Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Diferenças entre cache local e na nuvem

Atualizado: julho de 2010

noteObservação
Para orientação sobre como escolher a oferta Azure Cache para seu aplicativo, consulte Qual oferta de cache do Azure é ideal para mim?.

O Cache do Microsoft Azure foi desenvolvido a partir de uma solução caching local que era fornecida com o Microsoft AppFabric 1.1 for Windows Server. Na maioria dos casos, os recursos do Cache do Microsoft Azure são um subconjunto dos recursos fornecidos pela solução de cache local do Microsoft AppFabric 1.1 for Windows Server. Para obter mais informações sobre os recursos de cache do Windows Server AppFabric, consulte Conceitos de cache do Windows Server AppFabric. Por esse motivo, às vezes é possível entender a arquitetura e o comportamento do Cache do Microsoft Azure referenciando a documentação do cache local. Mas existem diferenças. Este tópico tenta fornecer uma visão geral de onde o Cache do Microsoft Azure difere da solução de cache local.

WarningAviso
Não há suporte à instalação do Microsoft AppFabric 1.1 for Windows Server e do Cache do Microsoft Azure na mesma máquina. Isso pode produzir comportamentos inesperados, incluindo erros durante a depuração local e contadores de desempenho ausentes.

Com a solução local do Microsoft AppFabric 1.1 for Windows Server, você precisa obter as máquinas, instalar o em cada máquina e, em seguida, criar e gerenciar o cluster de cache nessas máquinas.

Na solução em nuvem, o lida com a maior parte das tarefas de administração relativas à configuração do cluster de cache. Com o Shared Caching, você provisiona o cache no , que lhe fornece as informações de conexão e segurança necessárias para usar o cache. Com o Cache na Função em funções, você define os requisitos de cache nas propriedades das funções do . Para obter mais informações, consulte Introdução ao desenvolvimento para cache do Azure.

Diferentemente do Microsoft AppFabric 1.1 for Windows Server, o Windows PowerShell não é usado para gerenciar os caches provisionados ou o cluster de cache. Com o , essas tarefas são executadas para você. Além disso, com a solução local, você pode conceder acesso ao cluster de cache a identidades específicas do Windows, como uma conta de domínio. Por outro lado, com o Cache do Microsoft Azure, o modelo de segurança é baseado no Access Control ou na segurança padrão de função do . Para obter mais informações, consulte Security Model (Azure Caching).

O Cache do Microsoft Azure fornece um provedor de estado da sessão e um provedor de cache de saída. Esse provedor difere do que era fornecido com a primeira versão do Microsoft AppFabric 1.1 for Windows Server. Ele também fornece recursos adicionais. Por esse motivo, é importante seguir atentamente as instruções para modificar corretamente o arquivo web.config do Cache do Microsoft Azure. Para obter mais informações, consulte Provedores de cache ASP.NET 4 para o cache do Azure.

O oferece suporte a um subconjunto dos recursos de cache disponíveis no Microsoft AppFabric 1.1 for Windows Server. A lista a seguir descreve algumas dessas diferenças.

Só há suporte a notificações quando o Cache na Função na função é usado. O Shared Caching não oferece suporte a notificações. Isso também significa que não é possível usar notificações para invalidar o cache local no Shared Caching. Para obter mais informações, consulte Notificações (cache na função para cache do Azure).

A expiração e a remoção funcionam da mesma maneira no Cache na Função na função, com uma exceção. O Cache na Função introduz uma política de expiração deslizante que renova o tempo de expiração de um item a cada acesso. Isso difere da política de expiração absoluta. Os usuários agora têm a opção de especificar qualquer das duas políticas.

No Shared Caching, os itens sem uma configuração de expiração específica expiram após 48 horas. Diferentemente do Cache na Função na função ou do Microsoft AppFabric 1.1 for Windows Server, não existe nenhuma maneira de alterar a configuração de expiração padrão do Cache do Microsoft Azure. Entretanto, se você adicionar itens ao cache com um tempo de expiração explícito, como 10 minutos ou 7 dias, o cache honrará esse valor de expiração. Isso pode ser feito com várias sobrecargas dos métodos Add e Put. Observe que os provedores ASP.NET usam automaticamente essas sobrecargas para fornecer tempos limite explícitos para estado da sessão e cache de saída. Em ambos os casos, quando o tamanho do cache excede os limites da sua oferta do Shared Caching, os itens menos utilizados recentemente no cache são removidos.

O Shared Caching também não oferece suporte à desativação da remoção em um cache. Sob pressão de memória, sempre é possível que ocorra remoção de itens. Os aplicativos devem ser projetados para prever a possível ausência de itens e solicitar que sejam recarregados a qualquer momento. Caso um cache seja muito pequeno para os requisitos do aplicativo, uma oferta de Shared Caching maior pode ser configurada no .

Para obter mais informações, consulte Expiração e remoção (cache na função para cache do Azure).

Só há suporte a alta disponibilidade quando o Cache na Função na função é usado. Não há suporte a alta disponibilidade no Shared Caching. Para obter mais informações, consulte Alta disponibilidade (cache na função para cache do Azure).

Só há suporte a marcas e regiões personalizadas quando o Cache na Função na função é usado. Elas não têm suporte no Shared Caching. Para obter mais informações, consulte Regiões e marcação (cache na função para cache do Azure).

Na maioria dos casos, você pode usar as mesmas APIs para desenvolver clientes de cache que usam o Cache do Microsoft Azure ou o Microsoft AppFabric 1.1 for Windows Server. Existem algumas exceções decorrentes das diferenças entre as duas soluções. Para obter uma análise detalhada das APIs disponíveis para clientes de cache Cache do Microsoft Azure, consulte Suporte a API de cache no cache do Azure.

Consulte também

A Microsoft está realizando uma pesquisa online para saber sua opinião sobre o site do MSDN. Se você optar por participar, a pesquisa online lhe será apresentada quando você sair do site do MSDN.

Deseja participar?
Mostrar:
© 2014 Microsoft