VENDAS: 1-800-867-1389

Criar tabela

Atualizado: novembro de 2013

A operação Create Table cria uma nova tabela na conta de armazenamento.

A solicitação Create Table pode ser criada da seguinte maneira. HTTPS é recomendado. Substitua myaccount pelo nome da sua conta de armazenamento:

 

Método URI de solicitação Versão de HTTP

POST

https://myaccount.table.core.windows.net/Tables

HTTP/1.1

Ao fazer uma solicitação no serviço de armazenamento emulado, especifique o nome de host do emulador e a porta do serviço Tabela como 127.0.0.1:10002, seguido pelo nome da conta de armazenamento emulado:

 

Método URI de solicitação Versão de HTTP

POST

http://127.0.0.1:10002/devstoreaccount1/Tables

HTTP/1.1

O serviço Tabela no emulador de armazenamento difere de muitas maneiras do serviço Tabela do Windows® Azure™. Para obter mais informações, consulte About Development Storage e Diferenças entre o emulador de armazenamento e os serviços de armazenamento do Azure.

A tabela a seguir descreve os cabeçalhos de solicitação obrigatórios e opcionais.

 

Cabeçalho de solicitação Descrição

Authorization

Obrigatória. Especifica o esquema de autenticação, o nome da conta e a assinatura. Para obter mais informações, consulte Autenticação federada para os Serviços de Armazenamento do Azure.

Date ou x-ms-date

Obrigatória. Especifica o Tempo Universal Coordenado (UTC) para a solicitação. Para obter mais informações, consulte Autenticação federada para os Serviços de Armazenamento do Azure.

x-ms-version

Opcional. Especifica a versão da operação a ser usada para esta solicitação. Para obter mais informações, consulte Controle de versão para os Serviços de Armazenamento do Azure.

Content-Type

Obrigatória. Especifica o tipo de conteúdo da carga. Os possíveis valores são:

  • application/atom+xml

  • application/json

Para obter mais informações, consulte Formato de carga para operações do serviço Tabela.

Accept

Opcional. Especifica o tipo de conteúdo aceito da carga de resposta. Os possíveis valores são:

  • application/atom+xml

  • application/json;odata=nometadata

  • application/json;odata=minimalmetadata

  • application/json;odata=fullmetadata

Para obter mais informações, consulte Formato de carga para operações do serviço Tabela.

Prefer

Opcional. Especifica se a resposta deve incluir a entidade inserida na carga. Os valores possíveis são return-no-content e return-content.

Para obter mais informações sobre esse cabeçalho, consulte Definindo o cabeçalho de preferência para gerenciar o eco de resposta em operações de inserção.

Content-Length

Obrigatória. O comprimento do corpo da solicitação.

x-ms-client-request-id

Opcional. Fornece um valor opaco, gerado pelo cliente, com um limite de caracteres de 1 KB que é registrado nos logs de análise quando o log de análise de armazenamento está habilitado. É altamente recomendável usar esse cabeçalho para correlacionar atividades do cliente com solicitações recebidas pelo servidor. Para obter mais informações, consulte Sobre o registro em log da Análise de Armazenamento e Log do Windows Azure: Usando logs para rastrear solicitações de armazenamento.

O corpo da solicitação especifica o nome da tabela a ser criada. Observe que os nomes de tabelas devem seguir as restrições de nomenclatura descritas em Noções básicas sobre o modelo de dados do serviço Tabela.

O corpo da solicitação é um conjunto de entidades OData, que pode ser expresso como um feed Atom ou como JSON.

Atom

O corpo da solicitação como um feed Atom tem o seguinte formato geral.

<?xml version="1.0" encoding="utf-8" standalone="yes"?>   
  <entry xmlns:d="http://schemas.microsoft.com/ado/2007/08/dataservices" 
    xmlns:m="http://schemas.microsoft.com/ado/2007/08/dataservices/metadata"
    xmlns="http://www.w3.org/2005/Atom"> 
    <title /> 
    <updated>2009-03-18T11:48:34.9840639-07:00</updated> 
    <author>
      <name/> 
    </author> 
      <id/> 
      <content type="application/xml">
        <m:properties>
          <d:TableName>mytable</d:TableName>
        </m:properties>
      </content> 
    </entry>

JSON

O corpo da solicitação como um feed JSON tem o seguinte formato geral.

{ 
    "TableName":"mytable"
}

Para obter orientação sobre nomes de tabela válidos, consulte a seção Nomes de tabela em Noções básicas sobre o modelo de dados do serviço Tabela.

A resposta inclui um código de status HTTP, um conjunto de cabeçalhos de resposta e um corpo de resposta.

O código de status depende do valor do cabeçalho Prefer. Se o cabeçalho Prefer for definido como return-no-content, uma operação bem-sucedida retornará o código de status 204 (No Content). Se o cabeçalho Prefer não for especificado ou se for definido como return-content, uma operação bem-sucedida retornará o código de status 201 (Created). Para obter mais informações, consulte Definindo o cabeçalho de preferência para gerenciar o eco de resposta em operações de inserção.

Para obter mais informações sobre códigos de status, consulte Status e códigos de erro e Códigos de erro do serviço Tabela.

A resposta para esta operação inclui os cabeçalhos a seguir. A resposta também pode incluir cabeçalhos padrão HTTP adicionais. Todos os cabeçalhos padrão obedecem à especificação de protocolo HTTP/1.1.

 

Cabeçalho de resposta Descrição

x-ms-request-id

Esse cabeçalho identifica a solicitação que foi feita de forma exclusiva e pode ser usado para solucionar problemas na solicitação. Para obter mais informações, consulte Solucionando problemas de operações de API.

x-ms-version

Indica a versão do serviço Tabela usado para executar a solicitação. Esse cabeçalho é retornado para solicitações feitas na versão 2009-09-19 e mais recente.

Date

Um valor de data/hora UTC gerado pelo serviço que indica a hora em que a resposta foi iniciada.

Preference-Applied

Indica se o cabeçalho da solicitação Prefer tiver sido cumprido. Se a resposta não incluir esse cabeçalho, o cabeçalho Prefer não terá sido cumprido. Se este cabeçalho for retornado, seu valor será return-content ou return-no-content.

Para obter mais informações, consulte Definindo o cabeçalho de preferência para gerenciar o eco de resposta em operações de inserção.

Content-Type

Indica o tipo de conteúdo da carga. O valor depende do valor especificado para o cabeçalho de solicitação Accept. Os possíveis valores são:

  • application/atom+xml

  • application/json;odata=nometadata

  • application/json;odata=minimalmetadata

  • application/json;odata=fullmetadata

Para obter mais informações sobre tipos de conteúdo, consulte Formato de carga para operações do serviço Tabela.

Se a solicitação incluir o cabeçalho Prefer com o valor return-no-content, nenhum corpo de resposta será retornado. Caso contrário, o corpo de resposta será um conjunto de entidades OData.

Atom

Veja a seguir um exemplo de resposta Atom para a operação Create Table.

<?xml version="1.0" encoding="utf-8" standalone="yes"?>
<entry xml:base="https://myaccount.table.core.windows.net/" xmlns:d="http://schemas.microsoft.com/ado/2007/08/dataservices" xmlns:m="http://schemas.microsoft.com/ado/2007/08/dataservices/metadata" xmlns="http://www.w3.org/2005/Atom"> <id>https://myaccount.table.core.windows.net/Tables('mytable')</id>
  <title type="text"></title>
  <updated>2013-10-24T17:18:54.7062347Z</updated>
  <author>
    <name />
  </author>
  <link rel="edit" title="Tables" href="Tables('mytable')" />
  <category term="myaccount.Tables" scheme="http://schemas.microsoft.com/ado/2007/08/dataservices/scheme" />
  <content type="application/xml">
    <m:properties>
      <d:TableName>mytable</d:TableName>
    </m:properties>
  </content>
</entry>

JSON

Aqui estão as cargas de resposta em JSON para níveis de controle diferentes.

Metadados completos

{

    "odata.metadata":"https://myaccount.table.core.windows.net/$metadata#Tables/@Element",

    "odata.type":" myaccount.Tables",

    "odata.id":"https://myaccount.table.core.windows.net/Tables('mytable')",

    "odata.editLink":"Tables('mytable')",

    "TableName":"mytable"

}

Metadados mínimos

{

    "odata.metadata":"https://myaccount.table.core.windows.net/$metadata#Tables/@Element",

    "TableName":"mytable"

}

Sem metadados

{

    "TableName":"mytable"

}

Somente o proprietário da conta pode chamar essa operação.

Nenhum.

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários
Mostrar:
© 2014 Microsoft