Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Como: Como gerar scripts para migrar um Banco de dados para o Banco de dados do SQL do Azure

Atualizado: abril de 2014

O Assistente para Gerar Scripts pode ser usado para criar scripts Transact-SQL para banco de dados do SQL Server e/ou objetos relacionados dentro do banco de dados selecionado. Você pode usar os scripts para transferir esquema e/ou dados para o Banco de dados SQL do Microsoft Azure.

Autor: Shaun Tinline-Jones

Usar o Assistente para Gerar Scripts para migrar um banco de dados do SQL Server para o Banco de dados SQL do Azure deve ser limitado a:

  • Equipes que têm experiência com o assistente.

  • Migrar bancos de dados simples que precisam de poucas alterações de esquema para serem executados no Banco de dados SQL do Azure. Os scripts gerados do banco de dados de origem podem ser modificados antes de serem usados para criar a nova versão do banco de dados no Banco de dados SQL do Azure, mas usar um projeto de banco de dados no SQL Server Data Tools tem um suporte mais amplo para as alterações de esquema.

  • Migrar bancos de dados pequenos que não têm muitos dados. O assistente gera scripts que usam instruções de inserção em vez de cópias em massa para transferir os dados. As instruções de inserção podem ser limitadas quando as tabelas contiverem muitos dados, e não são tão rápidas quanto cópias em massa.

Tenha cuidado ao escolher as opções no assistente. É fácil selecionar uma opção que impede a transferência de informações importantes, como, por exemplo, a opção de não gerar índices.

[Top]

O Assistente para Gerar Scripts é instalado com o SQL Server. Use o assistente do SQL Server 2008 R2 ou posterior.

[Top]

Usar o assistente envolve as seguintes etapas principais:

  1. Abra o Microsoft SQL Server Management Studio e conecte-se a uma instância do Mecanismo do Banco de Dados.

  2. No Pesquisador de Objetos, clique com o botão direito em um banco de dados para abrir um menu, selecione Tarefas e, em seguida, selecione Gerar Scripts.

  3. Escolha objetos para exportação.

  4. Defina opções de script. Você tem as opções de salvar o script em arquivo, na área de transferência ou em uma nova janela de consulta; ou publicá-lo em um serviço Web.

  5. Defina opções de script avançadas.

    Por padrão, o script é gerado para a instância do SQL Server autônoma. Para alterar a configuração, clique no botão Avançado da caixa de diálogo de Definir Opções de Script e defina a propriedade Script para o tipo de mecanismo de banco de dados para Banco de dados SQL.

    Também é possível definir os Tipos de dados para script para uma das seguintes referências baseadas no seus requisitos: Somente esquema, Somente dados, Esquema e dados.

Depois que o script é criado, você tem a opção de modificá-lo antes de executá-lo no Banco de dados SQL do Azure para transferir o banco de dados.

[Top]

Mostrar:
© 2014 Microsoft