Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Definir metadados do contêiner

Atualizado: janeiro de 2014

A operação Set Container Metadata estabelece um ou mais pares de nome-valor definidos pelo usuário para o contêiner especificado.

A solicitação Set Container Metadata pode ser criada da seguinte maneira. HTTPS é recomendado. Substitua myaccount pelo nome da sua conta de armazenamento:

 

Método URI de solicitação Versão de HTTP

PUT

https://myaccount.blob.core.windows.net/mycontainer?restype=container&comp=metadata

HTTP/1.1

Ao fazer uma solicitação no serviço de armazenamento emulado, especifique o nome de host do emulador e a porta do serviço Blob como 127.0.0.1:10000, seguido pelo nome da conta de armazenamento emulado:

 

Método URI de solicitação Versão de HTTP

PUT

http://127.0.0.1:10000/devstoreaccount1/mycontainer?restype=container&comp=metadata

HTTP/1.1

Para obter mais informações, consulte Uso do Azure Storage Emulator para desenvolvimento e testes.

Os seguintes parâmetros adicionais podem ser especificados no URI de solicitação.

 

Parâmetro Descrição

timeout

Opcional. O parâmetro timeout é expresso em segundos. Para obter mais informações, consulte Definição de tempos limite para operações de serviço Blob.

A tabela a seguir descreve os cabeçalhos de solicitação obrigatórios e opcionais.

 

Cabeçalho de solicitação Descrição

Authorization

Obrigatória. Especifica o esquema de autenticação, o nome da conta e a assinatura. Para obter mais informações, consulte Autenticação federada para os Serviços de Armazenamento do Azure.

Date ou x-ms-date

Obrigatória. Especifica o Tempo Universal Coordenado (UTC) para a solicitação. Para obter mais informações, consulte Autenticação federada para os Serviços de Armazenamento do Azure.

x-ms-version

Obrigatório para todas as solicitações autenticadas. Especifica a versão da operação a ser usada para esta solicitação. Para obter mais informações, consulte Controle de versão para os Serviços de Armazenamento do Azure.

x-ms-lease-id: <ID>

Opcional, versão 2012-02-12 e mais recente. Se especificado, Set Container Metadata é bem-sucedido somente se a concessão do contêiner estiver ativa e corresponder a esse ID. Se não houver concessão ativa ou a ID não corresponder, 412 (Falha na pré-condição) será retornado.

x-ms-meta-name:value

Opcional. Um par de nome-valor a ser associado ao contêiner como metadados.

Cada chamada para essa operação substitui todos os metadados existentes anexados ao contêiner. Para remover todos os metadados do contêiner, chame essa operação sem cabeçalhos de metadados.

Observe que, a partir da versão 2009-09-19, os nomes de metadados devem atender às regras de nomenclatura para identificadores C#.

x-ms-client-request-id

Opcional. Fornece um valor opaco, gerado pelo cliente, com um limite de caracteres de 1 KB que é registrado nos logs de análise quando o log de análise de armazenamento está habilitado. É altamente recomendável usar esse cabeçalho para correlacionar atividades do cliente com solicitações recebidas pelo servidor. Para obter mais informações, consulte Sobre o registro em log da Análise de Armazenamento e Log do Windows Azure: Usando logs para rastrear solicitações de armazenamento.

Essa operação também dará suporte ao uso de cabeçalhos condicionais para definir metadados de contêiner somente se uma determinada condição for atendida. Para obter mais informações, consulte Especificando cabeçalhos condicionais para operações do serviço Blob.

Request Syntax:
PUT https://myaccount.blob.core.windows.net/mycontainer?restype=container&comp=metadata HTTP/1.1

Request Headers:
x-ms-version: 2011-08-18
x-ms-date: Sun, 25 Sep 2011 22:50:32 GMT
x-ms-meta-Category: Images
Authorization: SharedKey myaccount:Z5043vY9MesKNh0PNtksNc9nbXSSqGHueE00JdjidOQ=

A resposta inclui um código de status HTTP e um conjunto de cabeçalhos de resposta.

Uma operação bem-sucedida retorna o código de status 200 (OK).

Para obter informações sobre códigos de status, consulte Status e códigos de erro.

A resposta para esta operação inclui os cabeçalhos a seguir. A resposta também pode incluir cabeçalhos padrão HTTP adicionais. Todos os cabeçalhos padrão obedecem à especificação de protocolo HTTP/1.1.

 

Cabeçalho de resposta Descrição

ETag

A ETag do contêiner. Se a versão da solicitação for a 2011-08-18 ou mais recente, o valor de ETag será exibido entre aspas.

Last-Modified

Retorna a data e a hora em que o contêiner foi modificado pela última vez. O formato da data segue a RFC 1123. Para obter mais informações, consulte Representação de valores de data/hora em cabeçalhos.

Qualquer operação que modifica o contêiner, suas propriedades ou metadados atualiza a hora da última modificação, inclusive definindo as permissões do contêiner. As operações em blobs não afetam a hora da última modificação do contêiner.

ms-request-id

Esse cabeçalho identifica a solicitação que foi feita de forma exclusiva e pode ser usado para solucionar problemas na solicitação. Para obter mais informações, consulte Solucionando problemas de operações de API.

x-ms-version

Indica a versão do serviço Blob usado para executar a solicitação. Esse cabeçalho é retornado para solicitações feitas na versão 2009-09-19 e mais recentes.

Date

Um valor de data/hora UTC gerado pelo serviço que indica a hora em que a resposta foi iniciada.

Access-Control-Allow-Origin

Retornado se a solicitação incluir um cabeçalho Origin e CORS estiver habilitado com uma regra de correspondência. Este cabeçalho retorna o valor do cabeçalho de solicitação de origem no caso de uma correspondência.

Access-Control-Expose-Headers

Retornado se a solicitação incluir um cabeçalho Origin e CORS estiver habilitado com uma regra de correspondência. Retorna a lista de cabeçalhos de resposta que devem ser expostos ao cliente ou ao emissor da solicitação.

Access-Control-Allow-Credentials

Retornado se a solicitação incluir um cabeçalho Origin e CORS estiver habilitado com uma regra de correspondência. que não permite todas as origens. Esse cabeçalho será definido como verdadeiro.

Somente o proprietário pode chamar essa operação.

Se você chamar a operação Set Container Metadata, todos os metadados existentes associados ao contêiner serão substituídos. Não é possível alterar um par de nome-valor individual.

Você também pode definir metadados para um contêiner no momento em que ele é criado.

A chamada a Set Container Metadata atualiza as propriedades ETag e Last-Modified-Time do contêiner. Se a solicitação for feita com a versão 2011-08-18, o valor de ETag atualizado será exibido entre aspas.

A Microsoft está realizando uma pesquisa online para saber sua opinião sobre o site do MSDN. Se você optar por participar, a pesquisa online lhe será apresentada quando você sair do site do MSDN.

Deseja participar?
Mostrar:
© 2014 Microsoft