Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Monitorando um aplicativo do Azure

Atualizado: abril de 2014

Autores: Larry Franks, Rama Ramani

Um dos desafios na hospedagem de um aplicativo no Azure é como determinar a integridade geral e o desempenho de seu aplicativo. Como o aplicativo pode ser distribuído em várias instâncias, o número pode mudar a qualquer momento (se você estiver dimensionando de forma dinâmica) e você precisa encontrar uma maneira de determinar a integridade de cada instância, bem como a integridade geral da implantação inteira. Se seu aplicativo usa serviços do Azure como armazenamento ou o Banco de dados SQL do Microsoft Azure, monitore também esses serviços para compreender a integridade geral de sua solução.

Os seguintes itens podem ser usados para coletar informações de monitoramento e de diagnóstico na Plataforma Azure:

Telemetria de aplicativo personalizado é um dos principais artigos essenciais de compilação de um aplicativo em nuvem e uma fonte de dados valiosa para monitorar um aplicativo, especialmente em escala de nuvem. Consulte a seção de Telemetria neste link - http://social.technet.microsoft.com/wiki/contents/articles/17987.cloud-service-fundamentals.aspx

O portal de gerenciamento do Azure monitora e exibe o estado dos aplicativos hospedados, e pode ser usado para determinar a integridade geral de implantação do aplicativo. Geralmente, as mensagens de status exibidas no portal de gerenciamento fornecem uma exibição de alto nível sobre a integridade de um aplicativo hospedado.

Para exibir o status do aplicativo no portal de gerenciamento do Azure, selecione Serviços Hospedados, Contas de Armazenamento e CDN. Depois, selecione Serviços Hospedados. Os serviços serão exibidos no centro da página, junto com o status. A expansão de cada serviço permite que você exiba a função e o status da instância da função.

noteObservação
As mensagens de status do portal de gerenciamento do Azure não podem refletir com precisão todas as condições de falha que ocorrem para um aplicativo hospedado, e não devem ser usadas como o único método para determinar a integridade do aplicativo. Por exemplo, uma falha manifestada como uma falha em uma página da Web, ou a renderização inadequada de uma página da Web, não dispararia uma mensagem de status no portal de gerenciamento. Para obter informações mais detalhadas sobre a integridade do aplicativo, você deve usar o diagnóstico do Azure.

As informações de status exibidas no portal de gerenciamento do Azure também podem ser obtidas programaticamente usando a API REST de gerenciamento de serviço do Azure. As APIs específicas que retornam informações de status são Obter propriedades de serviço hospedado e Obter a implantação.

Para obter mais informações sobre a API REST de gerenciamento de serviço do Azure, consulte a Referência à API REST de gerenciamento de serviço do Azure.

O diagnóstico do Azure oferece a capacidade de agregar contadores de desempenho e logs das instâncias de aplicativo hospedado, bem como arquivos de log personalizados, rastreamento e saída da instrumentação gerados por seu aplicativo. Como cada instância de aplicativo fornece apenas uma quantidade limitada de armazenamento não durável, você deve fornecer uma conta de armazenamento do Windows como um local de armazenamento durável. O diagnóstico do Azure fornece um mecanismo para agendar cópias periódicas de informações de diagnóstico na conta de armazenamento.

Ao configurar o diagnóstico do Azure, considere os contadores de desempenho e logs que você precisa coletar, bem como a taxa de coleta das informações. O processo de diagnóstico em cada instância do seu aplicativo tem um buffer do FIFO que pode ser substituído rapidamente se você aloca pouco espaço para a quantidade de dados processados, define um intervalo muito longo para copiar dados do buffer para o armazenamento do Azure, ou tem uma taxa de amostragem extremamente alto para as informações do contador de desempenho. Você também deve considerar os dados que precisam ser copiados para o armazenamento durável, pois você será cobrado pela quantidade de armazenamento do Azure empregada por dados de diagnóstico.

Para obter mais informações sobre o trabalho com o diagnóstico do Azure, consulte Coletando dados de log usando o diagnóstico do Azure.

Se você estiver familiarizado com o System Center Operations Manager (SCOM), talvez queira usar o pacote de gerenciamento do Azure para disponibilizar informações de diagnóstico do Azure no SCOM.

Se seu aplicativo usa o armazenamento do Azure, você pode habilitar a análise de armazenamento para coletar informações de log e de métrica, como logs de solicitações, informações da capacidade de armazenamento e informações sobre transações em sua conta de armazenamento. A análise de armazenamento é exposta como uma API REST, que pode ser acessada em qualquer ponto da Internet. O acesso a essa API requer a autenticação usando o nome e a chave de acesso da conta de armazenamento.

As exibições de gerenciamento dinâmico fornecem informações úteis para diagnosticar problemas de desempenho no Banco de dados SQL do Azure, como consultas demoradas, planos de consulta ruins ou número de conexões a um banco de dados. As exibições de gerenciamento dinâmico são acessadas usando instruções Transact-SQL e exigem uma conexão ao servidor do Banco de dados SQL do Azure.

Para obter mais informações, consulte Monitorando o Banco de dados SQL do Azure usando exibições de gerenciamento dinâmico.

Consulte também

A Microsoft está realizando uma pesquisa online para saber sua opinião sobre o site do MSDN. Se você optar por participar, a pesquisa online lhe será apresentada quando você sair do site do MSDN.

Deseja participar?
Mostrar:
© 2014 Microsoft