Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo
Este artigo foi traduzido manualmente. Coloque o ponteiro do mouse sobre as frases do artigo para ver o texto original. Mais informações.
Tradução
Original

Catálogo do SSIS

O catálogo do SSISDB é o ponto central para trabalhar com projetos do Integration Services (SSIS) que você implantou no servidor do Integration Services. Por exemplo, você define parâmetros de projeto e pacote, configura ambientes para especificar valores de tempo de execução para pacotes, executa e soluciona problemas de pacotes, e gerencia as operações de servidor do Integration Services.

Os objetos armazenados no catálogo SSISDB incluem projetos, pacotes, parâmetros, ambientes e histórico operacional.

Você inspeciona objetos, configurações e dados operacionais que são armazenados no catálogo do SSISDB, consultando as exibições no banco de dados SSISDB. Você gerencia os objetos chamando procedimentos armazenados no banco de dados SSISDB ou usando a interface de usuário do catálogo SSISDB. Em muitos casos, a mesma tarefa pode ser executada na interface de usuário ou chamando um procedimento armazenado.

Para manter o banco de dados SSISDB, é recomendado que você aplique políticas empresariais padrão para gerenciar os bancos de dados de usuários. Para obter informações sobre como criar planos de manutenção, consulte Planos de manutenção.

O catálogo SSISDB e o banco de dados SSISDB dão suporte ao Windows PowerShell. Para obter mais informações sobre como usar o SQL Server com Windows PowerShell, consulte SQL Server PowerShell. Para obter exemplos de como usar o Windows PowerShell para concluir tarefas como implantar um projeto, consultar a entrada de blog, SSIS e PowerShell no SQL Server 2012 em blogs.msdn.com.

Para obter mais informações sobre como exibir dados de operações, consulte Monitorando execuções de pacotes e outras operações.

Você acessa o catálogo SSISDB no SQL Server Management Studio conectando-se ao Mecanismo de Banco de Dados do SQL Server e expandindo o nó Catálogos do Integration Services no Pesquisador de Objetos. Você acessa o banco de dados SSISDB no SQL Server Management Studio expandindo o nó Bancos de Dados no Pesquisador de Objetos.

Observação Observação

Você não pode renomear o banco de dados SSISDB.

Observação Observação

Se a instância do SQL Server à qual o banco de dados SSISDB está anexado para ou não responde, o processo ISServerExec.exe termina. Uma mensagem é gravada em um log de Eventos do Windows.

Se os recursos do SQL Server realizarem failover como parte de um failover de cluster, os pacotes de execução não serão reiniciados. Você pode usar pontos de verificação para reiniciar pacotes. Para obter mais informações, consulte Reiniciar pacotes por meio de pontos de verificação.

Quando você cria um novo objeto no catálogo, atribua um nome ao objeto. O nome do objeto é um identificador. O SQL Server define regras que estabelecem que os caracteres podem ser usados em um identificador. Os nomes destes objetos devem seguir as regras de identificador.

  • Pasta

  • Projeto

  • Ambiente

  • PARAMETER

  • Variável de ambiente

Pasta, projeto, ambiente

Considere as seguintes regras ao renomear uma pasta, um projeto ou um ambiente.

  • Os caracteres inválidos incluem caracteres ASCII/Unicode de 1 a 31, aspas ("), menor que (<), maior que (>), barra vertical (|), retrocesso (\b), nulo (\0) e tabulação (\t).

  • O nome não pode conter espaços à esquerda ou à direita.

  • @ não é permitido como primeiro caractere, mas os caracteres subsequentes podem usar @.

  • O comprimento do nome deve ser maior ou igual a 0 e menor ou igual a 128.

Parâmetro

Considere as seguintes regras ao nomear um parâmetro.

  • O primeiro caractere do nome deve ser uma letra, conforme definido no Unicode Standard 2.0, ou um caractere de sublinhado (_).

  • Os caracteres subsequentes podem ser letras ou números, conforme definido no Unicode Standard 2.0, ou um caractere de sublinhado (_).

Variável de ambiente

Considere as seguintes regras ao nomear uma variável de ambiente.

  • Os caracteres inválidos incluem caracteres ASCII/Unicode de 1 a 31, aspas ("), menor que (<), maior que (>), barra vertical (|), retrocesso (\b), nulo (\0) e tabulação (\t).

  • O nome não pode conter espaços à esquerda ou à direita.

  • @ não é permitido como primeiro caractere, mas os caracteres subsequentes podem usar @.

  • O comprimento do nome deve ser maior ou igual a 0 e menor ou igual a 128.

  • O primeiro caractere do nome deve ser uma letra, conforme definido no Unicode Standard 2.0, ou um caractere de sublinhado (_).

  • Os caracteres subsequentes podem ser letras ou números, conforme definido no Unicode Standard 2.0, ou um caractere de sublinhado (_).

Você ajusta como o catálogo se comporta ajustando as propriedades do catálogo. As propriedades do catálogo definem como os dados confidenciais serão criptografados, e como as operações e os dados de controle de versão de projeto serão retidos. Para definir as propriedades do catálogo, use a caixa de diálogo Propriedades do Catálogo ou chame o procedimento armazenado catalog.configure_catalog (Banco de Dados SSISDB). Para exibir as propriedades, use a caixa de diálogo ou consulte catalog.catalog_properties (Banco de Dados SSISDB). Acesse a caixa de diálogo clicando com o botão direito do mouse em SSISDB no Pesquisador de Objetos.

Operações e limpeza de versão do projeto

Os dados de status de muitas operações no catálogo são armazenados nas tabelas de banco de dados internas. Por exemplo, o catálogo rastreia o status das execuções de pacote e das implantações de projeto. Para manter o tamanho dos dados de operações, o Trabalho de Manutenção do Servidor SSIS no SQL Server Management Studio é usado para remover dados antigos. Este trabalho do SQL Server Agent é criado quando Integration Services é instalado.

Você pode atualizar ou reimplantar um projeto do Integration Services implantando-o com o mesmo nome na mesma pasta do catálogo. Por padrão, cada vez que você reimplanta um projeto, o catálogo SSISDB retém a versão anterior do projeto. Para manter o tamanho dos dados de operações, o Trabalho de Manutenção do Servidor SSIS é usado para remover versões antigas de projetos.

As propriedades de catálogo SSISDB a seguir definem como este trabalho do SQL Server Agent se comporta. Você pode exibir e modificar as propriedades usando a caixa de diálogo Propriedades do Catálogo ou usando catalog.catalog_properties (Banco de Dados SSISDB) e catalog.configure_catalog (Banco de Dados SSISDB).

Limpar Logs Periodicamente

A etapa de trabalho para limpeza de operações é executada quando esta propriedade é definida como True.

Período de Retenção (dias)

Define a idade máxima dos dados de operações permitidos (em dias). Os dados mais antigos são removidos.

O valor mínimo é um dia. O valor máximo só é limitado pelo valor máximo dos dados int do SQL Server. Para obter informações sobre este tipo de dados, consulte int, bigint, smallint e tinyint (Transact-SQL).

Remover Periodicamente Versões Antigas

A etapa de trabalho para limpeza de versão de projeto é executada quando esta propriedade é definida como True.

Número Máximo de Versões por Projeto

Define quantas versões de um projeto são armazenadas no catálogo. As versões de projetos mais antigas são removidas.

Algoritmo de Criptografia

A propriedade Algoritmo de Criptografia especifica o tipo de criptografia usado para criptografar valores de parâmetro confidenciais. Você pode escolher entre os seguintes tipos de criptografia.

  • AES_256 (padrão)

  • AES_192

  • AES_128

  • DESX

  • TRIPLE_DES_3KEY

  • TRIPLE_DES

  • DES

Quando você implantar um projeto do Integration Services para o servidor do Integration Services, o catálogo criptografará automaticamente os dados do pacote e os valores confidenciais. O catálogo também descriptografa automaticamente os dados quando você recupera-os. O catálogo SSISDB usa o nível de proteção ServerStorage. Para obter mais informações, consulte Controle de acesso de dados confidenciais em pacotes.

Alterar o algoritmo de criptografia é uma operação demorada. Primeiro, o servidor tem que usar o algoritmo previamente especificado para descriptografar todos os valores de configuração. Em seguida, o servidor tem que usar o novo algoritmo para criptografar novamente os valores. Durante este momento, não pode haver outras operações do Integration Services no servidor. Assim, para permitir que operações do Integration Services continuem ininterruptas, o algoritmo de criptografia deverá ser um valor somente leitura na caixa de diálogo no Management Studio.

Para alterar a configuração da propriedade Algoritmo de Criptografia, defina o banco de dados SSISDB para o modo de usuário único e chame o procedimento armazenado catalog.configure_catalog. Use ENCRYPTION_ALGORITHM para o argumento property_name. Para os valores de propriedade com suporte, consulte catalog.catalog_properties (Banco de Dados SSISDB) Para obter mais informações sobre o procedimento armazenado, consulte catalog.configure_catalog (Banco de Dados SSISDB).

Para obter mais informações sobre o modo de usuário único, consulte Definir um banco de dados como modo de usuário único. Para obter informações sobre criptografia e algoritmos de criptografia no SQL Server, consulte os tópicos na seção Criptografia do SQL Server.

Uma chave mestra de banco de dados é usada para a criptografia. A chave é criada quando você cria o catálogo. Para obter mais informações, consulte Criar o catálogo do SSIS.

A tabela a seguir lista os nomes de propriedade mostrados na caixa de diálogo Propriedades do Catálogo e as propriedades correspondentes na exibição de banco de dados.

Nome da Propriedade (caixa de diálogo Propriedades do Catálogo)

Nome da Propriedade (exibição de banco de dados)

Nome do Algoritmo de Criptografia

ENCRYPTION_ALGORITHM

Limpar Logs Periodicamente

OPERATION_CLEANUP_ENABLED​

Período de Retenção (dias)

RETENTION_WINDOW

Remover Periodicamente Versões Antigas

VERSION_CLEANUP_ENABLED

Número Máximo de Versões por Projeto

MAX_PROJECT_VERSIONS

Nível de Log Padrão em Todo o Servidor

SERVER_LOGGING_LEVEL

Os projetos, ambientes e pacotes são armazenados em pastas, que são objetos protegíveis. Você pode conceder permissões a uma pasta, incluindo a permissão MANAGE_OBJECT_PERMISSIONS. MANAGE_OBJECT_PERMISSIONS permite delegar a administração do conteúdo da pasta a um usuário sem precisar conceder a associação do usuário à função ssis_admin. Você também pode conceder permissões para projetos, ambientes e operações. As operações incluem a inicialização do Integration Services, a implantação de projetos, a criando e a inicialização de execuções, a validação de projetos e pacotes, e a configuração do catálogo SSISDB.

Para obter mais informações sobre funções de banco de dados, consulte Funções de nível de banco de dados.

O catálogo SSISDB usa um gatilho DDL, ddl_cleanup_object_permissions, para impor a integridade das informações de permissões para elementos protegíveis do SSIS. O gatilho é acionado quando uma entidade de segurança de banco de dados, como um usuário de banco de dados, função de banco de dados ou função de aplicativo de banco de dados, é removida do banco de dados SSISDB.

Se a entidade de segurança tiver concedido ou negado permissões a outras entidades de segurança, revogue as permissões dadas pelo concessor, para que a entidade de segurança possa ser removida. Caso contrário, uma mensagem de erro será retornada quando o sistema tentar remover a entidade de segurança. O gatilho removerá todos os registros de permissão em que a entidade de segurança de banco de dados é um usuário autorizado.

É recomendável que o gatilho não seja desabilitado porque ele assegura que não haverá nenhum registro de permissão órfão depois que uma entidade de segurança de banco de dados for removida do banco de dados SSISDB.

Gerenciando permissões

Você pode gerenciar permissões usando a interface de usuário do SQL Server Management Studio, procedimentos armazenados e o namespace Microsoft.SqlServer.Management.IntegrationServicesnamespace.

Para gerenciar permissões usando a interface de usuário do SQL Server Management Studio, use as seguintes caixas de diálogo:

Para gerenciar permissões usando Transact-SQL, chame catalog.grant_permission (Banco de Dados SSISDB), catalog.deny_permission (Banco de Dados SSISDB) e catalog.revoke_permission (Banco de Dados SSISDB). Para exibir permissões efetivas para a entidade de segurança atual de todos os objetos, consulte catalog.effective_object_permissions (Banco de Dados SSISDB). Este tópico fornece descrições dos diferentes tipos de permissões. Para exibir permissões que foram explicitamente atribuídas ao usuário, consulte catalog.explicit_object_permissions (Banco de Dados SSISDB).

Uma pasta contém um ou mais projetos e ambientes no catálogo SSISDB. Você pode usar a exibição catalog.folders (Banco de dados SSISDB) para acessar informações sobre pastas no catálogo. Você pode usar os procedimentos armazenados a seguir para gerenciar pastas.

Cada projeto pode conter vários pacotes. Os projetos e pacotes podem conter parâmetros e referências a ambientes. Você pode acessar os parâmetros e referências de ambiente usando a Caixa de diálogo Configurar.

Você pode executar outras tarefas de projeto chamando os seguintes procedimentos armazenados.

Estas exibições fornecem detalhes sobre pacotes, projetos e versões de projeto.

Use os parâmetros para atribuir valores às propriedades de pacote no tempo de execução do pacote. Para definir o valor de um pacote ou parâmetro de pacote, e limpar o valor, chame catalog.set_object_parameter_value (Banco de dados SSISDB) e catalog.clear_object_parameter_value (Banco de dados SSISDB). Para definir o valor de um parâmetro para uma instância de execução, chame catalog.set_execution_parameter_value (Banco de Dados SSISDB). Você pode recuperar valores de parâmetro padrão chamando catalog.get_parameter_values (Banco de Dados SSISDB).

Estas exibições mostram os parâmetros de todos os pacotes e projetos, e os valores de parâmetro usados para uma instância de execução.

Os ambientes de servidor contêm variáveis de servidor. Os valores variáveis podem ser usados quando um pacote é executado ou validado no servidor do Integration Services.

Os procedimentos armazenados a seguir permitem executar muitas outras tarefas de gerenciamento para ambientes e variáveis.

Chamando o procedimento armazenado catalog.set_environment_variable_protection (Banco de Dados SSISDB), você pode definir o bit de sensibilidade de uma variável.

Para usar o valor de uma variável de servidor, especifique a referência entre o projeto e o ambiente de servidor. Você pode usar os procedimentos armazenados para criar e excluir referências. Você também pode indicar se o ambiente pode estar localizado na mesma pasta que o projeto ou em uma pasta diferente.

Para obter mais detalhes sobre ambientes e variáveis, consulte estas exibições.

Uma execução é uma instância de uma execução de pacote. Chame catalog.create_execution (Banco de dados SSISDB) e catalog.start_execution (Banco de dados SSISDB) para criar e iniciar uma execução. Para interromper uma execução ou uma validação de pacote/projeto, chame catalog.stop_operation (Banco de Dados SSISDB).

Para fazer com que um pacote em execução pause ou crie um arquivo de despejo, chame o procedimento armazenado catalog.create_execution_dump. Um arquivo de despejo fornece informações sobre a execução de um pacote que pode ajudar a solucionar problemas de execução. Para obter mais informações sobre como gerar e configurar arquivos de despejo, consulte Gerando arquivos de despejo para execução de pacote.

Para obter detalhes sobre execuções, validações, mensagens que são registradas em log durante operações, e informações contextuais relacionadas a erros, consulte estas exibições.

Você também pode validar projetos de pacotes chamando os procedimentos armazenados catalog.validate_project (Banco de Dados SSISDB) e catalog.validate_package (Banco de Dados SSISDB). A exibição catalog.validations (banco de dados SSISDB) fornece detalhes sobre validações, como as referências de ambiente de servidor consideradas na validação, se é uma validação de dependência ou uma validação completa, e se o tempo de execução de 32 bits ou de 64 bits é usado para executar o pacote.

Ícone do Integration Services (pequeno)  Mantenha-se atualizado com o Integration Services

Para obter os downloads, artigos, exemplos e vídeos mais recentes da Microsoft, assim como soluções selecionadas pela comunidade, visite a página do Integration Services no MSDN:


Para receber uma notificação automática dessas atualizações, assine os RSS feeds disponíveis na página.

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
A Microsoft está realizando uma pesquisa online para saber sua opinião sobre o site do MSDN. Se você optar por participar, a pesquisa online lhe será apresentada quando você sair do site do MSDN.

Deseja participar?
Mostrar:
© 2014 Microsoft