Mudanças na cadeia de caracteres do agente do usuário

Cada versão do Internet Explorer atualiza a cadeia de caracteres do agente do usuário. Veja a seguir o que mudou recentemente.

Sites que dependem da cadeia de caracteres do agente do usuário devem ser atualizados para usar técnicas modernas, como a detecção de recursos, o layout adaptável e outras práticas modernas.

Mudanças na cadeia de caracteres do agente do usuário para o Internet Explorer 11

Para muitos sites herdados, algumas das atualizações mais visíveis para o IE11 envolvem a cadeia de caracteres do agente do usuário. Veja a seguir as informações relatadas para o IE11 no Windows 8.1:


Mozilla/5.0 (Windows NT 6.3; Trident/7.0; rv:11.0) like Gecko

Como no caso de versões anteriores do Internet Explorer, partes da cadeia de caracteres do agente do usuário variam de acordo com o ambiente. Veja a seguir a cadeia de caracteres para o IE11 no Windows 7:


Mozilla/5.0 (Windows NT 6.1; Trident/7.0; rv:11.0) like Gecko

Se você comparar esses valores com os informados por versões anteriores do Internet Explorer, encontrará as seguintes mudanças:

  • Os tokens compatíveis ("compatível") e de navegador ("MSIE") foram removidos.
  • O token "como Gecko" foi adicionado (para manter a consistência com outros navegadores).
  • A versão do navegador, agora, é relatada por um novo token ("rv") de revisão.

Essas mudanças evitam que o IE11 seja identificado (erroneamente) como uma versão anterior.

Como com versões anteriores, o modo de exibição de compatibilidade afeta a cadeia de caracteres de agente do usuário. Quando o IE11 mostra uma página no modo de exibição de compatibilidade, a cadeia de caracteres de agente do usuário reflete o formato antigo mostrado neste exemplo:


Mozilla/4.0 (compatible; MSIE 7.0; Windows NT 6.3; Trident/7.0)

Devido à variedade de condições que afetam a cadeia de caracteres de agente do usuário (e ao fato de que elementos da cadeia de caracteres são modificados para cada versão do navegador, sistema operacional e outros fatores ambientais), os sites que dependem de valores específicos de agente do usuário devem ser atualizados para usarem técnicas alternativas.

Os pressupostos subjacentes a esses testes tendem a produzir resultados de falso positivo, quando os navegadores são atualizados. Em vez disso, detecte recursos à medida que eles se tornarem necessários e use técnicas de aprimoramento progressivo para proporcionar experiências simplificadas em navegadores e dispositivos que não dão suporte aos recursos que você precisa.

Em casos raros, pode ser necessário identificar com exclusividade o IE11. Use o token Trident para isso.

Mudanças de agente do usuário em versões anteriores

Para o Internet Explorer 10, as seguintes mudanças foram feitas na cadeia de caracteres de agente do usuário:

  • O valor do token de Versão ("MSIE") mudou para "10.0".
  • O valor do token de Trident ("Trident") se tornou "6.0".
  • Para o Windows 8, o valor do token de Plataforma ("Windows NT") mudou para "6.2".

Para o Internet Explorer 9, as seguintes mudanças foram refletidas na cadeia de caracteres de agente do usuário:

  • O token de aplicativo se tornou "Mozilla/5.0".
  • O token de versão foi atualizado para "MSIE 9.0".
  • O token de Trident foi atualizado para "Trident/5.0".
  • A cadeia de caracteres de agente do usuário foi modificada para excluir tokens que descrevem ferramentas, complementos e outros softwares opcionais.

Versões anteriores do navegador incluíam tokens de valores de registro pré- plataforma e pós-plataforma na cadeia de caracteres de agente do usuário. No entanto, isso levou a problemas de desempenho para os clientes de determinadas ferramentas e complementos. Como resultado, agora esses tokens apenas são informados através da propriedade navigator.userAgent.

Tópicos relacionados

Como detectar recursos em vez de navegadores
O ASP.NET falha ao detectar o Internet Explorer
Detectando o Internet Explorer de forma mais eficaz

 

 

Mostrar:
© 2014 Microsoft. Todos os direitos reservados.