VENDAS: 1-800-867-1389

Pré-requisitos de implantação: Locais para locais

Atualizado: setembro de 2014

Faça o seguinte antes de implantar a Recuperação de Site do Azure para proteção de locais para locais.

  1. Leia Informações sobre privacidade neste tópico. Elas resumem as informações coletadas, processadas ou transmitidas para cada recurso de Recuperação de Site do Azure.

  2. Verifique Pré-requisitos e suporte na Guia de Planejamento.

  3. Inscreva-se para o Azure e verifique os detalhes de preços para a Recuperação de Site do Azure. Consulte Etapa 1: Inscreva-se no Azure na Guia de Planejamento.

  4. Verifique se sua infraestrutura do Virtual Machine Manager (VMM) está pronta para a implantação da Recuperação de Site do Azure. Consulte Etapa 2: Planejar a infraestrutura do VMM na Guia de Planejamento.

  5. Prepare suas redes de VMM para o mapeamento de rede na Recuperação de Site do Azure. Consulte Etapa 3: Preparar para o mapeamento de rede na Guia de Planejamento

  6. Prepare as classificações de armazenamento do VMM para armazenar o mapeamento para implantação de local para local. Consulte Etapa 3: Preparar para o mapeamento de rede na Guia de Planejamento

  7. Prepare certificados para a implantação da Recuperação de Site do Azure. Consulte Etapa 5: Preparar certificados na Guia de Planejamento.

Esta seção fornece informações adicionais de privacidade do serviço de Recuperação de Site da Microsoft ("Serviço")

Para exibir a política de privacidade de serviços do Microsoft Azure, consulte Política de privacidade do Microsoft Azure.

Você pode usar esse recurso para registrar o servidor do VMM com o serviço. O registro ajuda a estabelecer uma relação de confiança entre o servidor VMM e o serviço. Após a confiança ser estabelecida, o serviço pode fornecer proteção em máquinas virtuais selecionadas, no caso de desastre.

Após o registro de um servidor VMM, o serviço coleta, processa e transmite as seguintes informações:

  • Informações do certificado de gerenciamento do servidor do VMM que se destinam a fornecer recuperação de desastres usando o nome do serviço do servidor do VMM

  • O nome de nuvens da máquina virtual no servidor do VMM

O serviço usa as informações anteriores da seguinte forma:

  1. Certificado de gerenciamento — ele é usado para ajudar a identificar e autenticar o servidor do VMM registrado para acessar o serviço. O serviço usa a parte da chave pública do certificado (carregada por você) para proteger um token ao qual apenas o servidor do VMM registrado pode obter acesso. O servidor precisa usar esse token para obter acesso aos recursos do serviço.

  2. Nome do servidor do VMM — o nome do servidor do VMM é necessário para identificar e se comunicar com o servidor do VMM apropriado em que as nuvens estão localizadas.

  3. Nomes de nuvem do servidor do VMM — o nome da nuvem é necessário ao usar o recurso de emparelhamento/desemparelhamento na nuvem de serviço descrito a seguir. Quando você decide combinar a nuvem de um data center primário com outra nuvem no data center de recuperação, os nomes de todas as nuvens do data center de recuperação são apresentados.

Essas informações são parte essencial do processo de registro do serviço, pois elas ajudam você e o serviço a identificarem o servidor do VMM para o qual você deseja oferecer proteção do Gerenciador de Recuperação Hyper-V, além de identificar o servidor do VMM correto registrado. Se não quiser enviar essas informações para o serviço, não use esse serviço. Se você registrar o servidor e, posteriormente, quiser cancelar o registro, poderá fazê-lo excluindo informações de servidor do VMM do portal de serviço (que é o portal do Windows Azure).

O provedor de recuperação do site do Azure (antigo Gerenciador de Recuperação do Hyper-v) instalado no servidor do VMM é o canal de comunicação com o serviço. O provedor é uma biblioteca de vínculo dinâmico (DLL) hospedada no processo do VMM. Após a instalação do provedor, o recurso de "Recuperação do Datacenter” fica habilitado no console de administrador do VMM. Todas as máquinas virtuais novas e existentes em uma nuvem podem habilitar uma propriedade chamada "Recuperação do Datacenter” para ajudar a proteger a máquina virtual. Quando essa propriedade é definida, o provedor envia o nome e a ID da máquina virtual para o serviço. A proteção virtual é habilitada pela tecnologia de replicação Hyper-V do Windows Server 2012 ou do Windows Server 2012 R2. Os dados da máquina virtual são replicados de um host Hyper-V para outro (normalmente localizado em outro data center de "recuperação”).

O serviço coleta, processa e transmite metadados da máquina virtual, incluindo o nome, a ID, a rede virtual e o nome da nuvem à qual ela pertence.

O serviço usa as informações anteriores para popular as informações de máquina virtual em seu portal de serviço.

Essa é uma parte essencial do serviço e não pode ser desativada. Se você não deseja que essas informações sejam enviadas ao serviço, não habilite a proteção da Recuperação de Site do para máquinas virtuais.

Todos os dados enviados pelo provedor ao serviço são enviados via protocolo HTTPS seguro.

Esse recurso ajuda a criar um plano de orquestração para o data center de "recuperação”. Você pode definir a ordem em que as máquinas virtuais ou um grupo de máquinas virtuais devem ser iniciados no site de recuperação. Você também pode especificar todos os scripts automatizados a serem executado, ou qualquer ação manual a ser adotada, no momento da recuperação de cada máquina virtual. O failover (abordado na próxima seção) costuma ser disparado no nível do plano de recuperação para a recuperação coordenada.

O serviço coleta, processa e transmite as seguintes informações como parte do recurso Plano de Recuperação:

  • Plano de recuperação, incluindo metadados de máquina virtual

  • Metadados do script de automação ou nota da ação manual

Os metadados descritos anteriormente são usados para criar o plano de recuperação em seu portal de serviço.

Essa é uma parte essencial do serviço e não pode ser desativada. Se não quiser que essas informações sejam enviadas ao serviço, não crie Planos de Recuperação nesse serviço.

Esse recurso permite mapear as informações de rede do data center primário para o data center de recuperação. Quando as máquinas virtuais são recuperadas no site de recuperação, esse mapeamento ajuda a estabelecer a conectividade de rede para elas.

Como parte do recurso de mapeamento de rede, o serviço coleta, processa e transfere os metadados das redes lógicas para cada site (primário e datacenter).

O serviço usa os metadados para popular o portal de serviço onde você pode mapear as informações de rede.

Essa é uma parte essencial do serviço e não pode ser desativada. Se você não desejar que essas informações sejam enviadas ao serviço, não use o recurso de mapeamento de rede.

Esse recurso ajuda a realizar o failover de uma máquina virtual de um data center gerenciado pelo VMM para outro data center gerenciado pelo VMM. A ação de failover é disparada pelo usuário em seu portal de serviço. As possíveis razões para um failover podem ser uma das seguintes:

  • Um evento não planejado (por exemplo, no caso de um desastre natural)

  • Um evento planejado (por exemplo, balanceamento de carga do data center)

  • Um failover de teste (por exemplo, um ensaio do plano de recuperação)

O provedor no servidor do VMM é notificado sobre o evento do serviço e executa uma ação de failover no host Hyper-V através de interfaces do VMM. O failover real da máquina virtual de um host Hyper-V para outro (normalmente executado em outro data center de "recuperação”) é tratado pela tecnologia de replicação Hyper-V do Windows Server 2012 ou do Windows Server 2012 R2.

Depois que o failover for concluído, o provedor instalado no servidor do VMM do data center de "recuperação” enviará as informações com êxito ao serviço.

O serviço coleta, processa e transmite as seguintes informações como parte do recurso de failover:

  1. Os metadados da máquina virtual, incluindo o nome, a ID, a rede virtual e o nome da nuvem à qual ela pertence

  2. Mensagens de êxito ou de falha que pertencem à ação de failover

O serviço usa as informações anteriores para popular o status das informações de ação de failover em seu portal de serviço.

Essa é uma parte essencial do serviço e não pode ser desativada. Se não quiser que essas informações sejam enviadas para o serviço, não use esse serviço.

O provedor transmite todas as informações de erro ou de progresso do trabalho relacionadas ao provedor para o serviço como forma de alertar o usuário.

  • As atividades do provedor no servidor VMM.

  • Todos os erros do provedor. Por exemplo, erros durante pulsações, ou expiração do certificado, ou erros que ocorreram devido às ações disparadas pelo provedor (erros ao iniciar a replicação Hyper-V, erros durante o failover de máquina virtual e assim por diante) são transmitidos para o serviço.

  • Quaisquer informações relacionadas a trabalhos disparados pelo usuário (por exemplo, failover, habilitar proteção e assim por diante) são transmitidas para o serviço para a notificação de progresso.

Para alertar o usuário exibindo as mensagens de erro encontrados ao usar a funcionalidade do serviço.

Essa é uma parte essencial do serviço e não pode ser desativada. Se não quiser que esses dados sejam enviados para o serviço, não use esse recurso.

Consulte também

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários
Mostrar:
© 2014 Microsoft