Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo
Este artigo foi traduzido manualmente. Coloque o ponteiro do mouse sobre as frases do artigo para ver o texto original. Mais informações.
Tradução
Original

O que há de novo no .NET Framework 4.5

Este artigo contém um resumo dos novos recursos e aperfeiçoamentos principais no .NET Framework 4.5 e 4.5.1:

Novidades no .NET Framework 4.5.1
.NET Framework 4.5 – Novos recursos e aperfeiçoamentos principais
Ferramentas
Computação paralela
Web
Rede
Windows Presentation Foundation (WPF)
Windows Communication Foundation (WCF)
Windows Workflow Foundation (WF)
.NET para Aplicativos da Windows Store
Bibliotecas de Classes Portáteis

Este artigo não fornece informações abrangentes sobre cada recurso novo e está sujeito a alterações. Para obter informações gerais sobre o .NET Framework, consulte Introdução ao .NET Framework. Para plataformas compatíveis, consulte Requisitos do sistema. Para obter links de download e instruções de instalação, consulte Instalando o .NET Framework 4.5, 4.5.1.

Para obter uma lista das novas APIs, consulte Novos tipos e membros no .NET Framework 4.5.1.

Entre os novos recursos e aperfeiçoamentos principais incluem:

  • Redirecionamento de associação automático de assemblies. Desde o Visual Studio 2013, quando você compilar um aplicativo destinado ao .NET Framework 4.5.1, os redirecionamentos de associação poderão ser adicionados ao arquivo de configuração do aplicativo se o aplicativo ou seus componentes referenciarem várias versões do mesmo assembly. Você também pode habilitar esse recurso para projetos que se destinam a versões anteriores do .NET Framework. Para obter mais informações, consulte Como habilitar e desabilitar o redirecionamento automático de associações.

  • Capacidade de coletar informações de diagnóstico para ajudar desenvolvedores na melhoria do desempenho dos aplicativos de servidor e de nuvem. Para obter mais informações, consulte os métodos WriteEventWithRelatedActivityId e WriteEventWithRelatedActivityIdCore na classe EventSource.

  • Capacidade de compactar explicitamente a LOH (pilha de objetos grandes) durante a coleta de lixo. Para obter mais informações, consulte a propriedade GCSettings.LargeObjectHeapCompactionMode.

  • Aperfeiçoamentos de desempenho adicionais como a suspensão do aplicativo ASP.NET, aperfeiçoamentos JIT multicore e inicialização mais rápida do aplicativo após uma atualização do .NET Framework. Para obter detalhes, consulte o Comunicado do .NET Framework 4.5.1 e a postagem de blog Suspensão de aplicativos ASP.NET.

Entre os aperfeiçoamentos durante a depuração de seus aplicativos do .NET Framework no Visual Studio 2013 estão:

  • Valores de retorno no depurador do Visual Studio. Quando você depura um aplicativo gerenciado no Visual Studio 2013, a janela Autos exibe valores e tipos de retorno para os métodos. Essas informações estão disponíveis para aplicativos de área de trabalho, Windows Store e Windows Phone. Para obter mais informações, consulte Examinar valores de retorno de chamadas de método na biblioteca MSDN.

  • Editar e continuar para aplicativos 64 bits. Visual Studio 2013 dá suporte ao recurso Editar e continuar para aplicativos gerenciados de 64 bits para área de trabalho, Windows Store e Windows Phone. As limitações existentes permanecem em vigor para aplicativos 32 e 64 bits (consulte a última seção do artigo Alterações de código compatíveis (C#)).

  • Depuração async-aware. Para facilitar a depuração de aplicativos assíncronos no Visual Studio 2013, a pilha de chamadas oculta o código de infraestrutura fornecido por compiladores para dar suporte à programação assíncrona e também as cadeias em quadros pai lógicos para que você possa acompanhar a execução lógica do programa com mais clareza. Uma janela Tarefas substitui a janela Tarefas Paralelas e exibe tarefas relacionadas a um ponto de interrupção específico e também exibe outras tarefas que estão ativas ou agendadas no aplicativo. Você pode ler sobre esse recurso na seção "Depuração async-aware" do Comunicado do .NET Framework 4.5.1.

  • Melhor suporte à exceção para componentes do Tempo de Execução do Windows. No Windows 8.1, as exceções surgidas de aplicativos da Windows Store preservam as informações sobre o erro que causou a exceção, mesmo entre os limites de linguagem. Você pode ler sobre esse recurso na seção "Desenvolvimento de aplicativos para a Windows Store" do Comunicado do .NET Framework 4.5.1.

Desde o Visual Studio 2013, você pode usar a Ferramenta de Otimização Orientada de Perfil Gerenciado (Mpgo.exe) para otimizar aplicativos Windows Store, bem como aplicativos da área de trabalho.

Para novos recursos no ASP.NET 4.5.1, consulte ASP.NET 4.5.1 e Visual Studio 2013 no site do ASP.NET.

A equipe do .NET Framework começou a oferecer recursos com solidez, como coleções imutáveis com NuGet. Os recursos são lançados OOB (fora de faixa) para expandir o suporte a plataformas e introduzir novas funcionalidades. Para obter mais informações, consulte O .NET Framework e lançamentos fora da banda.

Voltar ao início

  • Capacidade de reduzir as reinicializações do sistema, detectando e fechando os aplicativos do .NET Framework 4 durante a implantação. Consulte Reduzindo reinicializações do sistema durante instalações do .NET Framework 4.5.

  • Suporte para matrizes maiores que 2 gigabytes (GB) em plataformas de 64 bits. Esse recurso pode ser habilitado no arquivo de configuração do aplicativo. Consulte o elemento <gcAllowVeryLargeObjects>, que também lista outras restrições ao tamanho do objetos e das matrizes.

  • Melhor desempenho por meio de coleta de lixo em segundo plano para servidores. Quando você usa a coleta de lixo do servidor no .NET Framework 4.5, a coleta de lixo em segundo plano é automaticamente ativada. Consulte a seção Coleta de lixo de servidor em segundo plano do tópico Noções básicas da coleta de lixo.

  • Compilação em segundo plano just-in-time (JIT), que está disponível opcionalmente em vários processadores multi-core para melhorar o desempenho do aplicativo. Consulte ProfileOptimization.

  • Capacidade de limitar quanto tempo o mecanismo de expressões regulares tentará resolver uma expressão regular antes de expirar. Consulte a propriedade Regex.MatchTimeout .

  • Capacidade de definir a cultura padrão para um domínio de aplicativo. Consulte a classe CultureInfo.

  • Suporte de console para a codificação Unicode (UTF-16). Consulte a classe Console.

  • Suporte para controle de versão da ordenação de cadeia de caracteres culturais e dados de comparação. Consulte a classe SortVersion.

  • Melhor desempenho durante a recuperação de recursos. Consulte Empacotando e implantando recursos em aplicativos de área de trabalho.

  • Melhorias na compactação, para reduzir o tamanho de um arquivo compactado. Consulte o namespace System.IO.Compression.

  • Capacidade de personalizar um contexto de reflexão para substituir o comportamento de reflexão padrão por meio da classe CustomReflectionContext.

  • Suporte para a versão 2008 do padrão IDNA (Internationalized Domain Names in Applications) quando a classe System.Globalization.IdnMapping é usada no Windows 8.

  • A delegação da comparação de cadeia de caracteres para o sistema operacional, que implementa o Unicode 6.0, quando o .NET Framework é usado no Windows 8. Ao executar em outras plataformas, o .NET Framework inclui seus próprios dados de comparação da cadeia de caracteres, o que implementa o Unicode 5.x. Consulte a classe String e a seção Comentários da classe SortVersion.

  • Capacidade de computar os códigos de hash para cadeias de caracteres com base no domínio do aplicativo. Consulte o Elemento <UseRandomizedStringHashAlgorithm>.

  • Suporte à reflexão de tipo dividido entre as classes Type e TypeInfo. Consulte Reflexão no .NET Framework para aplicativos da Windows Store.

ms171868.collapse_all(pt-br,VS.110).gifMEF (Managed Extensibility Framework)

No .NET Framework 4.5, a MEF fornece os seguintes recursos novos:

  • Suporte para tipos genéricos.

  • O modelo de programação baseado na convenção permite criar partes com base em convenções de nomenclatura, em vez de atributos.

  • Múltiplos escopos.

  • Um subconjunto da MEF que você pode usar ao criar aplicativos Windows Store. Esse subconjunto está disponível como um pacote baixável da Galeria NuGet. Para instalar o pacote, abra o projeto no Visual Studio, escolha Gerenciar Pacotes NuGet no menu Projeto e procure o pacote Microsoft.Composition online.

Para obter mais informações, consulte Managed Extensibility Framework (MEF).

ms171868.collapse_all(pt-br,VS.110).gifOperações de arquivo assíncronas

No .NET Framework 4.5, os novos recursos assíncronos foram adicionados às linguagens C# e Visual Basic. Esses recursos adicionam um modelo com base na tarefa para executar operações assíncronas. Para usar esse novo modelo, use os métodos assíncronos nas classes de E/S. Consulte E/S de arquivo assíncrona.

Voltar ao início

No .NET Framework 4.5, o Gerador de Arquivos de Recurso (Resgen.exe) permite criar um arquivo .resw a ser usado em aplicativos Windows Store com base em um arquivo .resources inserido em um assembly do .NET Framework. Para mais informações, consulte Resgen. exe (gerador do arquivo de recurso).

A Ferramenta de Otimização Orientada de Perfil Gerenciado (Mpgo.exe) permite melhorar o tempo de inicialização do aplicativo, a utilização da memória (tamanho do conjunto de trabalho) e a produtividade otimizando-se assemblies de imagem nativa. A ferramenta de linha de comando gera dados de perfil para assemblies de aplicativo de imagem nativa. Consulte Mpgo.exe (Ferramenta de Otimização Guiada por Perfil Gerenciado). Desde Visual Studio 2013, você pode usar Mpgo.exe para otimizar aplicativos Windows Store, bem como aplicativos da área de trabalho.

O .NET Framework 4.5 fornece vários recursos e aperfeiçoamentos novos para computação paralela. Eles incluem melhor desempenho, maior controle, melhor suporte para programação assincrôna, uma nova biblioteca de fluxo de dados e o melhor suporte para a depuração paralela e a análise de desempenho. Consulte a entrada Novidades sobre paralelismo no .NET 4.5 no blog Parallel Programming with .NET.

Voltar ao início

ASP.NET 4.5 e 4.5.1 adicionam associação de modelo para formulários da Web, suporte WebSocket, manipuladores assíncronos, aperfeiçoamentos de desempenho e muitos outros recursos. Para obter mais informações, consulte os seguintes recursos:

Voltar ao início

O .NET Framework 4.5 fornece uma nova interface de programação para aplicativos HTTP. Para obter mais informações, consulte os novos namespaces System.Net.Http e System.Net.Http.Headers.

O suporte também está incluído para uma nova interface de programação para aceitar e interagir com uma conexão WebSocket usando-se a classe HttpListener existente e as classes relacionadas. Para obter mais informações, consulte o novo namespace System.Net.WebSockets e a classe HttpListener.

Além disso, o .NET Framework 4.5 inclui os seguintes melhoramentos de rede:

  • Suporte ao URI compatível com RFC. Para obter mais informações, consulte Uri e as classes relacionadas.

  • Suporte para análise IDN. Para obter mais informações, consulte Uri e as classes relacionadas.

  • Suporte para EAI (Email Address Internationalization). Para obter mais informações, consulte o namespace de System.Net.Mail.

  • Suporte a IPv6 melhorado. Para obter mais informações, consulte o namespace de System.Net.NetworkInformation.

  • Suporte a soquete de modo duplo. Para obter mais informações, consulte as classes Socket e TcpListener.

Voltar ao início

No .NET Framework 4.5, Windows Presentation Foundation (WPF) contém modificações e melhorias nas seguintes áreas:

  • O novo controle Ribbon, que permite que você implemente uma interface de usuário ribbon que hospeda uma barra de ferramentas de acesso rápido, um menu do aplicativo e guias.

  • A nova interface de INotifyDataErrorInfo, que suporta a validação de dados sincronos e assincronos.

  • Novos recursos para as classes VirtualizingPanel e Dispatcher.

  • Desempenho melhorado durante a exibição de grandes conjuntos de dados agrupados e o acesso a coleções em threads que não sejam de IU.

  • Associação de dados a propriedades estáticas, associação de dados a tipos personalizados que implementam a interface ICustomTypeProvider e a recuperação de informações de associação de dados de uma expressão de associação.

  • Reposicionamento de dados à medida que os valores mudam (shaping dinâmico).

  • Capacidade de verificar se o contexto de dados de um contêiner de itens está desconectado.

  • Capacidade de definir o tempo que deve decorrer entre as alterações de propriedade e as atualizações da fonte de dados.

  • Suporte melhorado para implementar padrões de evento fracos. Além disso, eventos agora podem aceitar extensões de marcação.

Para obter mais informações, consulte Novidades do WPF versão 4.5.

Voltar ao início

Em .NET Framework 4.5, os seguintes recursos foram adicionados para tornar mais simples escrever e manter aplicativos do Windows Communication Foundation (WCF):

  • Simplificação de arquivos de configuração gerados.

  • Suporte para desenvolvimento de primeiro contrato.

  • Capacidade de configurar o modo de compatibilidade do ASP.NET mais facilmente.

  • Alterações em valores de propriedade de transporte padrão para reduzir a probabilidade de você defini-los.

  • Atualizações feitas na classe XmlDictionaryReaderQuotas reduzem a probabilidade de você precisar configurar manualmente as cotas para leitores de dicionário XML.

  • Validação de arquivos de configuração WCF pelo Visual Studio como parte do processo de compilação, de forma que você possa detectar erros de configuração antes de executar o aplicativo.

  • Novo suporte de streaming assíncrono.

  • Novo mapeamento de protocolo HTTPS para facilitar a exposição de um ponto de extremidade em HTTPS com o IIS (Serviços de Informações da Internet).

  • Capacidade de gerar metadados em um único documento WSDL acrescentando ?singleWSDL à URL de serviço.

  • Suporte de Websockets para habilitar comunicação bidirecional real em portas 80 e 443 com as características de desempenho semelhantes ao transporte TCP.

  • Suporte para configurar serviços no código.

  • Dicas de ferramenta do Editor de XML

  • Suporte ao armazenamento em cache ChannelFactory.

  • Suporta compactação do codificador binário.

  • Suporte para um transporte UDP que permite que os desenvolvedores gravem serviços que usem o sistema de mensagens "acionar e esquecer". Um cliente envia uma mensagem para um serviço e não espera nenhuma resposta do serviço.

  • Capacidade de dar suporte a vários modos de autenticação em um único ponto de extremidade WCF durante o uso do transporte HTTP e da segurança de transporte.

  • Suporte para serviços WCF que usam IDNs (nomes de domínio internacionalizados).

Para obter mais informações, consulte Novidades no Windows Communication Foundation.

Voltar ao início

No .NET Framework 4.5, vários recursos novos foram adicionados ao Windows Workflow Foundation (WF), incluindo:

  • Fluxos de trabalho de Estado do computador, que foram introduzidos principalmente como parte do .NET Framework 4.0.1 (Atualização 1 da plataforma do .NET Framework 4). Essa atualização incluiu várias novas classes e atividades que permitiram que os desenvolvedores criassem fluxos de trabalho de estado da máquina. Essas classes e atividades foram atualizadas para que o .NET Framework 4.5 inclua:

    • A capacidade de definir pontos de interrupção nos estados.

    • A capacidade de copiar e colar transições no designer do workflow.

    • Suporte de designer para criação de transição do disparador compartilhado.

    • Atividades para criar fluxos de trabalho de computador de estado, incluindo: StateMachine, State e Transition.

  • Recursos do Designer de Fluxo de Trabalho aperfeiçoados, como o seguinte:

    • Capacidades de pesquisa do fluxo de trabalho aperfeiçoado no Visual Studio, incluindo Localização Rápida e Localizar nos Arquivos.

    • Capacidade de criar automaticamente uma Sequência de atividade quando uma segunda atividade filho é adicionada a uma atividade do contêiner e de incluir ambas as atividades na atividade de Sequência.

    • Suporte a movimento panorâmico, o que permite que a parte visível de um fluxo de trabalho seja alterada sem o uso das barras de rolagem.

    • Uma nova exibição Estrutura de Tópicos de Documentos mostra os componentes de um fluxo de trabalho em uma exibição de contorno em estilo árvore e permite selecionar um componente na exibição Estrutura de Tópicos de Documentos.

    • Capacidade de adicionar anotações a atividades.

    • Capacidade de definir e consumir representantes de atividade usando-se o designer de fluxo de trabalho.

    • Conexão e inserção automática para atividades e transições na máquina de estado e fluxos de trabalho do fluxograma.

  • Armazenamento das informações do estado de exibição para um fluxo de trabalho em um único elemento no arquivo XAML, logo, você pode localizar e editar facilmente as informações de estado de exibição.

  • Uma atividade de contêiner NoPersistScope para impedir que as atividades filho persistam.

  • Suporte para expressões do C#:

    • Os projetos de fluxo de trabalho que usam o Visual Basic usarão expressões do Visual Basic e os projetos de fluxo de trabalho do C# usarão as expressões do C#.

    • Projetos de fluxo de trabalho do C# criados no Visual Studio 2010 e com expressões do Visual Basic são compatíveis com projetos do fluxo de trabalho do C# que usem expressões do C#.

  • Aperfeiçoamentos do controle de versão:

    • A nova classe de WorkflowIdentity, que fornece um mapeamento entre uma instância mantida de fluxo de trabalho e sua definição de fluxo de trabalho.

    • Execução lado a lado de várias versões de fluxo de trabalho no mesmo host, incluindo WorkflowServiceHost.

    • Na Atualização Dinâmica, a capacidade de modificar a definição de uma instância do fluxo de trabalho persistente.

  • Implantação do serviço de fluxo de trabalho de primeiro contrato, que fornece suporte para gerar automaticamente atividades para corresponder um contrato de serviço existente.

Para obter mais informações, consulte Novidades no Windows Workflow Foundation.

Voltar ao início

Os aplicativos Windows Store foram projetados para fatores forma específicos e aproveitam a capacidade do sistema operacional Windows. Um subconjunto do .NET Framework 4.5 ou 4.5.1 está disponível para compilar aplicativos Windows Store para o Windows usando o C# ou o Visual Basic. Esse subconjunto é chamado de .NET para aplicativos da Windows Store e abordado em uma visão geral no Windows Dev Center.

O projeto Biblioteca de Classes Portátil no Visual Studio 2012 (e em versões posteriores) permite gravar e compilar assemblies gerenciados que funcionem em várias plataformas do .NET Framework. Ao usar um projeto de Biblioteca de Classes Portátil, você escolhe as plataformas (como o Windows Phone e o .NET para aplicativos da Windows Store) para direcionar. Os tipos disponíveis e membros em seu projeto são restritos automaticamente aos tipos e membros comuns através dessas plataformas. Para obter mais informações, consulte Desenvolvimento entre plataformas com o .NET Framework.

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
A Microsoft está realizando uma pesquisa online para saber sua opinião sobre o site do MSDN. Se você optar por participar, a pesquisa online lhe será apresentada quando você sair do site do MSDN.

Deseja participar?
Mostrar:
© 2014 Microsoft