VENDAS: 1-800-867-1389

Gerenciar o Windows Azure Backup

Publicado: fevereiro de 2012

Atualizado: abril de 2014

Aplica-se a: Windows Server 2008 R2 with SP1, Windows Server 2012

Gerenciar o Backup do Windows Azure consiste em verificar e responder os alertas e notificações, configurar propriedades de servidor, e modificar agendas de backup. Ocasionalmente, você pode precisar renomear um volume, ou renomear um servidor.

Neste documento

noteObservação
Este tópico inclui cmdlets de exemplo do Windows PowerShell que podem ser usados para automatizar alguns dos procedimentos descritos. Para obter mais informações, consulte Usando cmdlets.

O snap-in do Agente de backup do Azure tem uma guia Alertas que o notifica se uma atualização está disponível para o Agente de backup do Azure ou se as mensagens de evento foram criadas durante um processo de backup. Ele também tem uma guia Trabalhos que mostra o status de trabalhos de backup que são executados no servidor.

noteObservação
As notificações de atualização do cliente são disparadas quando uma nova versão do cliente está disponível e inclui um link para o site de download para que você possa instalar a atualização.

Execute esta etapa usando o Windows PowerShell

  1. Pressione a tecla do logotipo do Windows + Q para abrir o menu Aplicativos e clique em Windows Azure Backup Agent. O snap-in do Agente de backup do Azure deve ser aberto.

  2. Examine as guias Alertas e Trabalhos no painel de conteúdo.

Logotipo do PowerShell Comandos equivalentes do Windows PowerShell

O cmdlet ou cmdlets do Windows PowerShell a seguir executam a mesma função que o procedimento anterior. Insira cada cmdlet em uma única linha, embora eles apareçam com quebra de linha em várias linhas aqui devido a restrições de formatação.

O cmdlet Get-OBNotification obtém a matriz de objetos OBNotification para o servidor. O objeto OBNotification contém a categoria da notificação, o tipo de notificação, o carimbo de data/hora de quando a notificação ocorreu, a descrição longa e breve dos códigos de erro encontrados, e os parâmetros de mensagens de erro.

Get-OBNotfication

Cada servidor que você registra tem propriedades individuais que você pode configurar. Essas propriedades definem a senha que é usada para criptografar dados armazenados em backup desse servidor, o servidor proxy que esse servidor usará ao transferir backups entre o servidor e o serviço de nuvem, e as configurações de limitação da largura de banda de rede que podem ser usadas para controlar a quantidade de largura de banda de rede que pode ser usada para transferir backups.

Execute esta etapa usando o Windows PowerShell

  1. Pressione a tecla do logotipo do Windows + Q para abrir o menu Aplicativos e clique em Windows Azure Backup Agent. O snap-in do Agente de backup do Azure deve ser aberto.

  2. No painel Ação, clique em Alterar Propriedades. A caixa de diálogo Alterar Propriedades é aberta.

  3. Clique na guia Criptografia para alterar a senha que é usada para criptografar e descriptografar os backups obtidos nesse servidor.

    noteObservação
    Alterar a senha não exige que você se lembre da senha anterior para descriptografar backups anteriores. A senha fornece acesso à chave de criptografia que é armazenada para esse servidor, que não se altera.

  4. Clique na guia Configuração de Proxy para configurar um servidor proxy a ser usado com o Agente de backup do Azure. Marque a caixa de seleção Use um servidor proxy para o Windows Azure Backup, e configure o endereço e a porta do servidor proxy. Se o servidor proxy solicitar credenciais antes de permitir conexões, marque a caixa de seleção Este servidor proxy exige autenticação e insira as credenciais apropriadas. Essa configuração não se aplica a nenhum outro aplicativo no servidor.

  5. Clique na guia Limitação para controlar o uso da largura de banda de rede durante intervalos de dia e hora específicos. Selecione Ativar limitação de uso da largura de banda de Internet para operações de backup para configurar como o Agente de backup do Azure usa a largura de banda de rede ao fazer backup de ou restaurar informações.

    A limitação usa duas configurações (horas de trabalho e horas de folga) para limitar o uso da rede durante operações de backup. Você define o intervalo específico de horas de trabalho na guia Limitação. Os intervalos válidos de largura de banda variam de 256 Kbps a 1 Gbps para configurações de trabalho e de folga.

Logotipo do PowerShell Comandos equivalentes do Windows PowerShell

O cmdlet ou cmdlets do Windows PowerShell a seguir executam a mesma função que o procedimento anterior. Insira cada cmdlet em uma única linha, embora eles apareçam com quebra de linha em várias linhas aqui devido a restrições de formatação.

O cmdlet Set-OBMachineSetting define um objeto OBMachineSetting para o servidor que inclui configurações do servidor proxy para acessar a Internet e as configurações de limitação da largura de banda de rede. Os seguintes exemplos mostram como você pode usar o cmdlet Set-OBMachineSetting no Windows PowerShell:

Para configurar o servidor proxy

Set-OBMachineSetting [-ProxyServer] <String> [-ProxyPort] <Int32> [[-ProxyUsername] <String> ] [[-ProxyPassword] <SecureString> ] 

Para definir as configurações de limitação da largura de banda de rede

Set-OBMachineSetting [-WorkDay] <DayOfWeek> [-StartWorkHour] <TimeSpan> [-EndWorkHour] <TimeSpan> [-WorkHourBandwidth] <UInt32> [-NonWorkHourBandwidth] <UInt32> 

Cada servidor tem uma única agenda de backup que é usada para backups. Se você precisar alterar quando o backup ocorre ou os itens que são submetidos a backup, precisará modificar essa agenda.

Execute esta etapa usando o Windows PowerShell

  1. Pressione a tecla do logotipo do Windows + Q para abrir o menu Aplicativos e clique em Windows Azure Backup Agent. O snap-in do Agente de backup do Azure deve ser aberto.

  2. No painel Ação, clique em Agendar Backup. A página Modificar ou Parar um Backup Agendado de Assistente de Agendamento de Backup é aberta.

  3. Selecione Fazer alterações aos itens ou horários de backup e clique em Avançar.

  4. A página Selecionar itens para backup é exibida. Altere os itens na lista, conforme apropriado, e clique em Avançar.

  5. A página Especificar horário do backup é exibida. Se necessário, altere o dia da semana e a hora em que os backups ocorrerão, e clique em Avançar.

  6. A página Especificar configurações de retenção é exibida. Você poderá alterar as configurações de retenção se quiser manter seus backups por menos tempo e liberar espaço de armazenamento. Clique em Avançar para continuar.

  7. A página Confirmação é exibida. Isso mostra a agenda de backup que você especificou usando o assistente. Clique em Concluir para criar a agenda.

  8. A página Resumo é exibida com uma mensagem de que a agenda de backup foi criada com êxito. Agora você pode fechar o assistente.

Logotipo do PowerShell Comandos equivalentes do Windows PowerShell

O cmdlet ou cmdlets do Windows PowerShell a seguir executam a mesma função que o procedimento anterior. Insira cada cmdlet em uma única linha, embora eles apareçam com quebra de linha em várias linhas aqui devido a restrições de formatação.

Modificar uma agenda de backup usando o Windows PowerShell requer que a agenda seja editada e definida como a agenda ativa. O cmdlet Set-OBSchedule define um objeto OBSchedule para o servidor. O seguinte exemplo mostra como você pode usar o cmdlet Set-OBSchedule no Windows PowerShell para substituir a agenda de backup atual por uma nova:

$sch = New-OBSchedule -DaysOfWeek sunday,monday,tuesday,wednesday,thursday,friday,saturday -TimesOfDay 12:00,16:00,20:00
Get-OBPolicy –Editable | Set-OBSchedule -Schedule $sch | Set-OBPolicy

Se você quiser alterar os itens que estão incluídos no backup, crie um novo objeto OBFileSpec e adicione-o à política de backup. O seguinte exemplo mostra como você faria isso:

$policy = Get-OBPolicy -Editable 
New-OBFileSpec -FileSpec <"C:\testdata"> –NonRecursive | Add-OBFileSpec -Policy $policy | Set-OBPolicy

Se você quiser alterar a política de retenção, crie um novo objeto OBRetentionPolicy e adicione-o à política de backup. O seguinte exemplo mostra como você faria isso:

$policy = Get-OBPolicy -Editable
New-OBRetentionPolicy -RetentionDays 30 | Set-OBRetitionPolicy –Policy $policy | Set-OBPolicy

Ocasionalmente, surge uma situação em que você não deseja mais executar backups em determinado servidor. Por exemplo, você pode aposentar o servidor ou ele pode entrar em quarentena. Nessas situações, talvez você queira reter os backups existentes, ou talvez queira excluir todos os backups porque eles não são mais úteis ou ficaram comprometidos e não são considerados confiáveis.

Execute esta etapa usando o Windows PowerShell

  1. Pressione a tecla do logotipo do Windows + Q para abrir o menu Aplicativos e clique em Windows Azure Backup Agent. O snap-in do Agente de backup do Azure deve ser aberto.

  2. No painel Ação, clique em Agendar Backup. A página Modificar ou Parar um Backup Agendado de Assistente de Agendamento de Backup é aberta.

  3. Selecione Parar essa agenda de backup, mas manter os backups armazenados ou Parar de usar essa agenda de backup e excluir todos os backups armazenados, e clique em Avançar.

  4. A página Confirmação é exibida. Isso mostra a política de exclusão e retenção que você especificou usando o assistente. Clique em Concluir para concluir a ação.

  5. A agenda é interrompida e a mensagem de conclusão é exibida. Agora você pode fechar o assistente. Se você quiser reiniciar backups desse servidor, precisará criar uma nova política.

Logotipo do PowerShell Comandos equivalentes do Windows PowerShell

O cmdlet ou cmdlets do Windows PowerShell a seguir executam a mesma função que o procedimento anterior. Insira cada cmdlet em uma única linha, embora eles apareçam com quebra de linha em várias linhas aqui devido a restrições de formatação.

O cmdlet de exemplo a seguir remove a agenda de backup atual (conhecida como uma política de backup no Windows PowerShell), e ele exclui todos os backups do servidor de nuvem criados usando essa agenda.

Remove-OBPolicy -Policy $policy -DeleteBackup -Force
TipDica
Se o parâmetro –DeleteBackup não for especificado, ele será equivalente à opção Parar essa agenda de backup, mas manter os backups armazenados no Assistente de Agendamento de Backup.

Às vezes, um volume precisa ser renomeado. Por exemplo, depois que um sistema operacional é reinstalado e o GUID do volume de um volume armazenado em backup é alterado. Você pode usar o cmdlet Rename-OBVolume do Windows PowerShell para renomear o volume.

Logotipo do PowerShell Comandos equivalentes do Windows PowerShell

O cmdlet ou cmdlets do Windows PowerShell a seguir executam a mesma função que o procedimento anterior. Insira cada cmdlet em uma única linha, embora eles apareçam com quebra de linha em várias linhas aqui devido a restrições de formatação.

O cmdlet Rename-OBVolume tem dois parâmetros:

  • OldVolumeName

  • NewVolumeName

O exemplo a seguir pode ser usado para renomear o volume e seus backups associados.

Rename–OBVolume Volume{176dd60b-36e2-12e1-8dba-b8ac6f922387} Volume{5668e44e-f8db-11df-8c1a-806e7f6e6964}

Às vezes, os servidores precisam ser renomeados, seja por uma decisão de gerenciamento, pela reestruturação da organização ou para evitar conflitos. O Backup do Windows Azure usa o nome do servidor como parte do identificador exclusivo do backup.

Se o servidor foi renomeado após o backup, lembre-se de que:

  • Você precisa Registrar servidores com o Windows Azure Backup com o Windows Azure Backup. Isso vinculará o novo nome do servidor com backups feitos após a renomeação. A agenda de backup previamente configurada não será mais executada no servidor.

  • O próximo backup que ocorre será um backup completo, em não um backup incremental. Considere usar Executar o Backup Agora.

  • Se você precisar recuperar dados armazenados em backup antes do próximo backup, ou se precisar recuperar dados de antes da renomeação do servidor, use o método alternar recuperação do servidor.

Se você não desejar mais utilizar o Agente de backup do Azure em um servidor, remova-o. Antes de iniciar esse processo, verifique se o snap-in do Agente de backup do Azure está fechado e se não há uma operação de backup ou restauração em progresso no momento. A remoção do Agente de backup do Azure não remove os pré-requisitos que foram incluídos durante a instalação. Se você quiser remover os aplicativos de pré-requisito, remova-os separadamente.

ImportantImportante
A desinstalação do Agente de backup do Azure remove o recurso do servidor local, e não exclui backups dos arquivos e pastas armazenados no cofre do Windows Azure Backup. Se você desejar remover todos os backups, interrompa a agenda de backup e exclua o servidor do cofre de backup antes de remover o Agente de backup do Azure.

Para remover o Windows Azure Backup Agent usando a linha de comando

  1. Pressione a tecla do logotipo do Windows + Q para abrir o menu Aplicativos e clique em Painel de Controle.

  2. No item Programas, clique em Desinstalar um programa.

  3. Em Desinstalar ou alterar um programa, clique em Agente de backup do Azure.

  1. Abra um prompt de comando com privilégios de administrador.

  2. Navegue para o local em que você baixou o arquivo do instalador.

  3. Digite obsinstaller.exe /d

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários
Mostrar:
© 2014 Microsoft