentimento.

5.1 REVISADO - texto adicionado sobre aplicativos que atuam como vitrines ou que transmitem conteúdo.

6.2 REVISADO - texto adicionado sobre aplicativos que atuam como vitrines ou que transmitem conteúdo, especificando que os aplicativos que coletam ou transmitem informações pessoais devem usar a classificação etária 12+.

6.4 REVISADO - adicionado que os aplicativos devem listar todas as restrições na página Descrição do aplicativo.

6.5 REVISADO - texto adicionado sobre tradução de aplicativos.

Requisitos de certificação V3.0
quinta-feira, 31 de maio de 20121.2

1.2 REVISADO - exemplos adicionados.

2.4 REVISADO—esclarecida a declaração sobre aplicativos de mencionam sites.

3.1 REVISADO - informações adicionadas sobre comunicação com aplicativos de desktop.

3.3 REVISADO - requisito esclarecido.

3.5 REVISADO—esclarecido requisitos para aplicativos suportarem toque em teclado e mouse igualmente.

3.6 REVISADO - informações adicionadas sobre o uso de barras de navegação e aplicativos.

4.1 REVISADO - requisito esclarecido.

4.3 REVISADO - esclarecido como este requisito se aplica aos sistemas do Windows.

4.7 REVISADO - requisito esclarecido.

4.8 ADICIONADO - informações incluídas sobre compras no aplicativo que não usam a Windows Store.

4.9 REVISADO—antes era 4.8.

5.1 REVISADO - atualizado para incluir metadados de aplicativos.

6.2 REVISADO - atualizado para facilitar a leitura das classificações de aplicativos.

6.5 REVISADO - mais detalhes incluídos sobre tradução para idiomas permitidos.

6.6 REVISADO—incluídas mais informações sobre recursos de aplicativos.

6.7 REVISADO - requisito esclarecido sobre a descrição das alterações em seu aplicativo.

6.8 REVISADO - esclarecido que você deve fornecer capturas de tela traduzidas.

7 ADICIONADO - requisitos para aplicativos de desktop.

Requisitos da certificação V1.2

8 de fevereiro de 20121.1

2.3: REVISADO - mais específico.

2.4: REVISADO - esclarecido e mais específico.

3.5: REVISADO - referência externa adicionada ao Idioma de Toque do Windows 8 e esclarecido.

3.6: REVISADO - mais exemplos específicos adicionados.

3.7: EXCLUÍDO - mesclado com 3.5.

3.8: ADICIONADO - descreve o teste de desempenho que já está sendo executado pelo Kit de Certificação de Aplicativos Windows.

4.6: REVISADO - algumas limitações de uso do WNS removidas.

4.7: ADICIONADO - exibição da identidade da parte responsável pelas transações de compra no aplicativo.

4.8: ADICIONADO - padrão de segurança do processamento de pagamentos.

Em todo o documento: pequenas correções tipográficas e de terminologia que não alteram o significado ou a intenção do documento.

Requisitos de certificação V1.1

6 de dezembro de 2011 1.0Rascunho inicial do documento para Visualização na Loja.

Requisitos da certificação V1.0

 

 

 

Mostrar:
© 2014 Microsoft