Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Configurar o cache na função (cache do Azure)

Atualizado: julho de 2010

noteObservação
Para orientação sobre como escolher a oferta Azure Cache para seu aplicativo, consulte Qual oferta de cache do Azure é ideal para mim?.

Este tópico descreve como configurar um Cache na Função baseado em função. A configuração inclui duas tarefas distintas.

 

Tipo de configuração Descrição

Configuração de função

Configure uma função do para hospedar o Cache na Função. Esta etapa inclui a criação de caches nomeados e a configuração dos parâmetros desses caches nomeados. Isso fornece recursos de cache a qualquer das funções na mesma implantação de serviço de nuvem.

Configuração de cliente

Configure qualquer função que exija serviços de cache. Isso inclui a adição de referências a assembly e parâmetros no arquivo de configuração apontando para a função que hospeda o Cache na Função.

Para obter mais detalhes sobre a configuração do caching, consulte Modelo de configuração (cache na função para cache do Azure).

Para usar um Cache na Função baseado em função, é necessário configurar uma função para hospedar o cache. Isso pode ser feito adicionando uma nova função de trabalho de cache ao serviço de nuvem, no que é designado como topologia dedicada. As funções de trabalho oferecem suporte ao cache de função dedicada. Para obter mais detalhes sobre como configurar uma topologia dedicada no Visual Studio, consulte Hospedando o cache na função em funções dedicadas (cache do Azure).

Alternativamente, você pode optar por usar uma função existente que tenha recursos físicos disponíveis para serem compartilhados com o Cache na Função. Isso é descrito como uma topologia colocalizada. As funções de trabalho e as funções web oferecem suporte a cache de função colocalizada. Para obter mais detalhes sobre como configurar uma topologia colocalizada no Visual Studio, consulte Hospedando o cache na função em funções existentes (cache do Azure).

A etapa final é criar possíveis caches nomeados adicionais e configurar cada cache. Para obter mais informações, consulte Como: configurar o cache do Azure.

noteObservação
A configuração da função no Visual Studio resulta em alterações de configuração nos arquivos ServiceConfiguration.cscfg e ServiceDefinition.csdef subjacentes. Para obter mais informações, consulte Modelo de configuração (cache na função para cache do Azure).

Para configuração manual do arquivo ServiceConfiguration.cscfg, consulte Parâmetros de configuração de função para cache na função (ServiceConfiguration.cscfg).

Qualquer outro código no serviço de nuvem pode acessar os caches nomeados na forma de clientes de cache. Em geral, as etapas de configuração incluem:

  1. Referenciar os assemblies apropriados do caching.

  2. Adicionar parâmetros de configuração do caching aos arquivos application.config ou web.config.

Para obter exemplos de parâmetros de arquivo de configuração de cliente, consulte Modelo de configuração (cache na função para cache do Azure).

noteObservação
Essas etapas são simplificadas pelo uso de um pacote NuGet para configurar um projeto a fim de transformá-lo em um cliente de cache. Para obter mais informações, consulte Como: Preparar o Visual Studio para usar cache na função (cache do Azure).

Para configuração manual dos arquivos web.config e application.config, consulte Parâmetros de configuração de cliente de cache na função (Web.config).

Consulte também

Mostrar:
© 2014 Microsoft