Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Opções de suporte do backup do Azure

Publicado: setembro de 2012

Atualizado: setembro de 2014

Aplica-se a: Windows Server 2008 R2 with SP1, Windows Server 2012

Veja a seguir uma lista de perguntas frequentes sobre o backup do Azure. Se você tiver alguma outra pergunta sobre o backup do Azure, vá para o fórum de discussão e publique suas perguntas. Alguém da nossa comunidade ajudará você a obter suas respostas. Se uma pergunta for frequente, nós a adicionaremos a este artigo de modo que possa ser encontrada com rapidez e facilidade.

Veja a seguir uma lista de perguntas frequentes sobre o Backup do Windows Azure:

O backup do Azure foi testado nas seguintes plataformas de servidor:

  • Windows Server 2012 R2 Standard

  • Windows Server 2012 R2 Datacenter

  • Windows Server 2012 R2 Foundation

  • Windows Server 2012 Datacenter

  • Windows Server 2012 Foundation

  • Windows Server 2012 Standard

  • Windows Storage Server 2012 R2 Standard

  • Grupo de trabalho do Windows Storage Server 2012 R2

  • Windows Storage Server 2012 Standard

  • Grupo de trabalho do Windows Storage Server 2012

  • Windows Server 2012 R2 Essentials



  • Windows Server 2008 R2 Standard SP1

  • Windows Server 2008 R2 Enterprise SP1

  • Windows Server 2008 R2 Datacenter SP1

  • Windows Server 2008 R2 Foundation SP1

CautionCuidado
O backup do Azure não pode ser usado com os servidores que executam a opção de instalação do Server Core do Windows Server 2012 ou do Windows Server 2008 R2.

Os backups atualmente configurados serão interrompidos. Você precisará registrar novamente o servidor com o cofre de backup e isso será considerado um novo servidor pelos Serviços de Recuperação, de modo que a primeira operação de backup que ocorrer depois do registro será um backup completo de todos os dados incluídos no backup, em vez de apenas as alterações desde o último backup. No entanto, se você precisar executar uma operação de recuperação, poderá recuperar os dados do backup usando a opção de recuperação Recuperar de outro servidor. Para obter mais informações, consulte Rename a server.

A tabela a seguir identifica as unidades e se podem ser usadas com o serviço de backup do Azure.

 

Descrição da unidade Suporte do backup do Azure

Volume protegido de BitLocker

Sim, mas o volume deve ser desbloqueado antes de o backup ocorrer.

Identificação do sistema de arquivos

Sim. O NTFS é o único sistema de arquivos com suporte para esta versão do serviço de backup online.

Mídia removível

Não. A unidade deve ser reportada como corrigida para ser usada como uma origem do item de backup.

Volumes somente leitura

Não. O volume deve ser gravável para o serviço de cópias de sombra de volume (VSS) funcionar.

Volumes offline

Não. O volume deve estar online para que o VSS funcione.

Compartilhamento de rede

Não. O volume deve ser local para o backup do servidor ser feito usando o backup online.

A tabela a seguir lista os atributos/tipos de arquivos e pastas com suporte e o comportamento esperado do backup do Azure quando encontra esses tipos:

 

Tipo/atributo Com suporte Comportamento esperado

Criptografado

Sim

As alterações no arquivo causam a transferência completa do arquivo

Compactado

Sim

A alteração no arquivo causam a transferência de delta

Esparso

Sim

As alterações no arquivo causam a transferência de delta

Links físicos

Não

Ignorado

Ponto de reanálise

Não

Ignorado

Criptografado + compactado

Não

Ignorado

Criptografado + esparso

Não

Ignorado

Compactado + esparso

Sim

Backup como arquivo esparso

Fluxo compactado

Não

Salvo como fluxo não compactado

Fluxo esparso

Não

Fluxo descartado

Sim. Na implementação atual, o serviço do agente converte os dados que tiveram a duplicação eliminada em dados normais quando prepara a operação de backup. Ele então otimiza os dados para backup, criptografa os dados e, em seguida, envia os dados criptografados para o serviço de backup online.

Não. O cofre de backup armazena o backup dos dados que foram transferidos até o ponto do cancelamento. O backup do Azure usa um mecanismo de ponto de verificação de modo que o backup dos dados seja verificado ocasionalmente durante o backup e o processo de backup seguinte possa validar a integridade dos arquivos. O próximo backup acionado seria incremental em relação ao backup dos dados anterior. Isso fornece uma melhor utilização de largura de banda, de modo que não seja necessário transferir repetidamente os mesmos dados.

O tamanho da pasta do cache é determinado pela quantidade de dados do backup. Em geral, você deve esperar que 10 a 15% do espaço necessário para armazenagem de dados devem ser alocados para a pasta de cache.

Isso pode ocorrer quando as configurações de agenda de backup armazenadas no servidor local não são as mesmas que as configurações armazenadas no cofre de backup. A seguir estão algumas razões possíveis para essa ocorrência:

  • O servidor local foi recuperado para um estado bom conhecido.

  • Os serviços de recuperação do Azure recuperaram as configurações para um estado bom conhecido.

Quando o servidor ou as configurações tiverem sido recuperadas, as agendas de backup poderão perder a sincronização. Se isso aconteceu, reconfigure a política de backup e Run Back Up Now para sincronizar novamente o servidor local com o Azure.

Este erro é muitas vezes causado quando o serviço do Azure foi recuperado de um erro grave. Como resultado dessa recuperação, as suas configurações de servidor podem ter sido modificadas. Se você estiver vendo esse erro, deverá registrar novamente o servidor com o cofre de backup. Assim que você tiver registrado o servidor, todas as operações serão retomadas de acordo com sua agenda previamente configurada.

O suporte para a versão atual do Azure exige a instalação do Rollup de atualização 2 para System Center Data Protection Manager SP1 antes de instalar o Agente de Backup do Azure. Para obter detalhes completos sobre esta atualização, consulte Rollup de atualização 2 para System Center Data Protection Manager SP1.

Todos os backups de dados são compactados e criptografados antes de serem transferidos. Se você estiver fazendo backup de uma grande quantidade de dados, pode esperar aproximadamente 25% menos dados a serem transferido devido à compactação, embora isso possa variar dependendo do tipo de dados cujo backup está sendo feito. Se você estiver fazendo backup de uma quantidade menor de dados, poderá ver mais dados sendo transferidos do que a quantidade de dados. Isso ocorre porque os dados fixos de cerca de 35 MB são transferidos durante o primeiro backup independentemente da quantidade de dados cujo backup está sendo feito. Os backups subsequentes transferem apenas os dados alterados/adicionados, de modo que a diferença no tamanho dos dados para essas transferências é meramente devido ao efeito de criptografia e compactação.

Todos os servidores que são registrados usando o mesmo certificado poderão recuperar os dados submetidos a backup por outros servidores que usam esse certificado. Se você tiver servidores em que deseja garantir a recuperação apenas em servidores específicos em sua organização, use certificados separados designados para esses servidores. Por exemplo, os servidores de recursos humanos podem usar um certificado, os servidores de contabilização podem usar outro certificado, e os servidores de armazenamento podem usar um terceiro. Essa seria uma forma de controlar a recuperação, instalando os certificados apropriados nos servidores de recuperação.

Em geral, os dados de backup são enviados para o datacenter do serviço de backup no qual eles são registrados. A maneira mais fácil de alterar o datacenter é desinstalar o agente, reinstalá-lo e registrá-lo para um novo serviço de backup. Em seguida, para evitar reiniciar o servidor, abra o painel de controle de serviços. Pare e reinicie o processo de OBEngine para redefinir o datacenter no qual está sendo feito o backup dos dados.

O único limite que se aplica é a origem dos dados que você está colocando em backup. Devido ao modo como a arquitetura do Azure é feita, as origens de dados precisam ser inferiores a 850 GB. Se você tiver volumes que excedem 850 GB em seu servidor e que deseja fazer backup para a nuvem, pode executar um dos seguintes procedimentos:

  • Dividir o volume grande em volumes menores antes do backup.

  • Selecionar e escolher arquivos e pastas do volume para backup de modo que a soma total de dados a serem obtidos em backup seja inferior a 850 GB.

No momento, você não pode fazer backup de máquinas virtuais do Azure inteiras ou executar um backup do estado do sistema das Máquinas Virtuais do Azure usando o Backup do Azure. No entanto, pode fazer backup de todos os arquivos e pastas nas máquinas virtuais usando o Backup do Azure.

Também estamos desenvolvendo um wiki para erros e eventos encontrados com o serviço de backup online no TechNet. Todos os códigos de evento e mensagem de erro estão listados no artigo Lista de erros e eventos do backup do Azure e cada código obterá uma entrada individual do wiki. Colabore com suas experiências quando encontrar erros e eventos específicos.

Mostrar:
© 2014 Microsoft