Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Usar o PowerShell para criar uma VM do Azure com um servidor de relatório no modo nativo

Atualizado: novembro de 2013

Este tópico descreve e orienta você durante a implantação e a configuração de um servidor de relatório de modo nativo do SQL Server Reporting Services em uma Máquina Virtual do Azure. As etapas deste documento usam uma combinação de etapas manuais para criar a máquina virtual e um script do Windows PowerShell para configurar o Reporting Services.

Última modificação: novembro de 2013

noteObservação
Se você não exigir HTTPS no servidor de relatório, pule a etapa 2. Após criar a VM na etapa 1, consulte a seção Usar o script para configurar o servidor de relatório com HTTPUsar o script HTTP para configurar o servidor de relatório. Depois que você executar o script, o servidor de relatório estará pronto para uso.

  

Neste tópico:

  • Assinatura do Azure: Verifique o número de núcleos disponíveis com sua assinatura do Azure. Se você criar o tamanho recomendado de VM grande, precisará de 4 núcleos disponíveis. Se você usar um tamanho recomendado de VM médio, precisará de 2 núcleos disponíveis. Para aumentar a cota de núcleo, contate o Suporte do Azure (http://www.windowsazure.com/en-us/support/options/).

  • Script do Windows PowerShell: O tópico supõe que você tenha um conhecimento básico de funcionamento do Windows PowerShell. Para obter mais informações sobre como usar o Windows PowerShell, consulte o seguinte:

Top

  1. Navegue para o Portal de Gerenciamento do Azure (https://manage.windowsazure.com).

  2. Clique em Máquinas Virtuais no painel esquerdo.

  3. Clique em Nova

  4. Clique em Da Galeria.

  5. Clique em SQL Server 2012 SP1 Standard no WS 2012 e clique na seta para continuar.

      

    Se você precisar do recurso de assinaturas controladas por dados, escolha SQL Server 2012 SP1 Enterprise no Windows Server 2012. Para obter mais informações sobre as edições do SQL Server e o suporte ao recurso, consulte Recursos compatíveis com as edições do SQL Server 2012 (http://msdn.microsoft.com/en-us/library/cc645993.aspx#Reporting).

  6. Na página Configuração da máquina virtual, edite os seguintes campos:

    • Nome da Máquina Virtual: O nome do computador é usado também na próxima página de configuração como o Nome DNS padrão do Serviço de Nuvem. O nome DNS deve ser exclusivo em todo o serviço do Azure. Considere configurar a VM com o nome do computador que descreva para que é usada a VM.

    • Tamanho:grande é o tamanho de VM recomendado para cargas de trabalho do SQL Server. Se uma VM for usada apenas como um servidor de relatório, um tamanho de VM médio será suficiente a menos que o servidor de relatório experimente uma grande carga de trabalho. Para obter informações de composição de preços, consulte Calculadora de preços do Azure (http://www.windowsazure.com/en-us/pricing/calculator/?scenario=virtual-machines).

    • Novo Nome de Usuário: o nome fornecido será criado como um administrador na VM.

    • Nova Senha e confirmar. Essa senha será usada para a nova conta de administrador e é recomendado que você use uma senha forte.

    • Clique em Avançar .

  7. Na página seguinte, edite os campos a seguir:

    1. Serviço de Nuvem: crie um novo Serviço de Nuvem

    2. Nome DNS do Serviço de Nuvem: esse é o nome DNS público do Serviço de Nuvem associado à VM. O nome padrão é o nome que você digitou para o nome da VM. Se estiver em etapas posteriores do tópico, crie um certificado SSL confiável e o nome DNS será usado para o valor de “Emitido para” do certificado.

    3. Região/Grupo de Afinidade/Rede Virtual: escolha a região mais próxima de seus usuários finais.

    4. Conta de Armazenamento: Use uma conta de armazenamento gerada automaticamente.

    5. Conjunto de disponibilidade: Nenhuma.

    6. Clique em Avançar .

  8. Na próxima página, adicione um ponto de extremidade HTTP ou HTTPS, dependendo de seu ambiente.

    1. HTTP: as portas públicas e privadas padrão são 80.

      noteObservação
      Se você usar uma porta privada diferente de 80, modifique a seguinte linha no script de HTTP: $HTTPport = 80.

    HTTPS: as portas públicas e privadas padrão são 443.. Uma prática de segurança recomendada é alterar a porta privada e configurar o firewall e o servidor de relatório para usar a porta privada. Para obter mais informações sobre pontos de extremidade, consulte Como configurar a comunicação com uma máquina virtual (http://www.windowsazure.com/en-us/manage/windows/how-to-guides/setup-endpoints/).

    noteObservação
    Se você usar uma porta diferente de 443, altere o parâmetro $httpsport no script Configure_SSRS_NativeMode.ps1.

  9. Clique em .

  10. O Status da VM é exibido como Executando (Provisionando) durante o processo de provisionamento e, em seguida, é exibido como Executando quando a VM estiver provisionada e pronta para uso.

Top

noteObservação
Se você não requer o HTTPS no servidor de relatório, você pode pular a etapa 2 e ir na seção Usar o script para configurar o servidor de relatório com HTTP. Use o script HTTP para configurar rapidamente o servidor de relatório e ele estará pronto para uso.

Para usar HTTPS na VM, você precisará de um certificado SSL confiável. Dependendo do cenário, você poderá usar um destes dois métodos:

  • Um certificado SSL válido emitido por uma Autoridade de Certificação (CA) e confiável pela Microsoft. Os certificados raiz de uma CA devem ser distribuídos pelo Microsoft Root Certificate Program. Para obter mais informações sobre esse programa, consulte Membros do Windows Root Certificate Program (http://support.microsoft.com/kb/931125).

  • Um certificado autoassinado. Os certificados autoassinados não são recomendáveis para ambientes de produção.

  1. Solicite um certificado do servidor para o site de uma autoridade de certificação.

    Você pode usar o Assistente de Certificado do Servidor Web para gerar um arquivo de solicitação de certificado (Certreq.txt) que você envia para uma autoridade de certificação ou para gerar uma solicitação para uma autoridade de certificação online. Por exemplo, os Serviços Certificados da Microsoft no Windows Server 2012. Dependendo do nível de garantia de identificação fornecido pelo certificado de servidor, leva de vários dias a vários meses para que a autoridade de certificação aprove sua solicitação e envie um arquivo de certificado.

    Para obter mais informações sobre como solicitar certificados de servidor, consulte o seguinte:

    ImportantImportante
    O campo emitido para do certificado SSL confiável deve ser o mesmo que o Nome DNS do Serviço de Nuvem que você usou para a nova VM.

  2. Instale o certificado de servidor no servidor Web . O servidor Web nesse caso é a VM que hospeda o servidor de relatório e o site será criado em etapas posteriores quando você configurar o Reporting Services. Para obter mais informações sobre como instalar o certificado de servidor no servidor Web usando o snap-in do MMC de Certificado, consulte Instalar um certificado de servidor (http://technet.microsoft.com/en-us/library/cc740068).

    Se você quiser usar o script incluído neste tópico, para configurar o servidor de relatório, o valor da Impressão Digital dos certificados é exigido como um parâmetro do script. Consulte a próxima seção para obter detalhes sobre como obter a impressão digital do certificado.

  3. Atribuir o certificado de servidor para o servidor de relatório. A atribuição será concluída na próxima seção quando você configurar o servidor de relatório.

Top

Um certificado autoassinado foi criado na VM quando ela foi provisionada. O certificado tem o mesmo nome que o nome DNS da VM. Para evitar erros do certificado, é necessário que o certificado seja confiável na própria VM e também por todos os usuários do site, a fim de evitar erros do certificado.

  1. Para confiar na CA raiz do certificado na VM local, adicione o certificado às Autoridades de Certificação Raiz Confiáveis. Para conhecer as etapas detalhadas sobre como usar uma CA, consulte Instalar um certificado de servidor (http://technet.microsoft.com/en-us/library/cc740068).

    1. No Portal de Gerenciamento do Azure, selecione a VM e clique em Conectar. Use o nome de usuário e a senha configuradas quando você criou a VM.

    2. Execute mmc.exe

    3. No menu Arquivo, adicione o snap-in de Certificados e selecione Conta de computador quando solicitado.

    4. Selecione Computador Local para gerenciar e clique em Concluir.

    5. Expanda o nó Pessoal e clique em Certificados. O certificado tem o mesmo nome DNS da VM e termina com cloudapp.net. Clique com o botão direito do mouse no nome do certificado e clique em Copiar.

    6. Expanda o nó Autoridades de Certificação Raiz Confiáveis e clique com o botão direito do mouse em Certificados e clique em Colar.

    7. Para validar, clique duas vezes no nome do certificado em Autoridades de Certificação Raiz Confiáveis e verifique se não há erros. Se você quiser usar o script incluído neste tópico, para configurar o servidor de relatório, o valor da Impressão Digital dos certificados é exigido como um parâmetro do script. Para obter o valor de impressão digital, conclua o seguinte:

      1. Clique duas vezes no nome do certificado.

      2. Clique na guia Detalhes.

      3. Clique em Impressão Digital. O valor da impressão digital é exibido no campo detalhes, por exemplo af 11 60 b6 4b 28 8d 89 0a 82 12 ff 6b a9 c3 66 4f 31 90 48.

      4. Copie a impressão digital e salve o valor para uso posterior ou edite o script agora.

      5. Antes de executar o script, remova os espaços entre os pares de valores.

  2. Atribuir o certificado de servidor para o servidor de relatório. A atribuição será concluída na próxima seção quando você configurar o servidor de relatório.

Se você estiver usando um certificado SSL autoassinado, o nome do certificado já corresponderá ao nome de host da VM. Consequentemente, o DNS do computador já estará registrado globalmente e poderá ser acessado de qualquer cliente.

Top

Esta seção orienta você pela configuração da VM como um servidor de relatório de modo nativo. Você pode usar um dos seguintes métodos para configurar o servidor de relatório:

Para obter etapas mais detalhadas, consulte Conectar-se à máquina virtual e iniciar o Gerenciador de Configuração do Reporting Services (http://msdn.microsoft.com/en-us/library/windowsazure/jj992719.aspx#bkmk_ssrs_nativemode).

Observação de autenticação: a autenticação do Windows é o método de autenticação recomendado e é a autenticação Reporting Services padrão. Apenas usuários que estão configurados na VM podem acessar o Reporting Services e são atribuídos a funções do Reporting Services.

Para usar o script do Windows PowerShell para configurar o servidor de relatório, conclua as seguintes etapas:

  1. No Portal de Gerenciamento do Azure, conecte-se à VM.

  2. Na VM, abra o Windows PowerShell ISE com privilégios administrativos. O PowerShell ISE é instalado por padrão no Windows server 2012. É recomendável que você use o ISE em vez de uma janela padrão do Windows PowerShell de forma que possa colar o script no ISE, modificar o script e executar o script.

  3. No Windows PowerShell ISE, clique no menu Exibir e clique em Mostrar Painel de Script.

  4. Copie o script a seguir e cole-o no painel de script do Windows PowerShell ISE.

    ## This script configures the report server without HTTPS
    $ErrorActionPreference = "Stop"
    
    $server = $env:COMPUTERNAME
    $HTTPport = 80 # change the value if you used a different port for the private HTTP endpoint when the VM was created.
    
    ## Set PowerShell execution policy to be able to run scripts
    Set-ExecutionPolicy RemoteSigned -Force
    
    ## Utility method for verifying an operation's result
    function CheckResult
    {
        param($wmi_result, $actionname)
        if ($wmi_result.HRESULT -ne 0) {
            write-error "$actionname failed. Error from WMI: $($wmi_result.Error)"
        }
    }
    
    $starttime=Get-Date
    write-host -foregroundcolor DarkGray $starttime StartTime
    
    ## ReportServer Database name - this can be changed if needed
    $dbName='ReportServer'
    
    ## Register for MSReportServer_ConfigurationSetting
    $RSObject = Get-WmiObject -class "MSReportServer_ConfigurationSetting" -namespace "root\Microsoft\SqlServer\ReportServer\RS_MSSQLSERVER\v11\Admin"
    
    ## Report Server Configuration Steps
    
    ## Setting the web service URL ##
    write-host -foregroundcolor green "Setting the web service URL"
    write-host -foregroundcolor green ">>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>"
    $time=Get-Date
    write-host -foregroundcolor DarkGray $time
    
    ## SetVirtualDirectory for ReportServer site
        write-host 'Calling SetVirtualDirectory'
        $r = $RSObject.SetVirtualDirectory('ReportServerWebService','ReportServer',1033)
        CheckResult $r "SetVirtualDirectory for ReportServer"
    
    ## ReserveURL for ReportServerWebService - port $HTTPport (for local usage)
        write-host "Calling ReserveURL port $HTTPport"
        $r = $RSObject.ReserveURL('ReportServerWebService',"http://+:$HTTPport",1033)
        CheckResult $r "ReserveURL for ReportServer port $HTTPport" 
       
    ## Setting the Database ##
    write-host -foregroundcolor green "Setting the Database"
    write-host -foregroundcolor green ">>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>"
    $time=Get-Date
    write-host -foregroundcolor DarkGray $time
    
    ## GenerateDatabaseScript - for creating the database
        write-host "Calling GenerateDatabaseCreationScript for database $dbName"
        $r = $RSObject.GenerateDatabaseCreationScript($dbName,1033,$false)
        CheckResult $r "GenerateDatabaseCreationScript"
        $script = $r.Script
    
    ## Execute sql script to create the database
        write-host 'Executing Database Creation Script'
        $savedcvd = Get-Location
        Import-Module SQLPS              ## this automatically changes to sqlserver provider
        Invoke-SqlCmd -Query $script
        Set-Location $savedcvd
      
    ## GenerateGrantRightsScript 
        $DBUser = "NT Service\ReportServer"
        write-host "Calling GenerateDatabaseRightsScript with user $DBUser"
        $r = $RSObject.GenerateDatabaseRightsScript($DBUser,$dbName,$false,$true)
        CheckResult $r "GenerateDatabaseRightsScript"
        $script = $r.Script
    
    ## Execute grant rights script
        write-host 'Executing Database Rights Script'
        $savedcvd = Get-Location
        cd sqlserver:\
        Invoke-SqlCmd -Query $script
        Set-Location $savedcvd
    
    ## SetDBConnection - uses Windows Service (type 2), username is ignored
        write-host "Calling SetDatabaseConnection server $server, DB $dbName"
        $r = $RSObject.SetDatabaseConnection($server,$dbName,2,'','')
        CheckResult $r "SetDatabaseConnection"  
    
    ## Setting the Report Manager URL ##
    
    write-host -foregroundcolor green "Setting the Report Manager URL"
    write-host -foregroundcolor green ">>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>"
    $time=Get-Date
    write-host -foregroundcolor DarkGray $time
    
    ## SetVirtualDirectory for Reports (Report Manager) site
        write-host 'Calling SetVirtualDirectory'
        $r = $RSObject.SetVirtualDirectory('ReportManager','Reports',1033)
        CheckResult $r "SetVirtualDirectory"
    
    ## ReserveURL for ReportManager  - port $HTTPport
        write-host "Calling ReserveURL for ReportManager, port $HTTPport"
        $r = $RSObject.ReserveURL('ReportManager',"http://+:$HTTPport",1033)
        CheckResult $r "ReserveURL for ReportManager port $HTTPport"
    
    write-host -foregroundcolor green "Open Firewall port for $HTTPport"
    write-host -foregroundcolor green ">>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>"
    $time=Get-Date
    write-host -foregroundcolor DarkGray $time
    
    ## Open Firewall port for $httpsport
        New-NetFirewallRule -DisplayName “Report Server (TCP on port $HTTPport)” -Direction Inbound –Protocol TCP –LocalPort $HTTPport
        write-host "Added rule Report Server (TCP on port $HTTPport) in Windows Firewall"
    
    write-host 'Operations completed, Report Server is ready'
    write-host -foregroundcolor DarkGray $starttime StartTime
    $time=Get-Date
    write-host -foregroundcolor DarkGray $time 
    
    
  5. Modifique o parâmetro $HTTPport = 80 se, quando a VM foi criada, você usou uma porta diferente para o ponto de extremidade HTTP privado.

  6. Execute o script.

Validação: para verificar se a funcionalidade básica do servidor de relatório está funcionando, consulte a seção Validação posteriormente neste tópico.

Top

Para usar o script do Windows PowerShell para configurar o servidor de relatório, conclua as seguintes etapas:

  1. No Portal de Gerenciamento do Azure, conecte-se à VM.

  2. Na VM, abra o Windows PowerShell ISE com privilégios administrativos. O PowerShell ISE é instalado por padrão no Windows server 2012. É recomendável que você use o ISE em vez de uma janela padrão do Windows PowerShell de forma que possa colar o script no ISE, modificar o script e executar o script.

  3. Para habilitar a execução de scripts, execute o seguinte comando do Windows PowerShell:

    Set-ExecutionPolicy RemoteSigned
    
  4. No Windows PowerShell ISE, clique no menu Exibir e clique em Mostrar Painel de Script.

  5. Copie o script a seguir e cole-o no painel de script do Windows PowerShell ISE.

    ## This script configures the report server, including HTTPS
    $ErrorActionPreference = "Stop"
    $httpsport=443 # modify if you used a different port number when the HTTPS endpoint was created.
    
    # You can run the following command to get (.cloudapp.net certificates) so you can copy the thumbprint
    #dir cert:\LocalMachine -rec | Select-Object * | where {$_.issuer -like "*cloudapp*" -and $_.pspath -like "*root*"} | select dnsnamelist, thumbprint, issuer
    
    $certificatehash="" # REQUIRED parameter # the certificate hash should not contain spaces
    
    if ($certificatehash.Length -lt 1) 
    {
        write-error "certificatehash is a required parameter"
    } 
    
    $certificatehash=$certificatehash.ToLower()
    $server = $env:COMPUTERNAME
    $DNSName="$server.cloudapp.net"
    
    $DNSNameAndPort = $DNSName + ":$httpsport"
    
    ## Utility method for verifying an operation's result
    function CheckResult
    {
        param($wmi_result, $actionname)
        if ($wmi_result.HRESULT -ne 0) {
            write-error "$actionname failed. Error from WMI: $($wmi_result.Error)"
        }
    }
    
    $starttime=Get-Date
    write-host -foregroundcolor DarkGray $starttime StartTime
    
    ## ReportServer Database name - this can be changed if needed
    $dbName='ReportServer'
    
    write-host "The script will use $DNSNameAndPort as the DNS name and port" 
    
    ## Register for MSReportServer_ConfigurationSetting
    $RSObject = Get-WmiObject -class "MSReportServer_ConfigurationSetting" -namespace "root\Microsoft\SqlServer\ReportServer\RS_MSSQLSERVER\v11\Admin"
    
    ## Report Server Configuration Steps
    
    ## 1. Setting the web service URL ##
    write-host -foregroundcolor green "Setting the web service URL"
    write-host -foregroundcolor green ">>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>"
    $time=Get-Date
    write-host -foregroundcolor DarkGray $time
    
    ## SetVirtualDirectory for ReportServer site
        write-host 'Calling SetVirtualDirectory'
        $r = $RSObject.SetVirtualDirectory('ReportServerWebService','ReportServer',1033)
        CheckResult $r "SetVirtualDirectory for ReportServer"
    
    ## ReserveURL for ReportServerWebService - port 80 (for local usage)
        write-host 'Calling ReserveURL port 80'
        $r = $RSObject.ReserveURL('ReportServerWebService','http://+:80',1033)
        CheckResult $r "ReserveURL for ReportServer port 80" 
    
    ## ReserveURL for ReportServerWebService - port $httpsport
        write-host "Calling ReserveURL port $httpsport, for URL: https://$DNSNameAndPort"
        $r = $RSObject.ReserveURL('ReportServerWebService',"https://$DNSNameAndPort",1033)
        CheckResult $r "ReserveURL for ReportServer port $httpsport" 
    
    ## CreateSSLCertificateBinding for ReportServerWebService port $httpsport
        write-host "Calling CreateSSLCertificateBinding port $httpsport, with certificate hash: $certificatehash"
        $r = $RSObject.CreateSSLCertificateBinding('ReportServerWebService',$certificatehash,'0.0.0.0',$httpsport,1033)
        CheckResult $r "CreateSSLCertificateBinding for ReportServer port $httpsport" 
        
    ## 2. Setting the Database ##
    write-host -foregroundcolor green "Setting the Database"
    write-host -foregroundcolor green ">>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>"
    $time=Get-Date
    write-host -foregroundcolor DarkGray $time
    
    ## GenerateDatabaseScript - for creating the database
        write-host "Calling GenerateDatabaseCreationScript for database $dbName"
        $r = $RSObject.GenerateDatabaseCreationScript($dbName,1033,$false)
        CheckResult $r "GenerateDatabaseCreationScript"
        $script = $r.Script
    
    ## Execute sql script to create the database
        write-host 'Executing Database Creation Script'
        $savedcvd = Get-Location
        Import-Module SQLPS                    ## this automatically changes to sqlserver provider
        Invoke-SqlCmd -Query $script
        Set-Location $savedcvd
      
    ## GenerateGrantRightsScript 
        $DBUser = "NT Service\ReportServer"
        write-host "Calling GenerateDatabaseRightsScript with user $DBUser"
        $r = $RSObject.GenerateDatabaseRightsScript($DBUser,$dbName,$false,$true)
        CheckResult $r "GenerateDatabaseRightsScript"
        $script = $r.Script
    
    ## Execute grant rights script
        write-host 'Executing Database Rights Script'
        $savedcvd = Get-Location
        cd sqlserver:\
        Invoke-SqlCmd -Query $script
        Set-Location $savedcvd
    
    ## SetDBConnection - uses Windows Service (type 2), username is ignored
        write-host "Calling SetDatabaseConnection server $server, DB $dbName"
        $r = $RSObject.SetDatabaseConnection($server,$dbName,2,'','')
        CheckResult $r "SetDatabaseConnection"  
    
    ## 3. Setting the Report Manager URL ##
    
    write-host -foregroundcolor green "Setting the Report Manager URL"
    write-host -foregroundcolor green ">>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>"
    $time=Get-Date
    write-host -foregroundcolor DarkGray $time
    
    ## SetVirtualDirectory for Reports (Report Manager) site
        write-host 'Calling SetVirtualDirectory'
        $r = $RSObject.SetVirtualDirectory('ReportManager','Reports',1033)
        CheckResult $r "SetVirtualDirectory"
    
    ## ReserveURL for ReportManager  - port 80
        write-host 'Calling ReserveURL for ReportManager, port 80'
        $r = $RSObject.ReserveURL('ReportManager','http://+:80',1033)
        CheckResult $r "ReserveURL for ReportManager port 80"
    
    ## ReserveURL for ReportManager - port $httpsport
        write-host "Calling ReserveURL port $httpsport, for URL: https://$DNSNameAndPort"
        $r = $RSObject.ReserveURL('ReportManager',"https://$DNSNameAndPort",1033)
        CheckResult $r "ReserveURL for ReportManager port $httpsport" 
    
    ## CreateSSLCertificateBinding for ReportManager port $httpsport
        write-host "Calling CreateSSLCertificateBinding port $httpsport with certificate hash: $certificatehash"
        $r = $RSObject.CreateSSLCertificateBinding('ReportManager',$certificatehash,'0.0.0.0',$httpsport,1033)
        CheckResult $r "CreateSSLCertificateBinding for ReportManager port $httpsport" 
    
    write-host -foregroundcolor green "Open Firewall port for $httpsport"
    write-host -foregroundcolor green ">>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>"
    $time=Get-Date
    write-host -foregroundcolor DarkGray $time
    
    ## Open Firewall port for $httpsport
        New-NetFirewallRule -DisplayName “Report Server (TCP on port $httpsport)” -Direction Inbound –Protocol TCP –LocalPort $httpsport
        write-host "Added rule Report Server (TCP on port $httpsport) in Windows Firewall"
    
    write-host 'Operations completed, Report Server is ready'
    write-host -foregroundcolor DarkGray $starttime StartTime
    $time=Get-Date
    write-host -foregroundcolor DarkGray $time
    
     

    O script também está disponível como um download do CodePlex, consulte PowerShell para criar a VM do Azure de modo nativo do SSRS (https://azuresql.codeplex.com/releases/view/111459).

  6. Modifique os seguintes parâmetros no script:

    1. $certificatehash: Esse é um parâmetro necessário. Você pode copiar o valor de hash do certificado da impressão digital dos certificados. Conclua um dos seguintes:

      • Na VM, abra o Windows PowerShell ISE e execute o seguinte comando:

        dir cert:\LocalMachine -rec | Select-Object * | where {$_.issuer -like "*cloudapp*" -and $_.pspath -like "*root*"} | select dnsnamelist, thumbprint, issuer
        
      1. Execute mmc.exe e adicione o snap-in de Certificados.

      2. No nó Autoridades de Certificação Raiz Confiáveis clique duas vezes no nome do certificado. Se você estiver usando o certificado autoassinado da VM, o certificado terá o mesmo nome DNS da VM e terminará com cloudapp.net

      3. Clique na guia Detalhes.

      4. Clique em Impressão Digital. O valor da impressão digital é exibido no campo detalhes, por exemplo af 11 60 b6 4b 28 8d 89 0a 82 12 ff 6b a9 c3 66 4f 31 90 48

      5. Antes de executar o script, remova os espaços entre os pares de valores. Por exemplo, af1160b64b288d890a8212ff6ba9c3664f319048

    2. $httpsport: Se você usou a porta 443 para o ponto de extremidade de HTTPS, não precisará atualizar esse parâmetro no script. Caso contrário, use o valor da porta que você selecionou quando configurou o ponto de extremidade privado de HTTPS na VM.

    3. $DNSName: Um parâmetro opcional. Altere o valor se não quiser usar o nome DNS da máquina virtual para o Reporting Services. Se você usar o parâmetro, o certificado também deverá usar esse nome e você registrará o nome globalmente em um servidor DNS.

  7. Execute o script.

Validação: para verificar se a funcionalidade básica do servidor de relatório está funcionando, consulte a seção Validação posteriormente neste tópico.

Top

Se você não quiser executar o script do PowerShell para configurar o servidor de relatório, siga as etapas nesta seção para usar o gerenciador de configuração do Reporting Services para configurar o servidor de relatório.

  1. No Portal de Gerenciamento do Azure, selecione a VM e clique em Conectar. Use o nome de usuário e a senha configuradas quando você criou a VM.

  2. Execute a atualização do Windows e instale as atualizações na VM. Se uma reinicialização da VM for necessária, reinicie a VM e reconecte-se à VM do Portal de Gerenciamento do Azure.

  3. No menu Iniciar na VM, digite Reporting Services e abra o Gerenciador de Configuração do Reporting Services.

  4. Deixe os valores padrão para Nome do servidor e Instância do Servidor de Relatório. Clique em Conectar.

  5. No painel esquerdo, clique em URL de Serviço Web.

  6. Por padrão, o RS é configurado para a porta 80 de HTTP com o IP “Todos Atribuídos”. Para adicionar HTTPS:

    1. Em Certificado SSL:, selecione o certificado que você quer usar, por exemplo [VM name].cloudapp.net. Se nenhum certificado estiver listado, consulte a seção Etapa 2: Criar um certificado de servidor para obter informações sobre como instalar e confiar no certificado na VM.

    2. Em Porta SSL:, escolha 443. Se você configurou o ponto de extremidade HTTPS privado na VM com uma porta particular diferente, use esse valor aqui.

    3. Clique em Aplicar e aguarde a operação ser concluída.

  7. No painel esquerdo, clique em Banco de Dados.

    1. Clique em Alterar Banco de Dados.

    2. Clique em Criar um novo banco de dados de servidor de relatório e clique em Avançar.

    3. Deixe o Nome do Servidor: padrão como o nome da VM e deixe o Tipo de Autenticação padrão como Usuário Atual – Segurança Integrada. Clique em Avançar.

    4. Deixe o Nome do Banco de Dados padrão como ReportServer e clique em Avançar.

    5. Deixe o Tipo de Autenticação padrão como Credenciais do Serviço e clique em Avançar.

    6. Clique em Avançar na página Resumo.

    7. Quando a configuração estiver concluída, clique em Concluir.

  8. No painel esquerdo, clique em URL do Gerenciador de Relatórios. Deixe o Diretório Virtual padrão como Relatórios e clique em Aplicar.

  9. Clique em Sair para fechar o Gerenciador de Configuração do Reporting Services.

Top

noteObservação
Se você usou o script para configurar o servidor de relatório, poderá pular esta seção. O script incluiu uma etapa para abrir a porta do firewall.

Para se conectar remotamente ao Gerenciador de Relatórios ou Servidor de Relatório na máquina virtual, um ponto de extremidade TCP será necessário na VM. É necessário abrir a mesma porta do firewall da VM. O ponto de extremidade foi criado quando a VM foi provisionada.

Esta seção fornece informações básicas sobre como abrir a porta do firewall. Para obter mais informações, consulte Configurar um firewall para acesso ao servidor de relatório (http://technet.microsoft.com/en-us/library/bb934283.aspx).

noteObservação
Se você usou o script para configurar o servidor de relatório, poderá pular esta seção. O script incluiu uma etapa para abrir a porta do firewall.

Se você configurou uma porta privada para HTTPS diferente de 443, modifique o script a seguir apropriadamente. Para abrir a porta 443 no Firewall do Windows, faça o seguinte:

  1. Abra a janela do Windows PowerShell com privilégios administrativos.

  2. Se você usou uma porta diferente de 443 ao configurar o ponto de extremidade de HTTPS na VM, atualize a porta no comando a seguir e execute o comando:

    New-NetFirewallRule -DisplayName “Report Server (TCP on port 443)” -Direction Inbound –Protocol TCP –LocalPort 443
    
  3. Quando o comando for concluído, OK será exibido no prompt de comando.

Para verificar se a porta está aberta, abra uma janela do Windows PowerShell e execute o seguinte comando:

get-netfirewallrule | where {$_.displayname -like "*report*"} | select displayname,enabled,action

Top

Para verificar se a funcionalidade básica do servidor de relatório está funcionando agora, faça o seguinte:

  • Na VM, navegue até a URL do servidor de relatório.

    http://localhost/reportserver
    
  • Na VM, navegue até a URL do Gerenciador de Relatórios.

    http://localhost/Reports
    
  • No computador local, navegue até a URL do Gerenciador de Relatórios remoto para a VM. Atualize o nome DNS no exemplo a seguir conforme for apropriado. Quando for solicitada uma senha, use as credenciais de administrador que você criou quando a VM foi provisionada. O nome de usuário está no formato [Domínio]\[nome de usuário], onde o domínio é o nome do computador da VM, por exemplo ssrsnative\testuser. Se você não estiver usando HTTPS, remova o s na URL. Consulte a próxima seção para obter informações sobre como criar usuários adicionais na VM.

    https://ssrsnative.cloudapp.net/Reports
    
  • No computador local, navegue até a URL do Servidor de Relatório remoto para a VM. Atualize o nome DNS no exemplo a seguir conforme for apropriado. Se você não estiver usando HTTPS, remova o s na URL.

    https://ssrsnative.cloudapp.net/ReportServer
    

 Top

Depois de configurar e verificar o servidor de relatório, uma tarefa administrativa comum é criar um ou mais usuários e atribuir usuários a funções do Reporting Services. Para obter mais informações, consulte o seguinte:

 Top

TipDica
Para minimizar encargos para suas Máquinas Virtuais do Azure quando não estiverem em uso, feche a VM no Portal de Gerenciamento do Azure. Se você usar as opções de alimentação do Windows em uma VM para fechar a VM, ainda será cobrado o mesmo valor para a VM. Para reduzir encargos, você precisará fechar a VM no Portal de Gerenciamento do Azure. Se você não precisar mais da VM, lembre-se de excluir a VM e os arquivos .vhd associados para evitar encargos de armazenamento. Para obter mais informações, consulte a seção de Perguntas Frequentes em Detalhes de preço das máquinas virtuais(https://www.windowsazure.com/en-us/pricing/details/virtual-machines).

Veja a seguir uma lista de links para ferramentas de cliente e conceitos que aproveitam o SQL Server Reporting Services em modo nativo:

  • Use o Construtor de Relatórios para criar relatórios e implantar em um servidor de relatório em modo nativo ou em modo do SharePoint. Para obter mais informações, consulte Guia de Introdução do Construtor de Relatórios (http://technet.microsoft.com/en-us/library/dd220460.aspx).

  • Use o SQL Server Data Tools para criar e gerenciar soluções e projetos para relatórios e itens relacionados a relatórios do Reporting Services. O SQL Server Data Tools está instalado na VM como parte da imagem do SQL Server 2012 SP1. Para obter mais informações, consulte Reporting Services no SQL Server Data Tools (SSDT) (http://technet.microsoft.com/en-us/library/ms173745.aspx).

  • Relatórios do Reporting Services (SSRS) (http://technet.microsoft.com/en-us/library/bb522712.aspx).

 Top

A tabela a seguir resume algumas das opções disponíveis para publicar relatórios existentes de um computador local para o servidor de relatório hospedado no Máquina virtual do Microsoft Azure:

  • Construtor de Relatórios: a máquina virtual inclui uma versão de um clique do Construtor de Relatórios do Microsoft SQL Server. Para iniciar o Construtor de relatórios na máquina virtual pela primeira vez:

    1. Inicie seu navegador com privilégios administrativos.

    2. Vá para o gerenciador de relatórios na máquina virtual e clique em Construtor de Relatórios na faixa de opções.

    Para obter mais informações, consulte Instalando, desinstalando e oferecendo suporte ao Construtor de Relatórios (http://technet.microsoft.com/en-us/library/dd207038.aspx).

  • SQL Server Data Tools: VM: O SQL Server Data Tools é instalado na máquina virtual e pode ser usado para criar Projetos de Servidor de Relatório e relatórios na máquina virtual. O SQL Server Data Tools pode publicar os relatórios no servidor de relatório na máquina virtual.

  • SQL Server Data Tools: Remoto: No seu computador local, crie um projeto de Serviço de Relatórios no SQL Server Data Tools que contém relatórios do Reporting Services. Configure o projeto para se conectar à URL do serviço Web.

Top

Top

Top

Mostrar:
© 2014 Microsoft