Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Configurar o cache em função (Azure Cache)

Atualizado: julho de 2010

Este tópico descreve como configurar um novo Cache na Função baseado em função. A configuração inclui duas tarefas distintas.

 

Tipo de configuração Descrição

Configuração da Função

Configure uma função do para hospedar o Cache na Função. Essa etapa inclui a criação de caches nomeados e a definição das configurações desses caches nomeados. Isso proporciona a capacidade de caching para qualquer uma das funções na mesma implantação de serviço na nuvem.

Configuração do Cliente

Configurar todas as funções que exigem caching. Isso inclui adicionar referências e definições de conjunto no arquivo de configuração que apontam para a função que hospeda o Cache na Função.

Para obter mais detalhes sobre a configuração do caching, consulte Modelo de configuração (cache em função para Azure Cache).

Para usar Cache na Função, você deve primeiro configurar uma função para hospedar o caching. Essa poderia ser uma nova Função de trabalho de cache que você adiciona ao seu serviço na nuvem, chamada topologia dedicada. O cache de função dedicada é compatível em funções de trabalho. Para obter detalhes sobre como configurar uma topologia dedicada em Visual Studio, consulte Hospedagem de cache em função em funções dedicadas (Azure Cache).

Ou então, é possível escolher usar uma função existente que possui recursos físicos disponíveis para compartilhar com o Cache na Função. Isso é conhecido como topologia colocalizada. O cache de função colocalizada é compatível em funções de trabalho e funções da web. Para obter detalhes sobre como configurar uma topologia colocalizada em Visual Studio, consulte Hospedagem de cache em função em funções existentes (Azure Cache).

A etapa final é a criação de outros caches nomeados e a configuração de cada cache. Para obter mais informações, consulte Como: Configurar o Cache do Azure.

noteObservação
A configuração da função em Visual Studio resulta em alterações na configuração dos arquivos subjacentes ServiceConfiguration.cscfg e ServiceDefinition.csdef. Para obter mais informações, consulte Modelo de configuração (cache em função para Azure Cache).

Para configurar manualmente o arquivo ServiceConfiguration.cscfg file, consulte Definições de configuração da função do cache em função (ServiceConfiguration.cscfg).

Qualquer outro código do serviço na nuvem pode acessar os caches nomeados como clientes do cache. As etapas de configuração aqui geralmente incluem:

  1. Referenciar os conjuntos de caching adequados.

  2. Adicionar as definições de configuração de caching ao aplicativo ou aos arquivos de configuração web.config.

Para obter exemplos de definições do arquivo de configuração cliente, consulte Modelo de configuração (cache em função para Azure Cache).

noteObservação
Essas etapas são simplificadas pelo uso de um pacote NuGet para configurar um projeto para tornar-se um cliente do cache. Para obter mais informações, consulte Como: preparar o Visual Studio para usar o cache em função (Azure Cache).

Para configurar manualmente os arquivos web.config e application.config, consulte Definições da configuração do cliente de cache em função (Web.config).

Consulte também

Mostrar:
© 2014 Microsoft