Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Planejar uma implantação do PowerPivot em um farm do SharePoint

SQL Server 2008 R2

As topologias de farm do SharePoint variam de servidores autônomos a grandes instalações multisservidor. Depois de compreender as noções básicas da adição do PowerPivot a implantações menores, você poderá aplicar os mesmos conceitos e técnicas a topologias mais complexas.

Adicionando o PowerPivot a um servidor autônomo

Você pode criar um PowerPivot dedicado para um servidor do SharePoint executado em um único servidor do SharePoint 2010. A vantagem de usar um servidor autônomo é a simplicidade da implantação. A Instalação do SQL Server fornece uma opção de instalação que instala e configura um PowerPivot pronto para uso para o servidor do SharePoint. A Instalação do SQL também configura recursos, limites e configurações de segurança do SharePoint que são recomendados ou exigidos para o processamento de dados e consultas do PowerPivot no servidor. Ela ativa e provisiona os Serviços do Excel, ativa e provisiona o Serviço de Repositório Seguro e aumenta os tamanhos máximos de arquivo para dar suporte a arquivos maiores em um ambiente do SharePoint. Para obter uma descrição completa de como a Instalação do SQL Server instala e configura o servidor, consulte Configuração padrão do PowerPivot para SharePoint.

Para tirar proveito dessa abordagem, você deve ter a mídia de instalação do SharePoint 2010, com o SharePoint instalado, mas ainda não configurado no computador. "Instalado mas não configurado" quer dizer instalar o SharePoint, mas parar antes da configuração, não executando o Assistente de Configuração do SharePoint que é iniciada no fim do processo de instalação.

A escolha do servidor para esse tipo de implantação é importante. Como há apenas um servidor para todo o processamento e hospedagem, você deve usar um servidor de alta capacidade. Por definição, você está instalando apenas um PowerPivot para a instância do SharePoint; então, a carga inteira estará nesse servidor. Por isso, evite usar um servidor existente que já esteja executando outros aplicativos intensivos de dados e escolha um servidor mais novo que tenha os recursos de memória e de processamento para dar suporte a um grande número de conjuntos de dados, bem como a consultas de longa execução que são características do processamento do PowerPivot.

Observação importanteImportante

O uso da opção de instalação Novo Servidor agora não limita a estratégia de expansão posterior. Contanto que o servidor do SharePoint subjacente dê suporte à adição de servidores ao farm (quer dizer, você instalou o SharePoint usando a opção Farm de Servidores na Instalação do SharePoint), você pode aumentar a capacidade do PowerPivot adicionando mais servidores do SharePoint e do PowerPivot.

Para obter mais informações sobre os requisitos do sistema e a instalação de servidor autônomo, consulte Requisitos de hardware e software (PowerPivot para SharePoint) e Instalar o PowerPivot para SharePoint em um novo SharePoint Server.

Adicionando o PowerPivot a um farm de servidores

Se você tiver vários servidores do SharePoint em um farm, poderá instalar o PowerPivot para SharePoint em um servidor de aplicativos novo ou existente no farm.

Topologia de farm do SharePoint com PowerPivot

Assim como acontece com um servidor autônomo, você usa a Instalação do SQL Server para executar a instalação. Entretanto, em uma implantação de farm existente, a Instalação do SQL Server exige que o SharePoint 2010 esteja instalado e configurado. Quando executada, a Instalação instalará apenas os componentes do servidor do PowerPivot. Ela não configurará o PowerPivot para SharePoint, nem verificará a configuração de aplicativos Web e de serviço do SharePoint existentes em relação à disponibilidade de recursos, limites superiores ou configurações de segurança. Portanto, esse tipo de implantação exigirá uma configuração pós-instalação e mais estudo e avaliação de sua parte para garantir que a configuração do PowerPivot seja compatível com os serviços existentes.

Você pode adicionar o PowerPivot para SharePoint a qualquer servidor do SharePoint, contanto que ele não seja dedicado a apenas executar operações de front-end da Web.

As topologias de farm que incluem servidores de aplicativos dedicados apenas para os Serviços do Excel ou servidores front-end da Web dedicados apenas para a Administração Central do SharePoint devem ser atualizadas para usar bibliotecas mais novas do Analysis Services. Para obter mais informações, consulte Como instalar o provedor OLE DB do Analysis Services em um computador com Serviços do Excel e Como instalar o ADOMD.NET em servidores Web front-end executando a Administração Central.

Para obter instruções sobre como instalar e configurar um PowerPivot para instância do SharePoint em um farm, consulte Instalar o PowerPivot para SharePoint em um SharePoint Server existente e Configuração (PowerPivot para SharePoint).

Implantação em expansão do PowerPivot

Uma implantação em expansão consiste em várias instalações do SQL Server PowerPivot para SharePoint em um farm que adiciona capacidade de processamento a todo o farm. Em uma implantação em expansão, você instala o PowerPivot para SharePoint uma vez em cada servidor de aplicativos que executará o processamento de consultas do PowerPivot. Por exemplo, se você tiver cinco servidores de aplicativos e desejar que três deles deem suporte ao processamento de consultas do PowerPivot, deverá instalar o PowerPivot para SharePoint nesses três servidores.

A expansão descreve como instâncias físicas de serviço são usadas no farm. Dentro de um farm, uma solicitação de processamento de consultas e dados do PowerPivot pode ser alocada a qualquer servidor do PowerPivot para SharePoint que esteja disponível, onde a disponibilidade é determinada por uma metodologia de alocação. O padrão é round-robin que aloca solicitações em ordem sequencial, mas, em vez disso, você pode alterar o método de alocação para usar a integridade de servidor.

A adição de mais servidores do PowerPivot para SharePoint a um farm adiciona capacidade de processamento para todos os aplicativos Web que usam esse recurso. Você não pode dimensionar o processamento do PowerPivot para alguns aplicativos Web e não para outros. Você não pode criar uma afinidade entre instâncias físicas de serviço e aplicativos Web específicos. Todos os aplicativos Web que compartilham uma conexão com qualquer aplicativo do serviço PowerPivot podem usar o recurso de processamento de qualquer novo servidor adicionado.

Conforme adiciona mais servidores do PowerPivot para SharePoint ao farm, você pode descobrir que tem aplicativos Web que não precisam do processamento de consultas do PowerPivot. Para esses aplicativos, você pode criar uma lista de associações de serviço personalizadas que exclui o aplicativo do serviço PowerPivot, garantindo que esses aplicativos nunca enviem ou recebam solicitações de dados do PowerPivot.

Se tiver vários aplicativos Web que têm requisitos de processamento ou de configuração diferentes, você poderá variar os parâmetros de processamento e configuração do serviço PowerPivot para diferentes aplicativos Web criando aplicativos de serviço PowerPivot personalizados. Um aplicativo de serviço define um contexto de tempo de execução para o processamento do PowerPivot. Você pode criar muitos aplicativos de serviço PowerPivot para isolar operações de tempo de execução para diferentes aplicativos Web.

Para obter instruções sobre como instalar várias instâncias do PowerPivot para SharePoint em um farm, consulte Adicionar servidores PowerPivot a um farm do SharePoint.

Adicionando novos aplicativos web a um farm que tem o PowerPivot para SharePoint

Quando você criar novos aplicativos Web do SharePoint, implante a solução de aplicativo Web PowerPivot e ative o recurso do PowerPivot em nível de conjunto de sites.

Para obter mais informações, consulte Implantar soluções PowerPivot e Ativar a integração de recursos do PowerPivot para coleções de sites.

Adicionando novos servidores front-end da Web a um farm que tem o PowerPivot para SharePoint

O PowerPivot para SharePoint não é afetado pela adição de novos servidores front-end da Web ou de aplicativos que você adiciona ao farm. Nenhuma etapa de configuração específica é necessária. Os aplicativos Web existentes executados nos novos servidores Web front-end deverão dar suporte ao acesso a dados do PowerPivot se você implantou a solução para esse aplicativo.

Entretanto, a configuração adicional é necessária quando você configura um servidor front-end da Web para executar apenas o aplicativo Web da Administração Central do SharePoint. Como o PowerPivot para SharePoint adiciona um painel de gerenciamento a esse aplicativo, as bibliotecas de cliente devem ser instaladas para garantir que os relatórios e Web parts do painel possam se conectar ao repositório de dados do painel. Para obter instruções sobre como instalar as bibliotecas de cliente ou sobre como implantar soluções, consulte Como instalar o ADOMD.NET em servidores Web front-end executando a Administração Central.

Adicionando novos servidores de aplicativos a um farm que tem o PowerPivot para SharePoint

Se você adicionar um novo servidor de aplicativos ao farm e desejar que o servidor trate o processamento de consultas PowerPivot, deverá executar a Instalação do SQL Server para adicionar o PowerPivot para SharePoint àquele servidor se desejar que aquele servidor de aplicativos trate operações de servidor do PowerPivot. O SharePoint não copiará arquivos de programas do PowerPivot automaticamente de uma solução ou de outro servidor de aplicativos para o novo servidor.

Um farm do SharePoint consiste em servidores front-end da Web e servidores de aplicativos com acesso a um servidor de banco de dados de back-end que fornece configuração e bancos de dados de conteúdo. Em um farm de multisservidor, você descobrirá com frequência que esses componentes são distribuídos em vários computadores. Normalmente, o servidor de banco de dados é o primeiro componente a ser movido para um computador dedicado. Também é provável que front-ends da Web executem em computadores dedicados permitindo que os administradores do sistema otimizem front-ends da Web e servidores de aplicativos separadamente.

Se você tiver um farm multisservidor, poderá instalar uma instância do SQL Server PowerPivot para SharePoint em um ou mais servidores de aplicativos no farm. Quando você instala o PowerPivot para SharePoint, a Instalação do SQL Server implanta um pacote de solução que copia arquivos de programas nos servidores front-end da Web.

Como uma primeira etapa, compreenda a finalidade e o posicionamento de cada componente no farm.

Componentes do PowerPivot

Finalidade

Posicionamento

Serviço do Sistema PowerPivot e Serviço Analysis Services

Consulta e gerencia dados do PowerPivot em pastas de trabalho do Excel.

É executado em um servidor de aplicativos como um aplicativo de serviço compartilhado e um serviço do Windows, respectivamente.

Esses serviços são instalados por meio da instalação do SQL Server e configurados por meio da Administração Central.

Serviço Web PowerPivot

Intercepta e direciona solicitações HTTP para servidores do PowerPivot no farm.

Executa em um servidor front-end da Web em um farm do SharePoint.

Se você tiver servidores front-end da Web dedicados, o SharePoint implantará o pacote de solução do PowerPivot no servidor.

Aplicativo do serviço PowerPivot

Uma instância configurada de um Serviço do Sistema PowerPivot.

É executado em servidores de aplicativos quando uma solicitação de dados do PowerPivot é recebida. Um aplicativo de serviço é definido uma vez para o farm. Será executado em qualquer servidor de aplicativos que tenha uma instância física do serviço PowerPivot.

Banco de dados do aplicativo do PowerPivot

Armazena dados internos usados apenas pelo aplicativo em um banco de dados do SQL Server. Se tiver criado vários aplicativos de serviço compartilhados, você terá um banco de dados do aplicativo de serviço PowerPivot separado para cada um.

Hospedado em um servidor de banco de dados usado para o farm.

O banco de dados é gerado quando você cria um aplicativo do serviço PowerPivot.

Conteúdo e bibliotecas do PowerPivot

O conteúdo do PowerPivot inclui pastas de trabalho do Excel que contêm dados do PowerPivot inseridos. Também inclui documentos do serviço de dados Atom e modelos para bibliotecas de feed de dados e bibliotecas da Galeria PowerPivot. Esse conteúdo é armazenado nos bancos de dados de conteúdo do SharePoint criados para um aplicativo Web do SharePoint específico.

Armazenado em bancos de dados de conteúdo em um servidor de banco de dados.

O armazenamento de pastas de trabalho do PowerPivot pode afetar significativamente os requisitos de espaço em disco de seus bancos de dados de conteúdo. Planeje monitorar de perto o crescimento do banco de dados ao determinar os requisitos de armazenamento para sua organização.

Ao planejar a implantação de um PowerPivot para SharePoint, você deve planejar as contas de serviço e administrativas a seguir.

  • Conta de serviço do Analysis Services. O Analysis Services processa consultas e trabalhos de atualização de dados do PowerPivot no farm. Essa conta sempre é especificada durante a Instalação do SQL Server quando você instala PowerPivot para SharePoint.

  • Pool de aplicativos do serviço PowerPivot. Um aplicativo do serviço PowerPivot está associado a um Serviço do Sistema PowerPivot que fornece a integração do SharePoint e a infraestrutura para o processamento de consultas do PowerPivot em um farm. O pool de aplicativos especificado para um aplicativo de serviço PowerPivot é a identidade de serviço do Serviço de Sistema PowerPivot. Você pode ter vários aplicativos do serviço PowerPivot em um farm. Cada aplicativo criado deve ser executado em seu próprio pool de aplicativos.

  • Conta autônoma de atualização de dados do PowerPivot. Se você pretende habilitar a atualização de dados do PowerPivot em um servidor do SharePoint, crie uma conta de atualização de dados autônoma do PowerPivot que será usada para executar um trabalho de atualização de dados em nome da pessoa que possui a pasta de trabalho do PowerPivot. Essa conta deve ser uma conta de usuário de domínio do Windows. Ela não deve ser a conta pessoal de um indivíduo da sua organização. A conta autônoma de atualização de dados do PowerPivot é definida e armazenada no Serviço de Repositório Seguro. Para obter mais informações sobre essa conta e sobre como criá-la, consulte Configurar e usar credenciais armazenadas para a atualização de dados PowerPivot.

ObservaçãoObservação

Se você estiver instalando o PowerPivot para SharePoint usando a opção Novo Servidor, será solicitado a especificar contas adicionais além das listadas aqui. Para obter mais informações, consulte Instalar o PowerPivot para SharePoint em um novo SharePoint Server.

Conta de serviço do Analysis Services

Requisito

Descrição

Requisito de provisionamento

Essa conta deve ser especificada durante a Instalação do SQL Server. Você pode modificar o nome de usuário ou a senha usando a Administração Central. Não há suporte para o uso de outras ferramentas para alterar contas e senhas.

Requisito da conta de usuário de domínio

Essa conta deve ser uma conta de usuário de domínio do Windows. São proibidas contas de máquinas internas (como Serviço de Rede ou Serviço Local). A Instalação do SQL Server impõe o requisito de conta de usuário de domínio bloqueando a instalação sempre que uma conta de computador é especificada.

Requisitos de permissão

Essa conta deve ser membro do grupo de segurança SQLServerMSASUser$<server>$PowerPivot e dos grupos de segurança de WSS_WPG no computador local. Essas permissões devem ser concedidas automaticamente. Para obter mais informações sobre como verificar ou conceder permissões, consulte Alterar contas de serviço e senhas (PowerPivot para SharePoint) e Instalar o PowerPivot para SharePoint em um SharePoint Server existente.

Requisitos de expansão

Se você instalar várias instâncias de servidor do PowerPivot para SharePoint em um farm, todas as instâncias de servidor do Analysis Services deverão ser executadas sob a mesma conta de usuário de domínio. Por exemplo, se você configurar a primeira instância do Serviço Analysis Services para execução como Contoso\ssas-srv01, todas as instâncias do Serviço Analysis Services adicionais implantadas posteriormente no mesmo farm também deverão executar como Contoso\ssas-srv01 (ou qualquer que seja a conta atual).

A configuração de todas as instâncias de serviço para execução na mesma conta permite que o serviço Sistema PowerPivot aloque o processamento de consultas ou trabalhos de atualização de dados para qualquer instância de serviço do Analysis Services no farm. Além disso, ela habilita o uso do recurso Conta Gerenciada na Administração Central para instâncias de servidor do Analysis Services. Usando a mesma conta para todas as instâncias do Serviço Analysis Services, você pode alterar a conta ou a senha uma vez, e todas as instâncias de serviço que usam essas credenciais são atualizadas automaticamente.

A Instalação do SQL Server impõe o requisito de mesma conta. Em uma implantação em expansão onde um farm do SharePoint já tem uma instância do PowerPivot para SharePoint instalada, a Instalação bloqueará a nova instalação se a conta do Serviço Analysis Services especificada for diferente de uma já em uso no farm.

Pool de aplicativos do serviço PowerPivot

Requisito

Descrição

Requisito de provisionamento

O pool de aplicativos de serviço deve ser especificado quando o aplicativo de serviço é criado.

Opção de instalação Novo Servidor: se você instalar o PowerPivot para SharePoint usando a opção de instalação Novo Servidor, um aplicativo de serviço padrão será criado para você, com o pool de aplicativos definido como sendo a mesma conta de usuário de domínio do Windows que você especificou como a conta do farm. Você poderá alterar o pool de aplicativo do serviço na Administração Central depois da instalação do PowerPivot para SharePoint.

Opção de instalação Farm Existente: Se você instalar o PowerPivot para SharePoint usando a opção de instalação Farm Existente, criará o aplicativo de serviço na Administração Central. Você define a conta ao criar o aplicativo de serviço.

Requisito da conta de usuário de domínio

A identidade do pool de aplicativos deve ser uma conta de usuário de domínio do Windows. São proibidas contas de computador internas (como Serviço de Rede ou Serviço Local). A Instalação do SQL Server impõe o requisito de conta de usuário de domínio bloqueando a instalação sempre que uma conta de computador é especificada.

Requisitos de permissão

Esta conta não precisa de permissões de Administrador do sistema local no computador. Entretanto, essa conta deve ter permissões de administrador de sistema do Analysis Services no Serviço Analysis Services local instalado no mesmo computador. Essas permissões são concedidas automaticamente pela Instalação do SQL Server, ou quando você define ou altera a identidade de pool e aplicativos na Administração Central.

Permissões administrativas são necessárias para encaminhar consultas ao Serviço Analysis Services. Elas também são necessárias para monitorar a integridade, fechar sessões inativas e escutar eventos de rastreamento.

A conta precisa ter permissões de conexão, leitura e gravação no banco de dados do aplicativo do serviço PowerPivot. Essas permissões são concedidas automaticamente quando o aplicativo é criado e são atualizadas automaticamente quando você altera as contas ou senhas na Administração Central.

O aplicativo de serviço PowerPivot verificará se um usuário do SharePoint está autorizado a exibir dados antes de recuperar o arquivo, mas ele não representa o usuário. Não há requisitos de permissão para representação.

Requisitos de expansão

Nenhum.

Ao estimar requisitos de espaço em disco e de armazenamento do banco de dados, você deve desenvolver estimativas usando um ambiente de teste que espelhe seu ambiente de produção.

Local

Descrição

Armazenamento do banco de dados

Um servidor de banco de dados em um farm do SharePoint armazenará dados de usuário do PowerPivot em bancos de dados de conteúdo. Tipos de documento adicionais relacionados a uma instalação do PowerPivot incluem:

  • Pastas de trabalho do Excel que contêm dados do PowerPivot podem crescer até um máximo de 2 gigabytes, conforme determinado pelo tamanho de carregamento máximo para um banco de dados de conteúdo. Os dados são compactados e muito menores do que os arquivos de origem equivalentes.

  • Relatórios do Reporting Services que usam uma fonte de dados do PowerPivot. Como os dados estão vinculados, o tamanho de arquivo do relatório será determinado por outros fatores, como a quantidade de gráficos, mapas e outros elementos visuais que são usados em um relatório.

  • Documentos do serviço de dados do Atom (.atomsvc) que um especialista em dados publica no SharePoint. Esses arquivos não contêm dados e não devem ser fator em requisitos de armazenamento de banco de dados.

ObservaçãoObservação
Lembre-se de que o controle de versão e as políticas de reciclagem definidas no nível do aplicativo podem resultar no armazenamento do mesmo arquivo grande muitas vezes no mesmo banco de dados, aumentando significativamente a taxa de consumo de espaço em disco. Se você habilitar o controle de versão, uma nova cópia do documento será criada e armazenada a cada vez que um usuário fizer check-in de um documento alterado. Por causa do efeito negativo no armazenamento do banco de dados, o controle de versão não é recomendado para aplicativos Web que usam o PowerPivot para SharePoint.

Um servidor de banco de dados também hospeda um banco de dados de conteúdo para a Administração Central. O PowerPivot para SharePoint usa-o para armazenar os seguintes arquivos:

  • Planilhas do Excel e arquivos de dados do PowerPivot usados no Painel de Gerenciamento PowerPivot. O banco de dados de relatórios interno que oferece dados ao painel crescerá no decorrer de um ano, supondo que você use as configurações padrão que mantêm a coleta de dados de uso e o histórico de atualização de dados por 365 dias.

Um servidor de banco de dados também hospeda um banco de dados de aplicativo do PowerPivot para cada aplicativo de serviço configurado. Esse banco de dados armazena o seguinte:

  • Local de arquivos de dados do PowerPivot armazenados em cache ou carregados.

  • Agendas de atualização de dados.

  • Os dados de uso do PowerPivot que são copiados do banco de dados de coleta de dados de uso central.

Espaço em disco em um servidor de aplicativos

O PowerPivot para SharePoint armazena arquivos em cache em um servidor de aplicativos para eliminar o tempo de espera para transferência do mesmo arquivo de um banco de dados de conteúdo. Os arquivos são armazenados em cache no disco de modo que a fonte de dados possa ser carregada imediatamente em vez de ser recuperada do banco de dados de conteúdo cada vez que uma solicitação de carregamento é recebida.

Todos os arquivos de dados do PowerPivot que são carregadas na memória em um servidor também serão armazenados em disco nesse mesmo servidor. Dependendo de onde o arquivo de dados do PowerPivot foi carregado pela última vez, o mesmo arquivo pode ser armazenado em cache em vários servidores de aplicativos.

Os arquivos não são armazenados em cache indefinidamente. Arquivos que não são usados são removidos depois de quatorze dias. Uma verificação de sincronização diária pelo serviço PowerPivot também removerá arquivos armazenados em cache se o arquivo original no banco de dados de conteúdo tiver sido modificado ou excluído.

A topologia de implantação é um fator em relação a quanto espaço em disco você precisará para dar suporte ao armazenamento em cache de arquivos do PowerPivot. Em uma única implantação de servidor, todos os arquivos são armazenados em cache em um servidor. Uma implantação multisservidor distribui arquivos armazenados em cache em um número maior de servidores, possivelmente reduzindo a quantidade de espaço em disco usada em uma base por servidor.

A velocidade da transferência de dados é um afunilamento significativo no desempenho do processamento de consultas do PowerPivot no farm. Considere uma velocidade de conexão de 100 MB por segundo. Nessa taxa de transferência, uma pasta de trabalho do Excel de 2 GB deve levar 20 segundos ou mais para ser baixada de um site do SharePoint em uma estação de trabalho cliente. Além disso, como o SharePoint é otimizado para operações de download, o mesmo arquivo pode demorar mais para ser carregado no servidor.

Para minimizar as transferências de arquivo, os servidores do PowerPivot usam uma metodologia de cache de arquivo que permite que o servidor retenha e reutilize fontes de dados que foram carregadas no servidor previamente.

Se um arquivo não for armazenado em cache, e a fonte de dados for muito grande, você deve esperar por um tempo mais longo de carregamento enquanto o arquivo é movido eletronicamente. Para obter mais informações sobre cache de arquivos e solicitações de dados, consulte Serviço do Sistema PowerPivot.

O uso do recurso interno de atualização de dados do PowerPivot exige que você habilite o Serviço de Repositório Seguro para seu farm. O Serviço de Repositório Seguro é um serviço compartilhado interno da infraestrutura do SharePoint que armazena credenciais. O PowerPivot para SharePoint usa o Serviço de Repositório Seguro para definir e armazenar a conta autônoma de atualização de dados, as credenciais do Windows ou as credenciais do banco de dados. Para obter mais informações, consulte Configurar e usar credenciais armazenadas para a atualização de dados PowerPivot.

Os aplicativos cliente para dados do PowerPivot incluem o seguinte:

  • Navegador da Web para exibição de uma pasta de trabalho do PowerPivot publicada em uma biblioteca do SharePoint. Os Serviços do Excel renderizam a pasta de trabalho em um navegador e dão suporte a algumas operações dinâmica. Por exemplo, os usuários podem classificar, filtrar e expandir/recolher áreas da Tabela Dinâmica ou do Gráfico Dinâmico. Os usuários não podem modificar a Tabela Dinâmica ou o Gráfico Dinâmico, nem clicar em links para buscar dados detalhados. Para o total suporte à busca detalhada, você precisa ter o aplicativo de área de trabalho do Excel.

  • Excel 2010 com o suplemento SQL Server PowerPivot para Excel. O Excel 2010 e o suplemento são necessários para criar pastas de trabalho do PowerPivot e usar todos os recursos de interação de Tabela Dinâmica ou de Gráfico Dinâmico. Você pode usar versões anteriores do Excel para exibir dados estáticos do PowerPivot, mas não pode converter dados em modo dinâmico. Para obter mais informações sobre o suplemento do Excel e o suporte a versões diferentes do Excel, consulte PowerPivot para Excel.

  • O SQL Server Management Studio pode ser usado como uma ferramenta de diagnóstico para verificar conexões ou procurar estruturas de dados do PowerPivot. Para se conectar à fonte de dados, insira a URL do SharePoint de uma pasta de trabalho publicada do PowerPivot na caixa de diálogo Conectar ao Servidor.

Se você planejar dar suporte a dados de grande escala no Excel 2010, lembre-se de que os operadores de informações que usam estações de trabalho de 32 bits estarão sujeitos às restrições de memória dessa arquitetura. Por isso, o planejamento da implantação para algumas organizações deve incluir uma avaliação dos recursos das estações de trabalho cliente. Se você comprar e implantar servidores ricos em recursos, talvez também seja necessário atualizar as estações de trabalho cliente para uma arquitetura de 64 bits para montar e enriquecer dados grandes que são publicados no farm.

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
A Microsoft está realizando uma pesquisa online para saber sua opinião sobre o site do MSDN. Se você optar por participar, a pesquisa online lhe será apresentada quando você sair do site do MSDN.

Deseja participar?
Mostrar:
© 2014 Microsoft