Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Como usar o PowerShell para configurar uma máquina virtual do SQL Server no Azure

Atualizado: março de 2014

Você pode gerenciar máquinas virtuais no Azure usando a API REST e cmdlets do PowerShell. Para obter mais informações, consulte Referência da API de gerenciamento de serviço do Azure e Cmdlets de gerenciamento do Azure na biblioteca do MSDN.

Neste tutorial, você aprenderá como criar várias máquinas virtuais do SQL Server no mesmo serviço em nuvem usando os cmdlets do PowerShell. Este tutorial pressupõe o seguinte:

  1. Abra o prompt de comando do Azure PowerShell como um administrador. Em seguida, execute:

    PS C:\> Get-AzurePublishSettingsFile
    
    Esse comando inicia o navegador padrão, conecta-se à sua conta do Azure e, depois, baixa automaticamente o arquivo .publishsettings para sua conta. O arquivo de configurações de publicação contém as credenciais protegidas e mais informações adicionais sobre sua assinatura do Azure para uso no ambiente de desenvolvimento. Você também pode fazer logon no portal do Azure para baixar o arquivo publishsettings em https://windows.azure.com/download/publishprofile.aspx.

  2. Em seguida, execute a instrução a seguir para importar um arquivo publishsettings com um certificado para se conectar à conta do Azure.

    PS C:\> Import-AzurePublishSettingsFile –PublishSettingsFile "C:\Temp\MyAccountName-date-credentials.publishsettings"
    
    Observação de segurança: O arquivo publishsettings contém as suas credenciais (sem codificação) que são usadas para administrar suas assinaturas e os serviços do Azure. A prática recomendada de segurança para esse arquivo é armazená-lo temporariamente fora dos diretórios de origem (por exemplo, na pasta Bibliotecas\Documentos) e, depois, excluí-lo quando a importação for concluída. Um usuário mal-intencionado que obtém acesso ao arquivo publishsettings pode editar, criar e excluir seus serviços do Azure.



  3. Executar Get-AzureSubscription para obter os detalhes da assinatura.

    PS C:\> Get-AzureSubscription -Current
    
  4. Localizar em que data center você deseja criar as máquinas virtuais:

    PS C:\> Get-AzureLocation
    
  5. Verificar se você já tem uma conta de armazenamento:

    PS C:\> Get-AzureStorageAccount
    
  6. Se você não tiver uma conta de armazenamento, crie uma conta de armazenamento no data center que você escolheu.

    New-AzureStorageAccount -StorageAccountName ‘MyStorageAccountName’ -Location ‘DC-LOCATION’
    
    É importante criar as máquinas virtuais no mesmo local ou região que sua conta de armazenamento.

  7. Definir a assinatura do Azure:

    Set-AzureSubscription -SubscriptionName 'Your Subscription'  -CurrentStorageAccount 'Your storage account'
    
  8. Localizar a lista de imagens de máquinas virtuais disponíveis na galeria:

    PS C:\> Get-AzureVMImage | select ImageName
    
  9. Criar a primeira máquina virtual do SQL Server desta forma:

    $dclocation = 'DC-LOCATION'
    $cloudSvcName = 'YourCloudService'
    $image = 'SQLImageName'
    $adminUserName = 'YourAdminUser'
    $adminPassword = 'YourPassword'
    $vmname = 'SQLVM1'
    
    New-AzureService -ServiceName $cloudSvcName -Label "MyLabel" -Location "DC-LOCATION"
    New-AzureVMConfig -Name $vmname -InstanceSize Large -ImageName $image | Add-AzureProvisioningConfig -Windows -Password $adminPassword -AdminUsername $adminUserName | New-AzureVM –ServiceName $cloudSvcName
    
    Start-AzureVM -ServiceName $cloudSvcName -Name $vmname
    
  10. Criar a segunda máquina virtual do SQL Server no mesmo serviço em nuvem.

    $dclocation = 'DC-LOCATION'
    $cloudSvcName = 'YourCloudService'
    $image = 'SQLImageName'
    $adminUserName = 'YourAdminUser'
    $adminPassword = 'YourPassword'
    $vmname = ‘SQLVM2'
    
    New-AzureVMConfig -Name $vmname -InstanceSize Large -ImageName $image | Add-AzureProvisioningConfig -Windows -Password $adminPassword -AdminUsername $adminUserName | New-AzureVM –ServiceName $cloudSvcName
    
    Start-AzureVM -ServiceName $cloudSvcName -Name $vmname
    
  11. Criar os arquivos .RDP na pasta C:\ para iniciar essas máquinas virtuais para concluir a instalação:

    $vmname = 'SQLVM1'
    Get-AzureRemoteDesktopFile -ServiceName $cloudSvcName -Name $vmname -LocalPath "c:\MyVM01.rdp"
    $vmname = 'SQLVM2'
    Get-AzureRemoteDesktopFile -ServiceName $cloudSvcName -Name $vmname -LocalPath "c:\MyVM02.rdp"
    
  12. Para definir as configurações de firewall nas máquinas virtuais, conecte-se às respectivas máquinas virtuais na área de trabalho remota. Depois, execute o seguinte comando no prompt de comando:

    netsh advfirewall firewall add rule name="SQLServerVM1Port" dir=in protocol=TCP localport=1433 action=allow
    netsh advfirewall firewall add rule name="SQLServerVM2Port" dir=in protocol=TCP localport=1433 action=allow
    


    O comando netsh advfirewall adiciona uma regra de entrada à política de firewall para a porta 1433 do SQL Server.

Após a conclusão dessas etapas, conecte-se a essas novas máquinas virtuais usando a área de trabalho remota. Em seguida, configure o SQL Server para escutar no protocolo TCP e para a autenticação de modo misto. Além disso, crie logons de autenticação do SQL Server. Se você quiser acessar essas máquinas virtuais da Internet, crie também um ponto de extremidade TCP para cada uma. Para obter mais informações, consulte Provisionando uma máquina virtual do SQL Server no Azure e também os tutoriais de conectividade na seção Considerações de conectividade para o SQL Server em máquinas virtuais do Azure.

Mostrar:
© 2014 Microsoft