Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Contas e cobrança no Banco de dados SQL do Azure

Atualizado: abril de 2014

A cobrança no Banco de dados SQL do Azure é baseada primeiramente na camada de serviço do banco de dados. As camadas Web e Business são cobradas com base no tamanho. A cobrança para Web e Business é feita de acordo com uma taxa gradual seguindo o conceito de "unidade de banco de dados", ou seja, uma unidade de medida do uso do tamanho do banco de dados. Para as camadas de serviço Premium, Basic e Standard, a cobrança não se baseia no tamanho do banco de dados. Para obter mais detalhes sobre a estrutura de preços e custos, consulte Detalhes de preço do banco de dados SQL.

O rollup de cobranças ocorre diariamente e os bancos de dados são cobrados com a taxa máxima por dia. Dessa forma, se um banco de dados for atualizado, a taxa de cobrança se tornará efetiva após a conclusão da atualização e será faturada com base na maior taxa de um dia inteiro no qual essa atualização ocorreu. Da mesma maneira, se for desatualizado ou se o tamanho de reserva for reduzido, ele continuará a ser cobrado na taxa mais alta do dia em que foi desatualizado ou reduzido de tamanho, o dia seguinte será cobrado na mais taxa baixa.

O Portal do Cliente do Microsoft Online Services é o local onde você adquire assinaturas para a plataforma Azure e para outros serviços online da Microsoft. Após a conclusão da compra, você receberá uma notificação de confirmação por email com instruções para acessar sua conta na plataforma do Banco de dados SQL do Azure.

Ao comprar sua assinatura para o serviço no Portal do Cliente do Microsoft Online Services, você será solicitado a criar um perfil para o proprietário da sua conta. O proprietário ou administrador da conta é a pessoa que se inscreve na plataforma Banco de Dados SQL e em outros serviços online da Microsoft. Como proprietário da conta, você possui a relação de cobrança com a Microsoft. Você pode fazer logon no Portal do Cliente do Microsoft Online Services para gerenciar suas assinaturas e no Portal de Gerenciamento da Plataforma Azure para gerenciar seus servidores Banco de Dados SQL.

Para ativar sua assinatura, é preciso especificar detalhes de contato da pessoa que ficará responsável por configurar e gerenciar seu serviço em sua empresa. Essa pessoa é denominada o administrador do serviço e é designada pelo proprietário da conta. O administrador do serviço é definido como padrão o proprietário da conta no seu perfil, caso o administrador do serviço e o proprietário da conta sejam os mesmos. O administrador do serviço pode acessar somente o Portal de Gerenciamento. Assim que a ativação é concluída, uma mensagem de email é enviada ao proprietário da conta e ao administrador do serviço com a descrição das próximas etapas a serem executadas.

A largura de banda usada entre o Banco de dados SQL do Azure e o Azure é gratuita na mesma região ou no mesmo data center. Quando for projetar seu sistema, organize-o de forma que as operações que envolvem grandes transferências de dados ocorram na plataforma Azure e na mesma região. Quando for implantar um aplicativo do Azure, localize o aplicativo e o Banco de dados SQL do Azure na mesma região para evitar custos de largura de banda.

Quando você cria uma cópia do banco de dados usando o recurso Cópia de Banco de Dados, a operação de cópia cria um novo banco de dados com a mesma camada de serviço e o mesmo nível de desempenho do banco de dados de origem. Cada cópia aumenta a contagem total de bancos de dados e é cobrada de acordo com a mesma taxa do banco de dados de origem. Para obter mais informações, consulte Perguntas frequentes sobre a descontinuação das edições Web e Business.

ImportantImportante
A implementação atual das Federações será descontinuada nas camadas de serviço Web e Business. Os clientes são incentivados a usar ou migrar para o Escala elástica para banco de dados SQL do Azure em vez disso. Além da Escala elástica, a Microsoft continuará criando e publicando padrões comuns de fragmentação e orientações práticas com base nos conhecimentos adquiridos em interações aprofundadas com clientes.

A raiz da federação e todos os seus membros fazem parte da contagem de bancos de dados do servidor e são faturados como bancos de dados regulares. Os membros da federação são fisicamente implementados como bancos de dados individuais, portanto, cada membro é adicionado à contagem de bancos de dados.

As operações SPLIT sempre criam novos bancos de dados físicos. Por exemplo, uma operação SPLIT com um único ponto de divisão, como ALTER FEDERATION … SPLIT 100), cria dois novos bancos de dados (membros da federação) e remove o banco de dados de origem quando a operação é concluída. Os novos bancos de dados não fazem parte da sua compilação durante a operação SPLIT, no entanto, uma vez que a operação for concluída e os bancos de dados estiverem online, eles se tornarão parte de sua conta. Os bancos de dados em estado de falha não aparecem na sua conta.

Para as duas operações, o banco de dados de origem (membro da federação) permanecerá acessível por toda a operação e continuará a gerar encargos normalmente.

O status de sua assinatura do Banco de dados SQL do Microsoft Azure é exibido no Portal de Gerenciamento da Plataforma Azure.

Se a sua assinatura estiver desativada, os itens a seguir se aplicam à sua conta do Banco de dados SQL do Azure até que você pague por uma assinatura para continuar usando o serviço:

  • Não é possível criar nem remover um servidor do Banco de dados SQL do Azure. No entanto, você pode exibir os existentes.

  • É possível exibir as regras de firewall do Banco de dados SQL do Azure, mas não é possível adicionar, atualizar nem excluir uma regra de firewall.

  • Não é possível modificar a senha de administrador para seu servidor do Banco de dados SQL do Azure.

  • Na tentativa de se conectar com um banco de dados de usuário no servidor do Banco de dados SQL do Azure, um erro aparecerá indicando que você atingiu o limite para o mês de cobrança.

  • Não é possível criar, modificar (como alterar a edição do seu banco de dados) nem excluir bancos de dados no seu servidor do Banco de dados SQL do Azure.

  • Não é possível ler nem gravar nos bancos de dados de usuário. No entanto, é possível ler dados no banco de dados mestre.

  • Não é possível executar nenhum procedimento armazenado nem qualquer outra ação que possa gravar dados no banco de dados mestre.

Você pode acessar os detalhes de uso das contas do Banco de dados SQL do Azure por meio das exibições do sistema no servidor Banco de dados SQL do Azure.

A exibição sys.database_usage lista o número, o tipo e a duração dos bancos de dados no servidor, e a exibição sys.bandwidth_usage descreve a largura de banda usada em cada banco de dados. Para obter mais informações, consulte os tópicos a seguir: e.

Consulte também

Mostrar:
© 2014 Microsoft