Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo
Este artigo foi traduzido manualmente. Coloque o ponteiro do mouse sobre as frases do artigo para ver o texto original. Mais informações.
Tradução
Original

convenções de sintaxe Transact-SQL (Transact-SQL)

A tabela a seguir lista e descreve as convenções usadas nos diagramas de sintaxe na Referência Transact-SQL.

Convenção

Usado para

CAIXA ALTA

Palavras-chave Transact-SQL.

italico

Parâmetros de sintaxe Transact-SQL fornecidos pelo usuário.

negrito

Nomes de banco de dados, nomes de tabela, nomes de coluna, nomes de índice, procedimentos armazenados, utilitários, nomes de tipo de dados e texto que devem ser digitados exatamente como aparecem.

underline

Indica o valor padrão aplicado quando a cláusula que contém o valor sublinhado é omitida da instrução.

| (barra vertical)

Separa itens de sintaxe que se encontram entre colchetes ou entre chaves. Você pode usar só um dos itens.

[ ] (colchetes)

Itens de sintaxe opcionais. Não digite os colchetes.

{ } (chaves)

Itens de sintaxe exigidos. Não digite as chaves.

[,...n]

Indica que o item precedente pode ser repetido n vezes. As ocorrências são separadas por vírgulas.

[...n]

Indica que o item precedente pode ser repetido n vezes. As ocorrências são separadas por espaços em branco.

;

Terminador de instrução Transact-SQL. Embora o sinal de ponto-e-vírgula não seja obrigatório na maioria das instruções nesta versão do SQL Server, ele será necessário em uma versão futura.

<rótulo>:: =

O nome de um bloco de sintaxe. Essa convenção é usada para agrupar e rotular seções de sintaxe extensa ou uma unidade de sintaxe que pode ser usada em mais de um local dentro de uma instrução. Cada local no qual o bloco de sintaxe pode ser usado é indicado com o rótulo entre divisas: <rótulo>.

Um conjunto é uma coleção de expressões (por exemplo, <conjunto de agrupamentos>) e uma lista é uma coleção de conjuntos (por exemplo, <lista de elementos composta>).

A menos que especificado de outra forma, todas as referências Transact-SQL ao nome de um objeto de banco de dados podem ser um nome de quatro partes, do seguinte modo:

server_name .[database_name].[schema_name].object_name

| database_name .[schema_name].object_name

| schema_name . object_name

| object_name

server_name

Especifica um nome de servidor vinculado ou remoto.

database_name

Especifica o nome de um banco de dados SQL Server quando o objeto reside em uma instância local de SQL Server. Quando o objeto está em um servidor vinculado, database_name especifica um catálogo de OLE DB.

schema_name

Especifica o nome do esquema que contém o objeto, se o objeto estiver em um banco de dados SQL Server. Quando o objeto está em um servidor vinculado, schema_name especifica um nome de esquema de OLE DB.

object_name

Refere-se ao nome do objeto.

Quando se refere a um objeto específico, nem sempre é preciso especificar o servidor, o banco de dados e o esquema para que Mecanismo de Banco de Dados do SQL Server identifique o objeto. Porém, se o objeto não puder ser encontrado, será retornado um erro.

Observação Observação

Para evitar erros de resolução de nome, recomendamos especificar o nome de esquema sempre que você especificar um objeto no escopo do esquema.

Para omitir nós intermediários, use pontos para indicar essas posições. A tabela a seguir mostra os formatos válidos de nomes de objetos.

Formato de referência de objeto

Descrição

server . database . schema . object

Nome de quatro partes.

server . database .. object

O nome do esquema é omitido.

server .. schema . object

O nome do banco de dados é omitido.

server ... object

Os nomes do banco de dados e do esquema são omitidos.

database . schema . object

O nome do servidor é omitido.

database .. object

Os nomes do servidor e do esquema são omitidos.

schema . object

Os nomes do servidor e do banco de dados são omitidos.

object

Os nomes do servidor, do banco de dados e do esquema são omitidos.

Salvo indicação em contrário, os exemplos fornecidos na Referência do Transact-SQL foram testados usando SQL Server Management Studio e suas configurações padrão para as seguintes opções:

  • ANSI_NULLS

  • ANSI_NULL_DFLT_ON

  • ANSI_PADDING

  • ANSI_WARNINGS

  • CONCAT_NULL_YIELDS_NULL

  • QUOTED_IDENTIFIER

A maioria dos exemplos de código na Referência do Transact-SQL foi testada em servidores executando uma ordem de classificação com diferenciação de maiúsculas e minúsculas. Os servidores de teste executaram, normalmente, a página de código ANSI/ISO 1252.

Muitos exemplos de código incluem um prefixo em constantes de cadeia de caracteres Unicode com a letra N. Sem o prefixo N, a cadeia de caracteres é convertida para a página de código padrão do banco de dados. Essa página de código padrão pode não reconhecer certos caracteres.

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
Mostrar:
© 2014 Microsoft