VENDAS: 1-800-867-1389

Atualizar implantação

Atualizado: abril de 2014

A operação Upgrade Deployment inicia uma atualização de instâncias de função em uma implantação usando o pacote e a configuração que você especifica. Para obter mais informações sobre como atualizar instâncias de função, consulte Atualizar um serviço do Windows Azure.

A operação Upgrade Deployment é assíncrona. Para determinar se a solicitação foi processada, chame Obter status da operação. Para obter mais informações sobre operações assíncronas, consulte Controlando solicitações assíncronas de gerenciamento de serviço.

A solicitação Upgrade Deployment pode ser especificada da seguinte maneira. Você pode atualizar uma implantação especificando o ambiente de implantação (preparo ou produção) ou especificando o nome exclusivo da implantação.

Para gerar o URI da solicitação, substitua <subscription-id> por sua ID da assinatura, <cloudservice-name> pelo nome do serviço de nuvem, <deployment-slot> por staging ou production e <deployment-name> pelo nome exclusivo da sua implantação.

 

Método URI de solicitação Versão HTTP

POST

https://management.core.windows.net/<subscription-id>/services/hostedservices/<cloudservice-name>/deploymentslots/<deployment-slot>/

HTTP/1.1

POST

https://management.core.windows.net/<subscription-id>/services/hostedservices/<cloudservice-name>/deployments/<deployment-name>/

HTTP/1.1

 

Parâmetro URI Descrição

comp=upgrade

Obrigatório. Especifica que a implantação deve ser atualizada.

A tabela a seguir descreve os cabeçalhos da solicitação.

 

Cabeçalho de solicitação Descrição

Content-Type

Obrigatório. Defina este cabeçalho como application/xml.

x-ms-version

Obrigatório. Especifica a versão da operação a ser usada para esta solicitação. Este cabeçalho deve ser definido como 2009-10-01 ou posterior. Para obter mais informações sobre cabeçalhos de controle de versão, consulte Controle de versão de gerenciamento de serviço.

O formato do corpo da solicitação é mostrado a seguir. Observe que os elementos XML na solicitação devem ser especificados na ordem mostrada:


<?xml version="1.0" encoding="utf-8"?>
<UpgradeDeployment xmlns="http://schemas.microsoft.com/windowsazure">
  <Mode>type-of-upgrade</Mode>
  <PackageUrl>url-to-package</PackageUrl>
  <Configuration>base64-encoded-config-file</Configuration>
  <Label>base-64-encoded-label</Label>
  <RoleToUpgrade>role-name</RoleToUpgrade>
  <Force>true|false</Force>
  <ExtendedProperties>
    <ExtendedProperty>
      <Name>property-name</Name>
      <Value>property-value</Value>
    </ExtendedProperty>
  </ExtendedProperties>
  <ExtensionConfiguration>
    <AllRoles>
      <Extension>
        <Id>identifier-of-extension</Id>
      </Extension>
      ...
    </AllRoles>
    <NamedRoles>
      <Role>
        <RoleName>role_name1</RoleName>
        <Extensions>
          <Extension>
            <Id>identifier-of-extension</Id>
          </Extension>
          ...
        </Extensions>
      </Role>
    </NamedRoles>
  </ExtensionConfiguration>
</UpgradeDeployment>

A tabela a seguir descreve os principais elementos no corpo da solicitação:

 

Nome do elemento Descrição

Modo

Obrigatório. O tipo de atualização para iniciar. As instâncias de função são alocadas para atualizar domínios quando o serviço é implantado. As atualizações podem ser iniciadas manualmente em cada domínio de atualização ou ser iniciadas automaticamente em todos os domínios da atualização. Os possíveis valores são:

  • Auto

  • Manual

  • Simultaneous

Se não for especificado, o valor padrão será Auto. Se definido como Manual, WalkUpgradeDomain deverá ser chamado para aplicar a atualização. Se definido como Auto, a atualização será aplicada automaticamente a cada domínio da atualização na sequência.

A configuração Simultaneous só estará disponível na versão 2012-12-01 ou superior.

PackageUrl

Obrigatório. Uma URL que faz referência ao local do pacote de serviço no serviço Blob. O pacote de serviço pode estar localizado em uma conta de armazenamento abaixo da mesma assinatura ou um URI de assinatura de acesso compartilhado (SAS) de qualquer conta de armazenamento. Para obter mais informações sobre assinaturas de acesso compartilhado, consulte Delegando acesso com uma assinatura de acesso compartilhado (API REST).

Configuração

Obrigatório. O arquivo de configuração do serviço codificado em base 64 para a implantação.

Rótulo

Obrigatório. Um nome para o serviço de nuvem codificado em base 64. O nome pode ter até 100 caracteres.

É recomendável que o rótulo seja exclusivo dentro da assinatura. O nome pode ser usado para identificar o serviço de nuvem para suas finalidades de acompanhamento.

RoleToUpgrade

Opcional. O nome da instância de função específica para atualizar.

Force

Obrigatório. Especifica se a reversão deve continuar mesmo quando faz com que os dados locais sejam perdidos de algumas instâncias de função. True se for necessário que a reversão continue; caso contrário, false.

O elemento Force só estará disponível com a versão 2011-10-01 ou superior.

Nome

Opcional. Representa o nome de uma propriedade estendida do serviço de nuvem. Cada propriedade estendida deve ter um nome e um valor definido. Você pode ter um máximo de 25 pares de nome e valor de propriedade estendida.

O comprimento máximo do elemento Name é de 64 caracteres, somente os caracteres alfanuméricos e sublinhados são válidos no nome, e o nome deve começar com uma letra. Tentar usar outros caracteres, começar com um caractere diferente de letra ou inserir um nome que seja idêntico ao de outra propriedade estendida de propriedade do mesmo serviço de nuvem resultará em um erro de código de status 400 (Solicitação Incorreta).

O elemento Name só estará disponível com a versão 2012-03-01 ou superior.

Valor

Opcional. Representa o valor de uma propriedade estendida do serviço de nuvem. Cada propriedade estendida deve ter um nome e um valor definido. Você pode ter até 25 pares de nome e valor da propriedade estendida, e cada valor de propriedade estendida terá um comprimento máximo de 255 caracteres.

Você exclui uma propriedade estendida ao definir o valor como NULL.

O elemento Value só estará disponível com a versão 2012-03-01 ou superior.

ExtensionConfiguration

Opcional. Representa uma extensão adicionada ao serviço de nuvem. No Windows Azure, um processo pode ser executado como uma extensão de um serviço de nuvem. Por exemplo, o Acesso à Área de Trabalho Remota ou o Agente de Diagnóstico do Windows Azure podem ser executados como extensões para o serviço de nuvem. Você deve adicionar uma extensão do serviço de nuvem usando Adicionar extensão antes que ela possa ser adicionada à implantação em uma atualização.

O elemento ExtensionConfiguration só estará disponível com a versão 2013-03-01 ou superior.

Representa uma extensão adicionada ao serviço de nuvem.

 

Nome do elemento Descrição

AllRoles

Opcional. Especifica uma lista de extensões aplicadas a todas as funções em uma implantação.

Extensão

Obrigatório. Representa uma extensão que deve ser implantada em uma função em um serviço de nuvem.

NamedRoles

Opcional. Especifica uma lista de extensões aplicadas a funções específicas em uma implantação.

Representa uma extensão que deve ser implantada em uma função em um serviço de nuvem.

 

Nome do elemento Descrição

Id

Obrigatório. O identificador da extensão. O identificador é criado quando a extensão é adicionada ao serviço de nuvem. Você pode localizar a Id de uma extensão que foi adicionada a um serviço de nuvem usando Listar extensões.

Especifica uma lista de extensões aplicadas a funções específicas em uma implantação.

 

Nome do elemento Descrição

Função

Obrigatório. Representa uma função específica à qual a extensão é adicionada.

RoleName

Obrigatório. Especifica o nome da função.

Extensão

Obrigatório. Representa uma extensão que deve ser implantada em uma função em um serviço de nuvem.

A resposta inclui um código de status HTTP e um conjunto de cabeçalhos de resposta.

Como Upgrade Deployment é uma operação assíncrona, sempre retornará o código de status 202 (aceitar). Para determinar o código de status da operação assim que ela for concluída, chame Obter status da operação. O código de status é incorporado na resposta para esta operação; se for bem-sucedido, será código de status 200 (OK). Para obter informações sobre códigos de status, consulte Status de Gerenciamento de Serviço e códigos de erro.

A resposta para esta operação inclui os cabeçalhos a seguir. A resposta também pode incluir cabeçalhos padrão HTTP adicionais. Todos os cabeçalhos padrão obedecem à especificação de protocolo HTTP/1.1.

 

Cabeçalho de resposta Descrição

x-ms-request-id

Um valor que identifica exclusivamente uma solicitação feita no serviço de gerenciamento. Para uma operação assíncrona, você pode obter o status da operação com esse valor para determinar se a operação foi concluída, se falhou ou se ainda está em andamento. Consulte Controlando solicitações assíncronas de gerenciamento de serviço para obter mais informações.

Qualquer certificado de gerenciamento associado à assinatura especificada por <subscription-id> pode ser usado para autenticar esta operação. Para obter mais detalhes, consulte Autenticando solicitações do gerenciamento de serviços.

Para executar uma atualização automática de uma implantação, chame Atualizar implantação ou Alterar configuração de implantação com o elemento Mode definido como automatic. A atualização continuará a partir desse ponto sem a necessidade de uma entrada adicional. Você pode chamar Obter status da operação para determinar quando a atualização será concluída.

Para executar uma atualização manual, primeiro chame Atualizar implantação com o elemento Mode definido como manual. Em seguida, chame Percorrer Domínio de Atualização para atualizar cada domínio na implantação. Você deve ter certeza de que a operação está completa chamando o Status de da Operação Get antes de atualizar o próximo domínio.

ImportantImportante
Uma atualização que adiciona ou remove instâncias de função resultará em uma atualização de configuração para todas as funções implantadas no serviço de nuvem. As instâncias de função existentes a serem notificadas de novas instâncias de função de forma que todas as instâncias de função possam se comunicar no serviço de nuvem.

Por padrão, um serviço de nuvem é implantado com cinco domínios de atualização, que são atualizados um de cada vez durante uma atualização in-loco. Para obter informações sobre como modificar o número de domínios de atualização no arquivo de definição de serviço, consulte Esquema de definição de serviço do Windows Azure (arquivo .csdef).

Para determinar o domínio de atualização em que uma determinada instância está em execução no Windows Azure, use a propriedade UpdateDomain da classe RoleInstance. Consulte Azure Developer References para obter mais informações.

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários
Mostrar:
© 2014 Microsoft